Magritte
Search e Contactos
Blogger

Feed Tugir Google Reader
Google


View blog authority

Home Page
Página Principal


Portugal

Mail@Mail:
Geral Tugir
Luis Novaes Tito [LNT]
Carlos Manuel Castro [CMC]


Portugal 2007



Arquivos
Janeiro 2004

Fevereiro 2004

Março 2004

Abril 2004

Maio 2004

Junho 2004

Julho 2004

Agosto 2004

Setembro 2004

Outubro 2004

Novembro 2004

Dezembro 2004

Janeiro 2005

Fevereiro 2005

Março 2005

Abril 2005

Maio 2005

Junho 2005

Julho 2005

Agosto 2005

Setembro 2005

Outubro 2005

Novembro 2005

Dezembro 2005

Janeiro 2006

Fevereiro 2006

Março 2006

Abril 2006

Maio 2006

Junho 2006

Julho 2006

Agosto 2006

Setembro 2006

Outubro 2006

Novembro 2006

Dezembro 2006

Janeiro 2007

Fevereiro 2007

Março 2007

Abril 2007

Maio 2007

Junho 2007

Julho 2007

Agosto 2007

Setembro 2007


Apontadores, Alojamentos e Ferramentas
APDeites
APDSI
Blogo
Blogopédia
Blogs no Sapo
Blogservatório
Dead Links
Directório Paralaxe
Frescos
Gartner
NewsFeeder
Posto de Escuta
Trackback
Weblog.com.pt/


Para saber...
Destakes . Today's Front Pages

Estudos sobre o Comunismo
Opus Dei
Grande Oriente Lusitano
News Feed




Blogs

<- A ->
Abencerragem
Abjurado
Abrangente
Abrigo de Pastora
Abrupto
Absolutamente Ninguém
Absorto
Abstracto Concreto
Actos Irreflectidos
Adufe 4.0
Africanidades
Água Lisa (6)
Aguarelas de Turner
Alberto Velasquez
Aldrabas, Batentes e Fechaduras
Alfragide XXI
Algures Aqui
Aliviar o Pensamento
Almocreve das Petas
Um Amor Atrevido
Amicus Ficaria
O Amigo do Povo
Anarca Constipado
Arcádia
Ardelua
Arrastão
Arroios
A Arte da Fuga
Arte de Opinar
O Artolas
Aspirina B
Atento
Atribulações Locais
Átrium
Avatares de um Desejo
Avenida Central
Axonios Gastos

<- B ->
A Barbearia do Senhor Luís
Bazonga da Kilumba
Bem pelo contrário
Bica e Bagaço
Bichos Carpinteiros
O Bico de Gás
Bisca dos 9
Blasfémias
Blogame Mucho
Blogdozé
Blog Operatório
Blogotinha
Bloguítica
Blue Lounge
Bomba Inteligente
Bonfim
Briteiros
Butterflies & Fairies

<- C ->
O Cachimbo de Magritte
Caetera
Cais da Linha
Câmara Corporativa
Canhoto
Cão com Pulgas
Carlos Alberto
O Carmo e a Trindade
Carreira da Índia
A Causa foi Modificada
Causa Liberal
Causa Nossa
Mas Certamente que sim
Cinco Dias
Claro
Click Portugal
Cogitando
Confraria das Bifanas
Congeminações
O Condomínio Privado
Contra Capa
Corta-Fitas
Crítico
Crónicas Alfacinhas

<- D ->
Dar a Tramela
Descrédito
Despertar da Mente
A Destreza das Dúvidas
Destak
Devaneios Desintéricos
2 + 2 = 5
2 Dedos de Conversa
Defender o Quadrado
Dia da Espiga
O Diplomata
DoteCome Blog
- 273,15º C

<- E ->
Economia & Finanças
Elba EveryWhere
E.N 101
Ensaio Geral
Errante
Escaninho
O Escudo
Espumadamente
Esta Lisboa que eu Amo
Estrada Poeirenta
Estranho Estrangeiro
Expresso Conspiracy
Expresso Direcção

<- F ->
Faccioso
Fayal
Faz-te ao Largo
Filhos Perdidos
Fim de Semana Alucinante
Food-i-do
Foram-se os Anéis
A Forma e o Conteúdo
Forum Campo de Ourique
Forum Cidadania
Forum Comunitário
Freelance
French Kissin'
Fumaças
O Futuro Presente

<- G ->
Galo Verde
Gazeta Lusitana
Geração Rasca
Gestão/Marketing
Glória Fácil
Grande Loja Queijo Limiano

<- H ->
Há Mouro na Costa
Hoje há Conquilhas
O Homem do Leme

<- I ->
Ideias Soltas
Ilhas
A Ilusão da Visão
In Absentia
Inclusão e Cidadania
Incoativo
Incontinentes Verbais
Insinuações
O Insurgente
A Insustentável Leveza
Íntima Fracção

<- J ->
Jardim de Luz
JNPDI
João Soares
Jornalismo e Comunicação
JS Famalicão
JS Tomar
O Jumento

<- K ->
Klepsýdra
Kontrastes 2.0
Kontratempos

<- L ->
Lapas do Almonda
Legalices
A Lei do Funil
Letras com Garfos
LiBlog
Linha de Cabotagem
Linha de Conta
Lisboa Lisboa
LisbonLab
Lisbon Photos
Da Literatura
Lóbi do Chá
Loja de Ideias
Luminiscências
Lusofin
Luz e Dias

<- M ->
Macroscópio
Mader Focar
Mais Actual
Malaposta
Manos Metralhas
Mar Salgado
Margem Esquerda
Margens de Erro
Marquesa
Marretas
Ma-Shamba
Mau Tempo no Canil
Meia Laranja
Meia Livraria
Memória Virtual
Minha Rica Casinha
Miniscente
Miranda e Eu
Miss Pearls
Mitos Rurais e Urbanos
O Mocho II
A Montanha Mágica
Mudar a Máquina do Estado...
Muito cá da Casa
O Mundo Perfeito
Mundo Pessoa
Murcon
Murro no Estômago

<- N ->
Nada mais Claro
Nelsu, uma preta!
Nimbypólis
A Nossa Rádio
Os Nossos Queridos Jornalistas Desportivos
Notas ao Café
Notas Verbais
Nova Floresta

<- O ->
Objectiva 3
Ocasionalidades
Office Lounging
Oito Cinco Oito (858)
Ondas 3
On the Road Again
Opinar para Avançar
A Origem das Espécies

<- P ->
Palavras de Ursa
Pantalassa
A Par e Passo
A Partir de Inglaterra
Passado/Presente
Os Pássaros
Pé de Meia
Pedro Santana Lopes
Penamacor
Penduras
Pensamentos
Pequenos Nadas
O Perdigueiro
O Plagiário
Poeta sem poesia
Poetry Café
Política Maluca
Eu sou o Politicopata
Ponte Europa
Ponto Média
Pornograffiti
Porto das Crônicas
Por Tu Graal
Portugal dos Pequeninos
Do Portugal Profundo
Povo de Bahá
PS Ajuda
PS Belém
PS Lumiar
Publicista
Pura Economia
Puro Arábica

<- Q ->
Quarta República
Quase em Português

<- R ->
RandomBlog02
The Record Keepers
Regi Linda
Relações Internacionais
Respirar o Mesmo Ar
O Restaurador da Independência
Retórica
Retorta
Revisão da Matéria
Rititi
A Rosa
Rua da Judiaria

<- S ->
Santa Terrinha
Saude, SA
Sem Estrada
Setairis
Sinais Tortos
Sobre o Tempo que Passa
Solidariedade e Cidadania
A Sombra da Bananeira
A Sombra do Convento
SOS Acriticismo
Substrato
Suspeitix

