Magritte
Search e Contactos
Blogger

Feed Tugir Google Reader
Google


View blog authority

Home Page
Página Principal


Portugal

Mail@Mail:
Geral Tugir
Luis Novaes Tito [LNT]
Carlos Manuel Castro [CMC]


Portugal 2007



Arquivos
Janeiro 2004

Fevereiro 2004

Março 2004

Abril 2004

Maio 2004

Junho 2004

Julho 2004

Agosto 2004

Setembro 2004

Outubro 2004

Novembro 2004

Dezembro 2004

Janeiro 2005

Fevereiro 2005

Março 2005

Abril 2005

Maio 2005

Junho 2005

Julho 2005

Agosto 2005

Setembro 2005

Outubro 2005

Novembro 2005

Dezembro 2005

Janeiro 2006

Fevereiro 2006

Março 2006

Abril 2006

Maio 2006

Junho 2006

Julho 2006

Agosto 2006

Setembro 2006

Outubro 2006

Novembro 2006

Dezembro 2006

Janeiro 2007

Fevereiro 2007

Março 2007

Abril 2007

Maio 2007

Junho 2007

Julho 2007

Agosto 2007

Setembro 2007


Apontadores, Alojamentos e Ferramentas
APDeites
APDSI
Blogo
Blogopédia
Blogs no Sapo
Blogservatório
Dead Links
Directório Paralaxe
Frescos
Gartner
NewsFeeder
Posto de Escuta
Trackback
Weblog.com.pt/


Para saber...
Destakes . Today's Front Pages

Estudos sobre o Comunismo
Opus Dei
Grande Oriente Lusitano
News Feed




Blogs

<- A ->
Abencerragem
Abjurado
Abrangente
Abrigo de Pastora
Abrupto
Absolutamente Ninguém
Absorto
Abstracto Concreto
Actos Irreflectidos
Adufe 4.0
Africanidades
Água Lisa (6)
Aguarelas de Turner
Alberto Velasquez
Aldrabas, Batentes e Fechaduras
Alfragide XXI
Algures Aqui
Aliviar o Pensamento
Almocreve das Petas
Um Amor Atrevido
Amicus Ficaria
O Amigo do Povo
Anarca Constipado
Arcádia
Ardelua
Arrastão
Arroios
A Arte da Fuga
Arte de Opinar
O Artolas
Aspirina B
Atento
Atribulações Locais
Átrium
Avatares de um Desejo
Avenida Central
Axonios Gastos

<- B ->
A Barbearia do Senhor Luís
Bazonga da Kilumba
Bem pelo contrário
Bica e Bagaço
Bichos Carpinteiros
O Bico de Gás
Bisca dos 9
Blasfémias
Blogame Mucho
Blogdozé
Blog Operatório
Blogotinha
Bloguítica
Blue Lounge
Bomba Inteligente
Bonfim
Briteiros
Butterflies & Fairies

<- C ->
O Cachimbo de Magritte
Caetera
Cais da Linha
Câmara Corporativa
Canhoto
Cão com Pulgas
Carlos Alberto
O Carmo e a Trindade
Carreira da Índia
A Causa foi Modificada
Causa Liberal
Causa Nossa
Mas Certamente que sim
Cinco Dias
Claro
Click Portugal
Cogitando
Confraria das Bifanas
Congeminações
O Condomínio Privado
Contra Capa
Corta-Fitas
Crítico
Crónicas Alfacinhas

<- D ->
Dar a Tramela
Descrédito
Despertar da Mente
A Destreza das Dúvidas
Destak
Devaneios Desintéricos
2 + 2 = 5
2 Dedos de Conversa
Defender o Quadrado
Dia da Espiga
O Diplomata
DoteCome Blog
- 273,15º C

<- E ->
Economia & Finanças
Elba EveryWhere
E.N 101
Ensaio Geral
Errante
Escaninho
O Escudo
Espumadamente
Esta Lisboa que eu Amo
Estrada Poeirenta
Estranho Estrangeiro
Expresso Conspiracy
Expresso Direcção

<- F ->
Faccioso
Fayal
Faz-te ao Largo
Filhos Perdidos
Fim de Semana Alucinante
Food-i-do
Foram-se os Anéis
A Forma e o Conteúdo
Forum Campo de Ourique
Forum Cidadania
Forum Comunitário
Freelance
French Kissin'
Fumaças
O Futuro Presente

<- G ->
Galo Verde
Gazeta Lusitana
Geração Rasca
Gestão/Marketing
Glória Fácil
Grande Loja Queijo Limiano