<- T ->
Tasquinha
Tempo dos Assassinos
O Tempo das Cerejas
Timshel
Tomar
Tomar Partido 2
Toxana
Tralapraki
31 da Armada

<- U ->
Último Reduto
Ultraperiférico

<- V ->
Vento Sueste
Véu da Ignorância
A Vida Breve
Vida das Coisas
25 centímetros de neve
VoxBlogs Magazine
A Voz do Povo


RIP
<- A ->
Abnegado
Abrir Lisboa
Adufe
Água Lisa (0) (Bota Acima)
Água Lisa (1)
Água Lisa (2)
Água Lisa (3)
Água Lisa (4)
Água Lisa (5)
<- B ->
Barnabé
Blogolento
Bombyx Mori
<- C ->
O Carimbo
Cidadania Europeia
Cidadão Livre
Cidadãos por Lisboa
<- D ->
O Desenvolvimento Sustentável
<- E ->
O Espectro
Estaleiro
<- F ->
Forum Cidade
<- G ->
Guterres 2006
<- J ->
Janela para o Rio
Jaquinzinhos
O Jumento (Blogdrive)
<- M ->
Manuel Alegre Campanha
Manuel Alegre-Alargar a cidadania
Manuel Alegre - O Quadrado
Manuel Alegre(SG-PS)
<- P ->
O País Relativo
O Pastelinho
Penduras (antigo)
Pulo do Lobo
<- S ->
SIM (Portal)
De Socas nos Pés
Super Mário
<- T ->
Ter Voz
Terras do Nunca
Tratado da Constituição Europeia
<- W ->
Westerpart
<- V ->
Victum Sustinere
Viva Espanha
Votaria SIM
Vozeirão Virtual
<- X ->
Xicuembo


Portal do Governo - Programa XVII Governo (PDF)
- Programa Eleitoral PS (PDF)

Presidência da República

Comissão Nacional Eleições . TuCows

C/Net . TuCows

Apdeites . PTbloggers

You Tube . Metacafe

BlogPulse . BlogIceRocket

SNAP . SNAP

Google Search . Dir M Busca

Blog Search . Technorati

UEFA

More blogs about http://tugir.blogspot.com


Jiminy Cricket

Sitemeter Summary Sitemeter Referrals Sitemeter Gráfico Contador (ext) Imagens Webmail Blogger www2 Dicionario




Comunicação Social (Portuguesa)
Jornais
Açoriano Oriental
Antena 1 (P. Rolo Duarte)
A Bola
Correio da Manhã
Democracia Liberal
Destak
Diário dos Açores
Diário de Aveiro
Diário Digital
Diário Económico
Diário de Notícias
Expresso
Fábrica de Conteúdos
O Jogo
Jornal do Fundão
Jornal de Negócios
Jornal de Notícias
Lusa
O Primeiro de Janeiro
O Público
Rádio Clube Português
Rádio Comercial
Record
RTP
Sábado
Sapo XL (ver SIC directo)
SIC
SOL
TSF
TVI
TVNet
Visão
SICn ao vivo
SICn ao vivo


Comunicação Social (Estrangeira)
Jornais
Al Jazeera English
BBC
CNN
Le Figaro
Google News
Guardian Unlimited
Lisbon Times
Le Monde
El Mundo
MSNBC
NASA TV Public Channel
The New York Times
El Pais
Reuters
Time
The Times
USA Today
Veja


Outros WebSites

Ingrid Betancourt
Ingrid Betancourt

Liberdade Sequestrados FARC
Assinaturas Sequestrados FARC
Referências Sequestrados FARC

Stop Executions
Stop executions now

1º Aniversário TUGIR
1º Aniversário
Post Aniversário
Textos Blogs



2º Aniversário TUGIR
2º Aniversário
1º Post Aniversário
2º Post Aniversário
3º Post Aniversário
Textos Blogs



Jorge Sampaio
Comunicação de 2004-07-09
(Sampaio - Comunicação ao País)


Jorge Sampaio
Comunicação de 2005-03-12
(Sampaio - Posse XVII Governo)


Jorge Sampaio
Comunicação de 2004-12-10
(Sampaio - Dissolução AR)


Jorge Sampaio
Comunicação de 2005-07-17
(Sampaio - Posse XVI Governo)


José Sócrates
XV Congresso PS 2006
(Sócrates - Encerramento)


Aníbal Silva
Intervenção de 2006-03-09
(Silva - Tomada de posse)


Internacional

Tony Blair
Intervenção de 2005-06-23
(Blair - Parlamento Europeu)


Tugir em português
Magritte


online
sexta-feira, setembro 30, 2005
 
Corvo - Paula Rego[1.333/2005]
On the road [ I/IX ]

Confesso a condição:
Sou o 13º dos suplentes na Lista de Lisboa à Assembleia Municipal.
Ainda assim sou candidato a deputado municipal pelo PS/Lisboa e estou em campanha eleitoral (até ao dia 7 de Outubro). Estranho seria ser candidato e não fazer campanha.

Faço-a neste doce Tugir em português sempre e só na rubrica que escolhi:
On the Road, porque é necessário deixar o teclado e descer à rua, onde nos beliscam, onde nos apertam, onde nos aplaudem e onde nos insultam.

Para sentir os cidadãos, para sentir que o que nos move é o mesmo que faz os eleitores se mobilizarem para expressar civicamente a confiança em cada X que deixarão nos três boletins de voto, dia 9 de Outubro.
É essa a dignidade que a minha humilde participação exige.
Até lá farei neste Tugir o meu diário de campanha, observando a aflição dos que elegem, trazendo-vos a minha pele.
O jantar de hoje foi o arranque deste meu envolvimento.
Um ponto de partida para vencer o imobilismo que os últimos quatro anos trouxerem a esta Lisboa, berço que amo, cidade de luz que se tem perdido na penumbra do conformismo.
Mais uma vez pelo que acredito, On the Road.
LNT
5:30:00 da manhã . - . Página inicial . - .



quinta-feira, setembro 29, 2005
 
ePolitics - Manuel Alegre
[1.332/2005]
Manuel Alegre - ePolitics

Manuel Alegre já tem disponível (embora ainda parcialmente em construção) um WebSite de campanha. O link pode ser consultado permanentemente na coluna da esquerda do Tugir em Português.
LNT
7:40:00 da tarde . - . Página inicial . - .




 
[1.331/2005]
A diferença é que sei onde eles estão

Senão vejamos:
O da... e o da...
Quando Guterres se engasgou com os milhões e tostões foi o forró completo.
Penso que as imagens ainda estarão arquivadas em algum sítio para serem passadas quando necessário.
Agora, sem comentários, passamos a dispor de mais estas do candidato laranja à CML.
LNT
1:56:00 da tarde . - . Página inicial . - .




 
Allo Allo
[1.330/2005]
Ficções

Confesso não ter grande apetite para continuar a malhar em ferro frio e prosseguir com muito mais análises sobre as presidenciais.
Tal como há muito venho a escrever, ainda não estão reunidos todos os elementos para que essa análise seja feita e entendo que até que se possa elaborar um diagnóstico correcto, teremos de esperar.
Sem os resultados das próximas autárquicas, sem a quebra dos tabus e sem esclarecimento dos golpes de mágica que possam "andar por aí", qualquer vaticínio tem fortes probabilidades de erro.
O que se sente é existirem silêncios ruidosos na direita (vão-me desculpar a simplificação da direita/esquerda) que sabe não sobreviver a dez anos de Cavaquismo, tal como o CMC já explicou mais abaixo. Igualmente se aceita com alguma facilidade que o antigo Primeiro-ministro não quererá correr qualquer risco, pois uma segunda derrota ser-lhe-à fatal.
Por outro lado vai-se desenvolvendo a tese de que os eleitores podem estar a chegar ao ponto de querer exercer represálias sobre os Partidos (Veremos os resultados das candidaturas rebeldes às autarquias). A desilusão dos cidadãos faz com que se revejam cada vez menos nos Partidos Políticos.
Günter GrassA acontecer ao PSD o que já aconteceu ao PS, isto é, que Cavaco seja o candidato oficial do PSD e depois surja uma candidatura independente dentro dessa área, teremos um confronto entre aparelhos partidários e cidadãos que, querendo admoestar os Partidos, não estão dispostos a abdicar das suas convicções políticas.
Abrindo as portas para que se possa votar nas tendências políticas sem votar nos Partidos, havendo oportunidade de escolher entre os candidatos oficiais dessas tendências e outros da mesma área, estão criadas as condições objectivas para poderem demonstrar o desagrado sem traírem as suas convicções.
Como sobrevirão os Partidos se uma segunda volta se vier a realizar entre Alegre e Santana Portas?
Aos avisos sobre os centrões, os Partidos moderados de esquerda e de direita, fazem ouvidos moucos. Recusaram-se a ouvir que a voz popular diz todos os dias que:
são todos iguais, é tudo do mesmo.
Agora veremos o que aí vem.
Por tudo isto prefiro não avançar muito mais em análises, até porque por profissão sei que as análises eficazes só são possíveis com o conhecimento de todas as premissas.
E como a imaginação é fértil, para rematar, até deixo o mais absurdo de todos os cenários que seria o da direita entender que nos próximos cinco anos lhe seria tolerável ter, por mais uma vez, um Presidente da República da área do PS (Dependendo dos resultados eleitorais do próximo dia 9 de Outubro).
A manter-se o actual cenário de candidatos ou apresentando-se um candidato fraco à direita, teríamos o quê?
LNT
1:47:00 da manhã . - . Página inicial . - .



quarta-feira, setembro 28, 2005
 
Lyndie England[1.329/2005]
Má sorte nascer mulher

A soldado Lyndie England foi condenada a três anos de prisão. A acusação desenvolveu a estratégia baseada no moralismo. Acusou-a, pois não podia deixar de ser, de ser a figura base das sevícias, aproveitando o facto de, como não podia deixar de ser, ela se ter tornado no símbolo do escândalo de Abu Ghraib.
Nem podia deixar de ser.
Dos outros oito (foram só nove nesta guerra?) dois foram já condenados e seis aguardam julgamento.
Leia-se a notícia e perceba-se. No despacho que tudo isto informa, de nove envolvidos, só um tem nome.
Por ser mulher, como não podia deixar de ser.
LNT
12:43:00 da tarde . - . Página inicial . - .




 
Landing[1.328/2005]
Tráfico de influências

Cá andamos nesta vidinha, como todos, a ver se nos safamos. Também, caramba, se há gente de conta recheada para lá dos Alpes que se candidata aos votos e está bem colocado para ganhar e outras que aproveitam para ir tratar da pele e das rugas enquanto a justiça esfrega um olho, porque não haveria de tratar da minha? Afinal não tenho táxis nem sou pato-bravo, não é?
Cá está, um fim-de-semana em Porto Côvo já está assegurado. Quanto a umas férias em Alfragide ou em Santa Catarina, nada, agradecimentos e assim, mas nada de substancial.
Também os senhores do CCB ou não leram o Post sobre Thielemans ou andam-se a fazer de distraídos.
Como dizia no princípio, cá vamos fazendo pela vidinha.
Pode ser que o Jaquinzinho me ofereça aquela foto da rosa, ou o Cordeirinho dos remédios me dê um caixote de genéricos. Agora que vamos ter um free shop de aeroportos para low cost (que bem que falam inglês estes Ministros que não comentam os desejos dos seus Secretários-de-Estado) fazia-me falta uma catrefa de comprimidos para o enjoo e outra de rennies para ver se não apanho uma úlcera no estômago.
É a nossa vidinha, há que fazer por ela.
LNT
1:55:00 da manhã . - . Página inicial . - .




 
Google[1.327/2005]
No 7º aniversário do Google

Uma estória de sucesso.
LNT
1:26:00 da manhã . - . Página inicial . - .




 
Fotografia João Caetano Dias[1.326/2005]
Fantástico mundo virtual

Andamos aqui pela Blogos, falamos uns com outros, muitas vezes por meias palavras, outras por palavras maiores do que devíamos e nem sempre nos apercebemos de todas as valias que este mundo virtual trás para toda a comunidade.
Convido-vos a visitar (Conhecimento via Adufe) a galeria das excelentes fotografias que João Caetano Dias, o famoso JCD do finado Jaquinzinhos, continua a publicar para nosso bem.
Obrigado JCD e um abraço.
LNT
12:01:00 da manhã . - . Página inicial . - .



terça-feira, setembro 27, 2005
 
Porquinho da india dançante[1.325/2005]
Vai-te embora ó melga

Ufa!
Até que enfim que o Carlitos foi para férias. Afinal nem tudo são más notícias.
Porquinhos-da-India ao poder!
Porquinhos sim, igualdade (pelo menos completamente igual) não!
Espero que tenhas boas-férias. (Quando lá chegares manda saudades, que foi coisa que aqui não deixaste).
Ciau CMC, até à volta.
Tobias
8:11:00 da tarde . - . Página inicial . - .




 
Magritte

[1.324/2005]
É tempo de parar

O TUGIR passará nos próximos tempos a ser escrito por duas mãos. O blogue fica mais do que bem entregue ao Luís.
Está na altura do teclado apanhar pó, as teclas deixarem de ter agitação e o escriba mudar de ares e manter-se distante deste universo durante uns dias.
Espera-se, a bem da saúde pública, que os ratitos não andem por aqui a escrever.
CMC
6:50:00 da tarde . - . Página inicial . - .




 
Alemanha[1.323/2005]
A grande coligação

Está à beira de se firmar a grande coligação na Alemanha. Resta apurar o nome do Chanceler, que deverá ser da CDU, devido aos resultados eleitorais.
Oxalá me engane, contudo este será o pior desfecho para a Alemanha e, por consequência, para a Europa.
Os dois grandes partidos de poder, que deviam alternar entre si, juntam-se com o intuito de salvar a Alemanha. Mas será que eles se salvam a si?
Quando as políticas de um se esgotarem, o outro também estará desgastado.
O que vale é que na política nunca existe espaço para o vazio e aí estarão os pequenos partidos à espreita. Todavia será preocupante se as forças políticas com posições do século XX continuarem a subir.
Pensar que as almofadas sociais do Estado podem continuar como vigoravam no pós-II guerra é um erro, mas também será um desastre, para a Alemanha e para a Europa, descartar a intervenção social do Estado.
As políticas sociais (e económicas) carecem de profundas mudanças, não de fim.
CMC
6:34:00 da tarde . - . Página inicial . - .




 
Freguesia Santa Catarina[1.322/2005]
Santa Catarina

Acabo de tomar conhecimento do blogue do PS à freguesia de Santa Catarina, em Lisboa.
A referência não teria grande pertinência se não se tratasse da candidatura de uma das melhores autarcas da cidade de Lisboa.
A candidata socialista, e actual Presidente da Junta, Irene Lopes, que se apresenta a novo mandato, tem obra feita e reconhecida por todos, independentemente das opções políticas de cada um.
Tenho inveja das pessoas de Santa Catarina. Infelizmente não tenho a Irene Lopes como Presidente da minha freguesia, porém, benefício, indirectamente, do trabalho que tem feito pela freguesia a que preside, devido à proximidade geográfica.
Acompanhada por elementos de elevada qualidade e extrema dedicação, nomeadamente o Carlos Victor e a Maria Augusta, de certeza que a freguesia de Santa Catarina terá uma excelente equipa na Junta de Freguesia no próximo mandato.
Bom trabalho!
CMC
6:15:00 da tarde . - . Página inicial . - .