<- H ->
Há Mouro na Costa
Hoje há Conquilhas
O Homem do Leme

<- I ->
Ideias Soltas
Ilhas
A Ilusão da Visão
In Absentia
Inclusão e Cidadania
Incoativo
Incontinentes Verbais
Insinuações
O Insurgente
A Insustentável Leveza
Íntima Fracção

<- J ->
Jardim de Luz
JNPDI
João Soares
Jornalismo e Comunicação
JS Famalicão
JS Tomar
O Jumento

<- K ->
Klepsýdra
Kontrastes 2.0
Kontratempos

<- L ->
Lapas do Almonda
Legalices
A Lei do Funil
Letras com Garfos
LiBlog
Linha de Cabotagem
Linha de Conta
Lisboa Lisboa
LisbonLab
Lisbon Photos
Da Literatura
Lóbi do Chá
Loja de Ideias
Luminiscências
Lusofin
Luz e Dias

<- M ->
Macroscópio
Mader Focar
Mais Actual
Malaposta
Manos Metralhas
Mar Salgado
Margem Esquerda
Margens de Erro
Marquesa
Marretas
Ma-Shamba
Mau Tempo no Canil
Meia Laranja
Meia Livraria
Memória Virtual
Minha Rica Casinha
Miniscente
Miranda e Eu
Miss Pearls
Mitos Rurais e Urbanos
O Mocho II
A Montanha Mágica
Mudar a Máquina do Estado...
Muito cá da Casa
O Mundo Perfeito
Mundo Pessoa
Murcon
Murro no Estômago

<- N ->
Nada mais Claro
Nelsu, uma preta!
Nimbypólis
A Nossa Rádio
Os Nossos Queridos Jornalistas Desportivos
Notas ao Café
Notas Verbais
Nova Floresta

<- O ->
Objectiva 3
Ocasionalidades
Office Lounging
Oito Cinco Oito (858)
Ondas 3
On the Road Again
Opinar para Avançar
A Origem das Espécies

<- P ->
Palavras de Ursa
Pantalassa
A Par e Passo
A Partir de Inglaterra
Passado/Presente
Os Pássaros
Pé de Meia
Pedro Santana Lopes
Penamacor
Penduras
Pensamentos
Pequenos Nadas
O Perdigueiro
O Plagiário
Poeta sem poesia
Poetry Café
Política Maluca
Eu sou o Politicopata
Ponte Europa
Ponto Média
Pornograffiti
Porto das Crônicas
Por Tu Graal
Portugal dos Pequeninos
Do Portugal Profundo
Povo de Bahá
PS Ajuda
PS Belém
PS Lumiar
Publicista
Pura Economia
Puro Arábica

<- Q ->
Quarta República
Quase em Português

<- R ->
RandomBlog02
The Record Keepers
Regi Linda
Relações Internacionais
Respirar o Mesmo Ar
O Restaurador da Independência
Retórica
Retorta
Revisão da Matéria
Rititi
A Rosa
Rua da Judiaria

<- S ->
Santa Terrinha
Saude, SA
Sem Estrada
Setairis
Sinais Tortos
Sobre o Tempo que Passa
Solidariedade e Cidadania
A Sombra da Bananeira
A Sombra do Convento
SOS Acriticismo
Substrato
Suspeitix

<- T ->
Tasquinha
Tempo dos Assassinos
O Tempo das Cerejas
Timshel
Tomar
Tomar Partido 2
Toxana
Tralapraki
31 da Armada

<- U ->
Último Reduto
Ultraperiférico

<- V ->
Vento Sueste
Véu da Ignorância
A Vida Breve
Vida das Coisas
25 centímetros de neve
VoxBlogs Magazine
A Voz do Povo


RIP
<- A ->
Abnegado
Abrir Lisboa
Adufe
Água Lisa (0) (Bota Acima)
Água Lisa (1)
Água Lisa (2)
Água Lisa (3)
Água Lisa (4)
Água Lisa (5)
<- B ->
Barnabé
Blogolento
Bombyx Mori
<- C ->
O Carimbo
Cidadania Europeia
Cidadão Livre
Cidadãos por Lisboa
<- D ->
O Desenvolvimento Sustentável
<- E ->
O Espectro
Estaleiro
<- F ->
Forum Cidade
<- G ->
Guterres 2006
<- J ->
Janela para o Rio
Jaquinzinhos
O Jumento (Blogdrive)
<- M ->
Manuel Alegre Campanha
Manuel Alegre-Alargar a cidadania
Manuel Alegre - O Quadrado
Manuel Alegre(SG-PS)
<- P ->
O País Relativo
O Pastelinho
Penduras (antigo)
Pulo do Lobo
<- S ->
SIM (Portal)
De Socas nos Pés
Super Mário
<- T ->
Ter Voz
Terras do Nunca
Tratado da Constituição Europeia
<- W ->
Westerpart
<- V ->
Victum Sustinere
Viva Espanha
Votaria SIM
Vozeirão Virtual
<- X ->
Xicuembo