 
Medicamentos[1.321/2005]
Medicamentação, precisa-se (Act.)

O debate de ontem nos Prós e Contras versou a Saúde nas questões relacionadas com as farmácias e a comercialização dos medicamentos.
O painel principal foi composto pelo Ministro da Saúde, um Professor de Economia especializado na área de negócios dos medicamentos, o Presidente da Associação das Farmácias e o Bastonário da Ordem dos Médicos.
O circo montado dispunha igualmente de mais três interventores (Utentes, Indústria e Defesa do Consumidor) e de uma plateia formada por claques holliganisadas, destinadas a secundar as intervenções dos membros do painel em palco.
Foi interessante observar apoliticamente o desempenho de cada um dos intervenientes, principalmente o nível do despique entre o Presidente da Associação das Farmácias com todo o restante painel, em especial com o Ministro.
Quando falamos dos lobies instalados esquecemos, quase sempre, alguns poderosos.
Em relação à "corporação Farmácias" ficou ontem bem entendida a soberba retratada pela arrogância, brejeirice, insinuação e processo de intenções de que o seu representante foi baluarte.
O desrespeito desta gente perante o poder democrático da República demonstra bem o à-vontade quase mafioso atingido.
Admite-se e espera-se frontalidade e até irreverência, mas não é aceitável que estes feudos de "poder de classe" nem já respeitem as mais elementares regras de boa educação.
Perdeu-se o bom senso em Portugal.
LNT
(Act.) - Aconselha-se a leitura deste Post do Xavier no Saúde SA
1:32:00 da tarde . - . Página inicial . - .




 
Magritte
[1.320/2005]
Tiro para lacerar o pé!

Que desculpa mais esfarrapada.
Há uns meses anunciava-se, a alta velocidade, com pompa e circunstância, a apresentação do projecto em Setembro. Tudo seria explanado e corroboraria a pertinência (inexistente) da obra.
O mês, de Setembro, está a acabar e o trabalho de casa, que é moroso, não foi feito a tempo.
Argumenta-se com questões de agenda, mas não é este ponto um dos mais fortes da agenda?
Sinceramente, há tiros no pé que se podiam evitar.
CMC
1:24:00 da tarde . - . Página inicial . - .




 
cravo[1.319/2005]
O fim constitucional do pinochismo

A nova Constituição chilena coloca um ponto final nos senadores vitalícios e reconhece a diversidade dos autóctones.
Uma Constituição do século XXI, como refere o Presidente, que não permite salvaguardar autocratas.
Ricardo Lagos sai da presidência chilena com o trabalho constitucional feito.
CMC
7:15:00 da manhã . - . Página inicial . - .




 
UE/Turqia[1.318/2005]
A adesão indispensável

A poucos dias do começo das negociações da adesão da Turquia à UE, a ronda de conversações começa a ser manobrada consoante os interesses dos adeptos e opositores, e as negociações podem não chegar a bom porto. Do ponto de vista de quem defende a integração.
O Governo britânico, defensor da adesão turca, na qualidade de presidente em exercício da UE, deverá ter algumas dificuldades na condução dos trabalhos.
A recente posição do Governo austríaco, de não querer a Turquia na União, e o debate que recrudesce de intensidade em França, pelo menos no seio do Governo e do partido que suporta o poder em França, defendendo, por um lado, o chefe da UMP e Ministro do Interior, a não entrada e, por outro, Monsieur Jacques, ainda que dúbio, apoiando a adesão de Ancara, causam divisões. Sem esquecer, obviamente, a Alemanha, que entre o impasse eleitoral e a quase inevitável grande coligação, acaba por mostrar a primeira e grande diferença entre os dois grandes partidos. A CDU opositora e o SPD defensor da entrada da Turquia.
A adesão da Turquia à UE é o grande e talvez decisivo teste ao projecto europeu. Mas maior será o erro de não abarcar a Turquia no seio da União.
A exclusiva orientação religiosa, isto é, excluir a Turquia só por ser um país onde a maioria das pessoas são muçulmanas, afecta o discernimento que os dias de hoje não podem dispensar.
CMC
6:35:00 da manhã . - . Página inicial . - .




 
Porto Côvo - Sines
[1.317/2005]
Grande Miguel!

Ando para aqui a falar há algum tempo de autarquias e quase me esquecia de mandar um grande abraço ao amigalhaço de sempre, ao Miguel Ribeiro, que anda nas listas de Porto Côvo à espera de ser reeleito.
Como hoje se iniciou a Campanha Eleitoral, aqui fica o meu primeiro apelo ao voto:
Para a Freguesia de Porto Côvo não tem nada que saber.
VOTE PS.
Eleja o Miguel. Todos temos a ganhar.
Força Miguel e beijinhos às meninas.
LNT
1:52:00 da manhã . - . Página inicial . - .




 
Batata Quente[1.316/2005]
Das batatas quentes

Pegue no tubérculo e, suavemente para não ferir a polpa, retire-lhe a pele em movimentos cadenciados.
Abra o exemplar enquanto que, com ligeiros sopros, procede uniformemente ao arrefecimento externo contendo-lhe o suco, preservando a textura e evitando a flacidez do legume.
Verta a manteiga derretida levemente apaladada com noz-moscada sobre as partes, salpique-as com aromas tradicionais, atomate e afiambre.
Conforme o gosto, junte (ou não) a coentrada.
Una as metades e cubra com uma fatia de queijo.
LNT
Nota: Nunca tente meter, por inteiro, uma batata quente na boca. As queimaduras serão tanto maiores quanto as dentadas que lhe desferir.
12:01:00 da manhã . - . Página inicial . - .



segunda-feira, setembro 26, 2005
 
Portugal
[1.315/2005]
País pobre

Um país que vive de vergonhosos casos autárquicos. Um país que discute nomes e ajustes de contas, numa eleição presidencial. Um país que não tem rumo. Um país que não sabe o que quer nem para onde vai.
Um país pobre não é o que tem pouco dinheiro no bolso, um país pobre é o que tem vistas curtas.
CMC
7:11:00 da tarde . - . Página inicial . - .




 
Bertie Ahren/Tony Blair[1.314/2005]
Dia histórico para o Ulster

Nem tudo neste planeta é mau. E quando a política é exercida com a finalidade de servir o bem comum, não procurando excluir, só os políticos determinados atingem o seu desiderato.
Ao fim de três décadas, as armas calam-se na Irlanda do Norte.
Obviamente que ainda poderá existir alguns radicais que nunca desejariam a paz, ou pelo menos esta paz, e podem provocar alguns distúrbios.
Todavia, o Exército República Irlandês (IRA) está desarmado.
Quando a paz nos seis condados da Irlanda do Norte era impensável, antes de 1997, no período em que Governo britânico (conservador) nada fez para procurar a paz, momentos houve em que acicatou a divisão entre católicos e protestantes, felizmente, o Governo de Tony Blair adoptou uma postura completamente diferente e guiou a sua postura no sentido de alcançar a Paz. Tal foi possível devido à perseverança e determinação, sentando à mesa todas as partes.
Importa, neste momento, recordar o trabalho desenvolvido pela antiga responsável britânica Mo Mowlam, recentemente desaparecida.
Os Governos britânico e irlandês fizeram um bom trabalho.
Hoje é um dia histórico para a Irlanda do Norte.
CMC
P.S.- How long must we sing this song? A memória deve prevalecer. Felizmente tudo tende a indicar que a canção perdeu validade.
6:52:00 da tarde . - . Página inicial . - .




 
Tugir
[1.313/2005]
Tantos ais!

Sobre a apreciação de Marcelo ontem na Um?
Só posso dizer, tentando não ser rude com a passividade mansa de Ana, que foi recolhido, medido e analisado, o líquido verde que escorria do canto inferior direito da televisão.
Quase um litro e a análise do viscoso indiciou veneno.
Ai, se o Senhor dos Tabus se queda por Boliqueime!
Ai, se o combate da direita for entre Marcelo e Santana Portas!
LNT
2:12:00 da tarde . - . Página inicial . - .




 
Günter Grass[1.312/2005]
As alegrias da vida

Enquanto o meu Camarada Carlos se ocupa da globalização, o que faz bem, até porque o sabe fazer bem (e nem só de interiores vive um Blog), eu prefiro manter o meu texto, embora em tempo de autárquicas, num registo mais ALEGRE.
Isto porque a poesia, que muitas vezes nos transporta à nostalgia, muitas outras nos deixa felizes por sermos verdadeiros impulsionando-nos para o que de melhor somos capazes.
Sabe-se, caro Rui 2, que o pragmatismo é a moda em voga e que o dinheiro comanda o Mundo.
Sabe-se, companheiro Asno, que a poesia parece muitas vezes irracional. Que é muito mais fácil seguir pelos trilhos do comodismo e atirar para os outros as nossas responsabilidades, do que manter em coerência os princípios de vida.
Sabe-se, Camarada Louçã, que a rima de alguma poesia não alinha com a demagogia politicamente correcta (e alinhada, ou combinada, será?) assim como Joana não rima com Francisco.
Sabe-se, Camarada Jerónimo, que as estrofes desta democracia atemorizam os que exercem o poder pela imposição. Os maus exemplos abanam-lhes as estruturas, não é?
Sabe-se, tantos outros, e é tão engraçado ler e ouvir nesses tantos o permanente ataque aos seus concidadãos alinhados na cidadania que os faz participar activamente na política, serem agora os primeiros a gritar blasfémias pedindo a morte dos que se afirmam diferentes. (a fúria dos saneamentos...)
Sabe-se meus caros, todos, que o não alinhamento, como o não emparelhamento dos poetas, dos que não têm medo, causam engulhos nas quadras, principalmente se quadradas, e provocam nos menos preparados a vontade das fogueiras públicas para queima dos escritos malditos.
Há muitas formas de se conseguir as trinta moedas mas sentimo-nos bem quando resistimos a estender-lhes a mão.
Faz-nos Alegres!
LNT
12:49:00 da tarde . - . Página inicial . - .




 
Fujimori
[1.311/2005]
Inexistência de pudor

O senhor saiu do país onde foi Presidente por causa da corrupção. A podridão atingiu tal ponto que a queda era inevitável.
Escapuliu-se à Justiça e o cão-de-guarda do antigo Presidente, o homem forte das secretas, acabou por apanhar uma pena que também é merecida pelo desertor.
A residir no Japão, onde se refugiou, para não se submeter à Justiça, o antigo Chefe de Estado quer regressar brevemente ao Perú para se apresentar na eleição presidencial do próximo ano.
Diz que tem as mãos limpas e as contas do Panamá podem ser vasculhadas.
Se calhar já as limpou. Como ordenam as boas maneiras, antes de receber, a casa deve estar limpa.
Para quem vive no Japão, segundo consta com a protecção da poderosa máfia nipónica, toda a candura de inocente não colhe minimamente, tendo em conta, sobretudo, os antecedentes.
E, se regressar, não me admiro nada que venha a ganhar a eleição presidencial.
CMC
7:55:00 da manhã . - . Página inicial . - .




 
Polónia
[1.310/2005]
A enfermidade da democracia polaca

É preocupante, quando um país conquista a democracia e poucos anos passados, 16, a afluência às urnas queda-se nos 38%.
É evidente que não se deve escamotear a corrupção, por parte de pessoas ligadas ao antigo poder comunista presentemente travestidos de sociais-democratas, que saem do poder e ficam, merecidamente, reduzidos a uns míseros 11%.
Veremos o que o futuro Governo, formado por liberais e conservadores, vai fazer por um dos grandes Estados europeus. Perspectivam-se algumas divergências de fundo, que ainda não estão muito patentes, nomeadamente a integração europeia.
A democracia precisa de saúde na Polónia.
CMC
6:08:00 da manhã . - . Página inicial . - .




 
Rui Perdigão
[1.309/2005]
Blog da semana

Esta rubrica iniciada no corrente mês fez referência, na semana passada, ao excelente O Jumento (Hombre, Alegre-se!).
É agora tempo de indicar o Two Be (2 Be), um Blog de Rui Perdigão.

Rui Perdigão é nosso conhecido de outros e antigos contextos ligados às artes do desenho e da pintura e aos ofícios com elas relacionadas.
É também um cúmplice amigo de outras e antigas caminhadas no trilho da solidariedade e da fraternidade.
Já lhe conhecíamos cultura, qualidade e bom gosto. Ficamos agora a conhecer-lhe igualmente a fluência na escrita e o sentido crítico que nunca deixa de inscrever nos seus Posts.
Bem-vindo, Caro Rui, a esta modesta lista do Tugir em português.
LNT & CMC
2:49:00 da manhã . - . Página inicial . - .



domingo, setembro 25, 2005
 
ex-Primeiro
[1.308/2005]

Agora é bem possível
Por cinco motivos mais um

Agora sim, meu caro Luís Cepeda, começo a não ter tanta convicção e penso que pode surgir mais do que uma candidatura presidencial da área da direita.
Depois da nossa última conversa, em que manifestei o meu ponto de vista, de já não acreditar numa candidatura do ex-alcaide e actual deputado, presentemente, com mais uma candidatura da esquerda no terreno (quatro), talvez o ex-Primeiro, que neste período suspendeu o mandato de parlamentar, possa estar a preparar nos bastidores uma candidatura a Belém. Como ambicionava há dois anos, realce-se este ponto.
Afinal, para que quer ele 50 dias de suspensão. Quase dois meses?
Ao fim e ao cabo, ele tem pouco a perder neste momento. Pelo contrário. Pode ser o seu passaporte de mais uns anos no activo.
A sua imagem, ainda que ofuscada pelo escasso período governativo, (já) não está tão denegrida quanto isso.
Primeiro, passaram alguns meses e com o actual ritmo mediático, todas as trapalhadas cometidas parecem pertencer a um passado distante. Foi só há meio ano.
Segundo, como é da sua natureza e raciocínio, arranjará argumentos das atitudes do actual Governo, por que as tem (casos das nomeações ou da saída do Ministro da Fazenda), e vitimizar-se-á, como é seu timbre, de modo a realçar que ele foi escorraçado injustamente do poder.
Terceiro, há uma fatia do eleitorado de direita, nomeadamente a afecta ao ex-Primeiro e ao antigo titular da Guerra, que não suporta minimamente o Professor de Boliqueime. Grupo de pessoas que está, neste momento, sem candidato. E sabe o que lhe poderá acontecer politicamente se o Professor de Boliqueime ganhar.
Quarto, e não menos despiciendo, ele gosta de estar debaixo dos holofotes.
Objectivo de uma candidatura presidencial? Simplesmente impedir a vitória do Professor de Boliqueime. Porquê? Caso o Professor de Boliqueime vença, é mais uma década de política cristalizada, em que ele, e a geração de um conjunto de políticos de direita, se sujeitam a desaparecer do mapa político. A idade não perdoa. Por outro lado, aproveita o momento e testa a popularidade nas urnas.
Recuperando a numeração anterior, falta acrescentar outro ponto, o quinto, que se prende com a hipótese de um candidato da esquerda vencer. Nesse caso, o Presidente eleito só deverá cumprir um mandato, isto significa: parte da direita preferirá cinco anos de deserto político, durante os quais se organizará, a uma década de presidência boliqueimista, que pode conduzir ao fim da vida política de alguns dos últimos governantes de direita que ainda aspiram (re)conquistar o poder.
Sexto (ponto que neste momento é pertença da agenda das calendas, e que só entrará na ordem do dia se o Professor de Boliqueime perder), caso a esquerda vença as presidenciais, as seguintes servirão de ajuste de contas com o senhor que decidiu rumar a Bruxelas (ao mesmo tempo que procurava queimar a carreira política de quem mais ambicionava há alguns anos, isso era visível e esperado em Julho de 2004 - estava escrito nas estrelas).
Melhor do que ninguém, parte da direita joga o seu futuro nas presidenciais de 2006. Por isso, caso surja essa candidatura, provavelmente o desfecho das eleições torna-se imprevisível.
Veremos como correm os ventos políticos após as autárquicas.
CMC
6:52:00 da manhã . - . Página inicial . - .