Portal do Governo - Programa XVII Governo (PDF)
- Programa Eleitoral PS (PDF)

Presidência da República

Comissão Nacional Eleições . TuCows

C/Net . TuCows

Apdeites . PTbloggers

You Tube . Metacafe

BlogPulse . BlogIceRocket

SNAP . SNAP

Google Search . Dir M Busca

Blog Search . Technorati

UEFA

More blogs about http://tugir.blogspot.com


Jiminy Cricket

Sitemeter Summary Sitemeter Referrals Sitemeter Gráfico Contador (ext) Imagens Webmail Blogger www2 Dicionario




Comunicação Social (Portuguesa)
Jornais
Açoriano Oriental
Antena 1 (P. Rolo Duarte)
A Bola
Correio da Manhã
Democracia Liberal
Destak
Diário dos Açores
Diário de Aveiro
Diário Digital
Diário Económico
Diário de Notícias
Expresso
Fábrica de Conteúdos
O Jogo
Jornal do Fundão
Jornal de Negócios
Jornal de Notícias
Lusa
O Primeiro de Janeiro
O Público
Rádio Clube Português
Rádio Comercial
Record
RTP
Sábado
Sapo XL (ver SIC directo)
SIC
SOL
TSF
TVI
TVNet
Visão
SICn ao vivo
SICn ao vivo


Comunicação Social (Estrangeira)
Jornais
Al Jazeera English
BBC
CNN
Le Figaro
Google News
Guardian Unlimited
Lisbon Times
Le Monde
El Mundo
MSNBC
NASA TV Public Channel
The New York Times
El Pais
Reuters
Time
The Times
USA Today
Veja


Outros WebSites

Ingrid Betancourt
Ingrid Betancourt

Liberdade Sequestrados FARC
Assinaturas Sequestrados FARC
Referências Sequestrados FARC

Stop Executions
Stop executions now

1º Aniversário TUGIR
1º Aniversário
Post Aniversário
Textos Blogs



2º Aniversário TUGIR
2º Aniversário
1º Post Aniversário
2º Post Aniversário
3º Post Aniversário
Textos Blogs



Jorge Sampaio
Comunicação de 2004-07-09
(Sampaio - Comunicação ao País)


Jorge Sampaio
Comunicação de 2005-03-12
(Sampaio - Posse XVII Governo)


Jorge Sampaio
Comunicação de 2004-12-10
(Sampaio - Dissolução AR)


Jorge Sampaio
Comunicação de 2005-07-17
(Sampaio - Posse XVI Governo)


José Sócrates
XV Congresso PS 2006
(Sócrates - Encerramento)


Aníbal Silva
Intervenção de 2006-03-09
(Silva - Tomada de posse)


Internacional

Tony Blair
Intervenção de 2005-06-23
(Blair - Parlamento Europeu)


Tugir em português
Magritte


online
terça-feira, outubro 31, 2006
 
aranhaformigaaranha

[1.329/2006]
Momento americano

Vou ali e já venho, que estou farto de bruxas e duendes.
LNT
11:30:00 da tarde . - . Página inicial . - . Comentários (1)




 
Portugal[1.328/2006]
Momento lusitano

Vou ligar a televisão e ver o Chelsea jogar na Catalunha.
CMC
7:41:00 da tarde . - . Página inicial . - . Comentários (0)




 
lupa[1.327/2006]
Argumentos sem sentido

Os que um deputado da Assembleia Regional da Madeira do PPD apresenta.
Então, especula o deputado laranja, o Governo da República pretende despertar a FLAMA?
Se há alguém que tem simpatias por esse movimento não é o PS e, provavelmente, o deputado até deve conhecer quem se identifica com os princípios dessa organização.
CMC
5:18:00 da tarde . - . Página inicial . - . Comentários (0)




 
Escudo Moçambique
[1.326/2006]
Kebrabassa

O Primeiro-Ministro português e o Ministro das Finanças estão hoje pelo Maputo onde irão assinar com Armando Guebuza, Presidente da República de Moçambique o "fim dos trabalhos" que têm sido o cabo dos trabalhos nas relações entre Portugal e Moçambique.
Cahora Bassa é uma das maiores cinco obras de engenharia do continente africano, provavelmente o mais imponente monumento que o colonialismo português deixou como padrão de desenvolvimento económico, dizem uns, ou de propaganda ao Império, afirmam outros.
Seja como entenderem, certo é que a barragem de Cahora Bassa foi durante todo este tempo um ponto de discórdia e conflito entre os dois países.
Espera-se que com este acordo se abram novas perspectivas de relacionamento, inclusive económicos e que, para além da rentabilização do empreendimento, seja possível reforçar a cooperação em novos projectos que aquela hidroeléctrica ainda pode comportar.
LNT
1:27:00 da tarde . - . Página inicial . - . Comentários (0)




 
EUA[1.325/2006]
Princípio do fim?