 
welcome back[1.307/2005]
Declarações

Para início de conversa, aliás para continuação porque o início já tem uns meses, a primeira declaração é de que votaria Soares logo na primeira volta, assim como o farei se ele for o escolhido para a segunda.
A segunda declaração: Estou Alegre. Abriu-se um novo caminho de esperança para que, tanto na primeira como na segunda volta, não tenha de votar apreensivo. Na primeira escolherei o candidato que quero e na segunda votarei no que a esquerda escolher.
A terceira declaração: Respiro melhor. Voltei a acreditar que o putativo candidato forte da direita vai perder as eleições. São duas as razões para tal:
1ª - O número de abstenções na primeira volta vai baixar;
2ª - O envolvimento dos cidadãos nesse acto eleitoral vai obrigar a que os candidatos abram as guardas o que permitirá deixar mais claro o que pretende cada um deles.
A quarta e última declaração, também por pontos:
1 - Não gostaria que o silencioso possível candidato fosse professor das minhas filhas. Prefiro que as minhas filhas tenham mestres mais tolerantes e humanizados;
2 - Não considero confiável quem permitiu que os fundos destinados ao desenvolvimento nacional fossem delapidados. A aura da competência na boa gestão da coisa pública dissolve-se de imediato ao olhar para o estado a que chegou este País. Nunca como nos seus mandatos entrou tanto dinheiro em Portugal. Se fosse um bom gestor deveríamos estar ao mesmo nível da Irlanda ou da Espanha.
3 - Não lhe emprestaria o meu carro, embora tenha como certo que ele mo devolveria. Não o fazia porque o meu carro é de mudanças convencionais e penso que ele só sabe conduzir automóveis com mudanças automáticas.
4 - Não lhe entregava a gestão das minhas contas. Não por qualquer desconfiança, mas porque não gosto de tabus sobre o que me diz respeito nem lhe reconheço audácia suficiente para gerir capital de risco.
Feitas as declarações, está na hora de ir descansar. Esta noite vou dormir mais tranquilo e Alegre.
LNT
3:06:00 da manhã . - . Página inicial . - .




 
pratos
[1.306/2005]
As mudanças do: porque sim

Poucas semanas antes das eleições legislativas de 20 de Fevereiro, o Presidente da República defendia um novo sistema eleitoral para o país, que permitisse a formação de maiorias.
O sistema eleitoral não mudou e a maioria aconteceu.
Agora, em Portugal, pretende-se alterar o sistema, de modo a ficar como o alemão. O sistema, por sinal, que acaba de promover uma encruzilhada.
Já dizia Lampedusa: é preciso que tudo mude, para tudo ficar na mesma.
CMC
1:44:00 da manhã . - . Página inicial . - .



sábado, setembro 24, 2005
 
Happy [1.305/2005]
Que querem? Sinto-me feliz, sinto-me ALEGRE!
LNT

A reler: Posts [1.159] e [1.158]

Etiquetas:

9:04:00 da tarde . - . Página inicial . - .




 


[1.304/2005]
Felizmente

Na semana passada escrevi isto e, felizmente, oito dias volvidos a miragem quase impensável tornou-se real.
Felizmente.
Felizmente, deixou de se dizer Sul.
Felizmente, deixou de estar encalhado nas primeiras palavras d' Os Lusíadas.
Felizmente, saiu do quadrado.
Felizmente para Portugal.
CMC
9:00:00 da tarde . - . Página inicial . - .




 
Rui Perdigão


[1.303/2005]
Sorte a tua, que és pintor.

Azar o meu que me estou nas tintas para o Senhor dos Tabus. Mesmo quando trepa nos coqueiros com aquela habilidade inata para cair como os gatos.

E que bem gere os silêncios agora que come sem fazer ruído!

Como te dizia no princípio:

tens sorte Rui, pintar é a tua sorte.

LNT
7:49:00 da tarde . - . Página inicial . - .




 
Toots Thielemans[1.302/2005]
Assobiar (para ver se pega)

Disseram-me que o belga mais carioca/americano irá realizar, ainda este mês, um concerto no Centro Cultural de Belém.
Toots Thielemans, em escuta na companhia da saudosa Elis Regina, já actuou com quase todos os melhores jazzeiros e bossa-noveiros do mundo e é uma referência internacional destes géneros musicais o que faz adivinhar a qualidade do espectáculo de Lisboa.
Homem dos sete instrumentos, Toots, de quem Vinicius tanto gostava, transforma a harmónica num instrumento sério quando a intervala com guitarradas e assobios de afinação sem mácula. O homem nasceu para aquilo.
Depois desta publicidade não solicitada a redacção deste Tugir fica a aguardar da organização do CCB os ingressos-convite. (Só para ver se pega!)
LNT
7:12:00 da tarde . - . Página inicial . - .




 
Magritte[1.301/2005]
Análise (curta) do liberalismo

O artigo "Depois do liberalismo", de Alain Touraine, é pertinente. Contudo, a focagem na dimensão geográfica onde mais importava analisar o liberalismo, independentemente das formas que assumiu nos últimos anos, o universo anglo-saxónico, carecia de maior enfoque. Afinal é nesse mundo que o liberalismo mais pulsa, ao invés das sociedades continentais.
CMC
P.S.- Aos que se repelem com a política do actual Governo britânico, espero que não tenham um hiato na leitura: mayor intervención del Estado, en especial en cuestiones como el empleo, la sanidad y la educación.
7:09:00 da tarde . - . Página inicial . - .




 
Campanha Lisboa[1.300/2005]
Freguesias de Lisboa

Com a campanha para as autarquias a ter início na próxima terça-feira, multiplicam-se as acções de rua que, em termos de utilização das tecnologias da comunicação, da informação e do conhecimento, continuam a ser manifestamente insuficientes.
O Partido Socialista disponibiliza alguns meios mas, tal como as outras forças politicas, centram-nos nas candidaturas para a presidência da Câmara Municipal.
As campanhas para as Assembleias de Freguesia, os órgãos políticos mais próximos dos cidadãos, continuam resistentes à inovação o que é tanto mais incompreensível, quanto se sabe ser um meio fácil, barato e ecológico de interacção com os eleitores.
Agora que a Comissão Nacional de Protecção de Dados já fez o alerta para a ilegalidade de determinados aproveitamentos tecnológicos (nomeadamente o SPAM por eMail e SMS), reforça-se a teoria de que o contacto correcto se deverá processar com o recurso à Internet (WebSites e Blogs).
Ao desafio lançado pelo Tugir em português para publicação de textos só responderam, até agora, dois concorrentes a Freguesias de Lisboa, (as campanhas de São Domingos de Benfica e de Santo Condestável, curiosamente campanhas do PS) o que demonstra a insensibilidade para a importância crescente desta forma de comunicar.
Sabendo que o concurso a muitas das Freguesias de Lisboa é encabeçado por gerações mais novas, maior é a perplexidade.
Se um WebSite exige alguma complexidade na construção, um Blog de Campanha não apresenta quaisquer custos, nem dificuldades. É verdade que pode ser um pau de dois-bicos (veja-se a forma como terminou este diálogo em comentários) mas será sempre um instrumento de cidadania na mobilização e esclarecimento.
LNT

Nota 01: Por desconhecimento não indiquei no texto que a Freguesia de Santa Catarina tem igualmente um Blog que pode ser consultado em http://santacatarinalisboa.blogspot.com.

Nota 02: É indesculpável não ter referido no texto o Blog do Forum de Campo de Ourique que tem vindo há largos meses a promover as Juntas de Freguesia da sua área. Pode (e deve) ser consultado em
http://forumcampodeourique.blogspot.com.

Nota 03: Lamento especial por não ver a minha Freguesia de Carnide nestas lides virtuais.

Nota 04: Post igualmente publicado no
Blog do Forum Cidade.
4:32:00 da tarde . - . Página inicial . - .




 
blog[1.299/2005]
Será?

A confirmar-se a tese, a maioria dos portugueses precisa urgentemente de um blogue.
CMC
6:47:00 da manhã . - . Página inicial . - .




 
Magritte[1.298/2005]
Dicionário do Silêncio: Ouvir

Quando os dramaturgos nos fantasiam Neverland quedando-se na imortalidade de Peter e simulam Respirar o Mesmo Ar que nós, simples mortais quase anónimos, perscrutando os silêncios que insistimos transmitir em surdina, respondemos-lhes sempre com uma plateia muda.
Desmembramos os monstrengos nos discursos estafados sem o atrevimento de os vomitar por palavras.
Gerimos os Silêncios na inteligência desmemoriada, caro Joaquim, perdidos porque sim, ou melhor, porque não vale, nem traz valor, fazê-los escutar.
E como ouvir é o silêncio da aprendizagem, deixo-te, pai de Pan, o silêncio agri-doce de Régio, dito no cantar sem canto, inscrito ao não ir por aí.
Em silêncio com Bethânia no Coliseu de Lisboa.
LNT
3:13:00 da manhã . - . Página inicial . - .




 
Cristóvão Colombo[1.297/2005]
A outra descoberta de Colombo

Esta praga precisa de ser exterminada. E se a sua exterminação é necessária quanto antes, tanto faz que venha o Barney ou o Governador da Califórnia. Importa exterminar.
Com que então eram comidinha dos Incas. E, de vez em quando, ainda serviam como símbolos religiosos. Certamente só ganhavam essa simbologia quando estavam dentro do caldeirão.
O que não se entende, neste ratitos mais rechonchudos, é o nome. No universo verbal anglo-saxónico adquire a nomenclatura porco-da-Guiné, em português, são porquinhos-da-Índia.
É certo e conhecido que Guiné não existe só em África. O Pacífico também se familiariza com uma dessas nações, mas porque raio em português o animalzito foi baptizado como: da-Índia?
Lá temos de ir às origens, por que o indiano é da Índia e o índio é da América.
Nesse caso, sendo a proveniência da América do Sul, por que não se denomina porco-índio? E, em inglês o nome não é little pig, é pig, por isso, não faz muito sentido chamar-se porco.
Mas tudo isto ainda é pouco.
Ora, soube há pouco, pelo que li, que quem teve a culpa desta pandemia na Europa de pseudo-ratitos foram os espanhóis, que os trouxeram. Bem, mas como não tomo nuestros hermanos por tolos, os animaizitos só vieram para o Velho Continente por que alguma mais-valia representavam.
Se em matéria religiosa Espanha é devota de Roma, deste modo o ícone religioso é afastado, só encontro um motivo para o seu transporte: o manjar.
Se calhar, na mesma embarcação, de um lado vinham uns sacos de batatas e do outro uns sacos com pseudo-ratitos.
Como confeccionariam os espanhóis o prato? Por apurar.
Em suma, o pseudo-ratito acaba de confessar no texto que a sua razão de ser é só uma: ser petiscado.
Vês Rui? Eu não te disse que o tédio de uma pessoa acabava assim que se petisca este pitéu? O próprio manjar se confessou.
Afinal Colombo não descobriu só a América. Encontrou, também, um belo manjar feito à base iguarias genuinamente americanas (batatas e ratitos anafados).
CMC
3:00:00 da manhã . - . Página inicial . - .




 
Família Tobias[1.296/2005]
Este Blairiano é insuportável!

Insiste que sou um rato, como se um porquinho-da-índia não fosse um animal de pedigree e de ancestral descendência. Para que o Carlitos saiba, ainda os tugas eram árabes e já nós andávamos na boca (salvo seja) dos Incas.
Isto é tudo, como já disse lá para trás, ordinarices e mais ordinarices de gente que se não sente...(também não te safas Adufeiro das aldrabas, que bem te topo!)
Depois, confundir um animal respeitável, culto e doméstico como eu (na foto com a família) com os roedores (embora simpáticos) do País das Socas é mesmo o cúmulo.
O Filipe devia respeitar os nacionais que o acolheram e conviver com eles de forma harmoniosa uma vez que eles já lá estavam muito antes dele. Sempre seria mais útil do que se andar a fazer ao piso da Joaninha dos Carpinteiros.
Isto é perder tempo com gente que o não merece. Arrrrrg!
Tobias
Ps: Somos lindos, não somos Conceição?
2:43:00 da manhã . - . Página inicial . - .




 
Barney Bush[1.295/2005]
Para acabar com os pseudo-ratitos

Caro Rui,
O TUGIR anda infestado de ratitos que se dizem porquinhos, que até já enganam pessoas, como o LNT e a Conceição, com o paleio de roedor.
A situação está a tornar-se insustentável.
Tem de se por cobro a estes atentados à saúde pública e, sobretudo, mental.
Desde quando é que um ratito escreve num blogue?
Assim, o TUGIR vai contar com uma preciosa e experiente ajuda.
Directamente dos States para caçar esse projecto de animal murídeo, vamos contar com o grande canino da White House.
O animalzito tem de ser capturado a todo o custo, dead or alive, como ladra acertadamente o Barney!
O Filipe queixa-se dos que encontra em casa, nós apanhamos no blogue.
É uma luta de selvizações.
CMC
12:51:00 da manhã . - . Página inicial . - .



sexta-feira, setembro 23, 2005
 
Günter Grass
[1.294/2005]
Ler os sinais

O discurso de Estadista está montado.
Não deixa de ser curioso, para quem diz não querer ruído, ter aparecido em público tantas vezes nos últimos dias, praticamente uma aparição por dia.
Enquanto a esquerda ainda não quer acreditar no alçapão presidencial em que se enfiou, desleixando uma candidatura forte e credível, que precisava de ser preparada e apresentada com tempo, o Professor de Boliqueime, inteligentemente, sublinhe-se, tem vindo a fazer campanha há muito tempo.
Os pés de veludo já não enganam ninguém e agora importa ter em conta, mesmo com uma vitória quase segura e confortável por parte do ex-número um do Governo laranja, não nos devemos iludir, pois está a procurar criar-se a imagem de um salvador da Pátria, tão propícia neste momento de grande descredibilização da classe política (que tem grande colaboração dos políticos no activo, nomeadamente do Executivo).
O ideal para o candidato, que ainda não se assumiu, e que começa a ser feito tacitamente, passa pela promoção de um determinado clima social que lhe dê motivos para fazer, quando chegar ao topo do Estado, o que muito bem entender e a seu bel-prazer, de modo a que qualquer decisão que tome tenha forte apoio social.
CMC
8:46:00 da tarde . - . Página inicial . - .




 
França
[1.293/2005]
Um PS autista

O novo paradigma político francês.
O Monsieur bem podia ser o candidato presidencial da esquerda em 2007, já que o congresso do PSF de Novembro será um baque e não deverá abrir caminho a um candidato com condições de ganhar a corrida ao Eliseu.
O congresso servirá para ajustar contas.
As querelas e feridas, resultantes do Tratado Constitucional Europeu, continuam abertas. Os partidários do "sim" devem ganhar o congresso, mas os adeptos do "não" contam com mais apoio fora do partido.
Porém, enquanto os barões partidários lutam entre si, os problemas continuam a existir nas ruas, nos postos de trabalho, independentemente das discussões dos congressistas.
Espera-se que depois do esgotado e ultrapassado Monsieur Jacques a França não seja presidida pelo egocêntrico chefe do maior partido de direita.
CMC
3:55:00 da tarde . - . Página inicial . - .




 
Churchill
[1.292/2005]
Apostas, massificação e democratização

Há momentos em que se percebe quando um país fez, ou não, uma aposta na Educação e Cultura.
Mas, mesmo que a tenha feito, a diferença continua a ter se observar e residir entre democratização e massificação da Educação e Cultura.
Ninguém se espante com quatro resultados eleitorais expressivos no próximo dia 9 de Outubro.
E depois, pronto, lá vem a lengalenga de Churchill: a democracia é o pior dos sistemas...
CMC
3:06:00 da tarde . - . Página inicial . - .




 
A farda no cabide

[1.291/2005]
Ambientes de Qualidade

A Nação reclama que sejam instalados, com urgência, os ambientes de qualidade que antecederão toda e qualquer passagem à produção.
Construam-se os Jobs (for the System), importem-se as tabelas e populem-se os ficheiros.
À tecnicidade o que é da tecnicidade, aos ind-pendentes a pendência do individualismo, já que é no que está a dar.
Faça-se tudo isto com tranquilidade, ou, como dizia a Contra-informação de ontem, anunciem-se as candidaturas depois das eleições, mas não se deixem de criar os inovadores ambientes de qualidade pois os protótipos já mexem.
E vamos assistindo à festa com a colocação dos componentes neste hardware.
All rights reserved for the spin.
LNT
1:18:00 da tarde . - . Página inicial . - .




 
pudim
[1.290/2005]
Perseverança

Meu caro Luís Cepeda,
Nos últimos anos tivemos de nos sujeitar às farpas que nos lançavam no repasto. Assim que a sobremesa carecia de pedido nunca precisámos de dizer o que queríamos.
Já sabiam, os companheiros de banquete e os mordomos de serviço.
Firmes e hirtos não nos deixámos atemorizar. Continuámos fiéis ao santo pudim. Foram muitas as vezes que tivemos de fingir que os motejos dirigidos à nossa opção doce eram resultado da bela companhia líquida. Mas sabíamos que não eram. Troçavam connosco. Riam-se de nós. Mas continuámos fiéis.
Sem o expressar, rumorejávamos: perdoai-lhes Eminência, mesmo que à distância de um oceano, não sabem o que dizem.
Aquele momento, pospasto, era a única forma de demonstramos a nossa solidariedade para com uma vítima que sofria à distância.
Esta foi uma semana de alegria. O tempo veio a dar razão à nossa opção.
Agora estamos livres e já podemos escolher outra coisa!
CMC
5:00:00 da manhã . - . Página inicial . - .




 
Bloguitica[1.289/2005]
Misticismos (Act. 2)

Veremos quanto tempo falta para que o share do pachequismo o faça um adepto do Bolo Rei.
Entre a referência de outrora e o tablóide de Spin pouco falta.
Degenera-se.
Até na Blogos, é Portugal.
Santa providência!
LNT
Ref. [1.162] (algures, ali)
2. Cantando e Rindo [1.164]
12:47:00 da manhã . - . Página inicial . - .




 
Coelho[1.288/2005]
A Santinha de Felgueiras

O Carlos já o disse, talvez não tão claro como o desbocado em letra, mas di-lo-ei da mesma forma, como é timbre do não medo.
Isto é aquilo que todos quisemos que fosse.
Um paíseco comandado pela negociata da gente da Quinta da Marinha. A televisão dá dinheiro a quem sabe amealhá-lo.
Liberalismos!
A senhora de Fátima, Felgueiras, volta no seu sonípede envolta na imagem sem pecado e descende do Reino de Copacabana como se o lifting a protegesse da maldade Afonsina. Tem honras de manipulação tendo-lhe faltado unicamente a data de 13 para que a encenação fosse completa.
Notam-se as orelhinhas de quem as não consegue disfarçar.
PlayBoy no melhor da sensualidade, como o documentário que corre nas salas de Nixon Inside the deep throat.
LNT
12:00:00 da manhã . - . Página inicial . - .



quinta-feira, setembro 22, 2005
 
Reforma de Santana Lopes

[1.287/2005]
Os porcos e a igualdade

Enquanto que para uns a restrição de direitos adquiridos é imediata, para outros aplica-se no fim do contrato.
Como dizia o nosso Ministro da Defesa no Prós-e-Contras sobre a Defesa Nacional:
- Este Governo começou por limitar os privilégios dos políticos dando um sinal claro de equidade nas restrições.
Será que quis dizer na Equídeodade? *
LNT
* Se Mia Couto faz portuguesismos permita-se-me um Miaismo de cavalgadura.
Ver Post [1.284]

Etiquetas:

10:58:00 da tarde . - . Página inicial . - .




 
Magritte[1.286/2005]
Coisas que não batem bem ou...

Uma senhora chega ao país e devia ser detida. Pois fugiu à Justiça, que tem tanto de justa como de injusta. Todavia, é, apenas, acompanhada e acaba por sair em liberdade, depois de marcar presença num espaço que segundo o espírito das Leis é cego - face aos sinais que lhe fazem.
Mais tarde, a senhora fala ao país, ainda que o discurso, formalmente, se dirija a uma localidade.
Diz, a referida senhora, que assume uma candidatura, mas antes de a concretizar falou com o número um do seu partido, por sinal a formação política mor do burgo, personagem que é, também, só por acaso, o comandante da embarcação nacional.
Tudo isto parece acontecer com a maior das naturalidades.
Fica-se na dúvida, de duas uma, ou as coisas não batem bem ou batem bem de mais.
CMC
6:29:00 da tarde . - . Página inicial . - .




 
Polónia[1.285/2005]
Mérito e demérito políticos

A Polónia atravessa uma crise e em breve é convocada para escolher os parlamentares, donde resultará o futuro Governo, e o Presidente da República.
A eleição legislativa é já no próximo domingo e tudo indica que a esquerda que está no poder ficará reduzida, nas urnas, a uma expressão que nem deve atingir os dois pontos percentuais.
A direita ganhará e a esquerda ficará diminuída.
Tudo seria normal, numa situação de pura alternância. Mas no caso polaco acaba por ser algo mais do que mera alternância. A esquerda do poder cai por se ter deixado corromper. Os interesses pessoais sobrepuseram-se aos interesses nacionais.
Espera-se que o próximo Governo polaco não se guie pelos métodos e arte do Executivo cessante.
Estes vermelhos do tempo do Pacto de Varsóvia, de vestes e disfarçados de sociais-democratas são do pior. Ex-comunista arreigados deslumbrados com o capitalismo, nem a foice e o martelo nem o cifrão servem.
Perdem e perdem muito bem.
CMC
6:14:00 da tarde . - . Página inicial . - .




 
 [1.284/2005]
Jovem reforma-se

Via Adufe sabe-se que se reformou um jovem, ainda não tem 50 anos, Presidente de Câmara.
Pode encontrar o nome do autarca (que eu saiba já não o é) na 16ª página, entre um soldado e um marinheiro (ficheiro pdf).
Fica a questão, depois de vista a lista de novos pensionistas, como conseguem os dois últimos sobreviver com aquelas pensões?
CMC
4:32:00 da tarde . - . Página inicial . - .



This page is powered by Blogger. eXTReMe Tracker