Dentro de poucos dias, muitos norte-americanos estão convocados para votar.
Segundo as sondagens tudo tende a indicar que é o começo do fim desta Administração. Todavia, nada melhor do que a máxima de São Tomé, ver para crer, pois os Republicanos têm recuperado da desvantagem.
Depois do resultado dos Republicanos há dois anos, no Ohio, tudo é possível.
Parece que já está afastado do espírito dos Democratas a vitória esmagadora há meses prognosticada.
É tempo de preparar as presidenciais de 2008 e a corrida eleitoral de Nova Iorque deverá dar um bom sinal, com a candidata Democrata a colher mais de 60% dos votos para o Senado.
CMC
12:55:00 da tarde . - . Página inicial . - . Comentários (0)




 
seta[1.324/2006]
E o Irão?

Pelo que vi na televisão e li no jornal, hoje, da apresentação, ontem, do livro escrito por Mário Soares em parelha com o antigo responsável da UNESCO, não raras vezes a questão da intervenção militar do Iraque veio à baila na sessão de lançamento da obra.
Não consegui descortinar se o assunto nuclear iraniano foi referido, pois esta é a grande ameaça destes tempos, à segurança e estabilidade mundiais.
Vou ler o livro. Pode ser que fique mais esclarecido neste ponto.
CMC
12:12:00 da tarde . - . Página inicial . - . Comentários (0)



segunda-feira, outubro 30, 2006
 
Prós e Contras[1.323/2006]
Isto hoje promete

Ainda mais prometia se não estivesse tão cansado de ouvir falar e me tivesse disposto a aceitar o simpático convite para ir até à Casa do Artista assistir ao espectáculo.
Cá para mim, Fátima Campos Ferreira vai ter de chamar os bombeiros porque uma discussão sobre a despenalização da IVG entre a convertida Zita e a Europeia Edite, não deverá ser coisa mansa para ouvidos sensíveis.
Está quase a começar na RTP1. A ver no aconchego do lar.
LNT

Depois de acabar de ver o programa:
É como sempre disse. Isto tem de ser resolvido no aconchego do lar.
Enquanto o ruído for este, estarei quieto, as pessoas não são estúpidas.
Ouvir João Paulo Malta ao lado da convertida Zita fazer crer que se for aprovado o Sim, isto é, se for aprovado que as mulheres não devem ser presas, é acabar com tudo aquilo que ele defende, isto é, com o aconselhamento médico para desmotivação do aborto, com os esquemas de assistência à maternidade e por aí fora, é tão insano como a ideia de que, a partir desse momento, as mulheres serão obrigadas a abortar.
Ruídos, ruídos, ruídos.
Também de um espectáculo televisivo, de um reality show com claques, não se podia esperar mais.
E sendo necessário dizer, porque é, sempre digo que (e sabe-se que nunca fui adepto do Referendo porque entendo que esta questão já devia ter sido tratada há muito pelo poder legislativo) eu votarei SIM.
Direi, quando chegar a altura de me pronunciar, que entendo que nenhuma mulher deve ser presa por fazer um aborto nos termos que estão em consulta e que, caso o faça, deverá ter asseguradas, pelo SNS, todas as garantias de assistência.
Para já, sobre esta questão, é tudo o que tenho a dizer.
Isso e que me parece ser um assunto demasiadamente sério para ser vendido em share televisivo como um espectáculo de circo.
LNT
10:35:00 da tarde . - . Página inicial . - . Comentários (5)




 
Lula da Silva[1.322/2006]
Anda Brasil!

Tenho mantido silêncio no que respeita às eleições brasileiras por razões muito minhas que entendi e entendo não tornar públicas.
No entanto e agora que milhões de brasileiros elegeram o seu Presidente num processo democrático que foi exemplar para o continente onde o País se insere, não posso deixar de felicitar Lula da Silva pela fantástica e clara vitória com que renovou o seu mandato.
De qualquer forma, se eu fosse brasileiro, teria votado Lula.Talvez não muito entusiasmado, é verdade, mas perante os candidatos apresentados não teria dúvidas em lhe entregar o meu voto.
Estou convencido que este mandato de Lula será melhor que o primeiro. O Presidente brasileiro já fez o seu percurso de aprendizagem e já terá certamente percebido que não é possível governar aquele grande País com a ingenuidade com que o dirigiu em grande parte do mandato que agora termina.
Espero que Lula da Silva tenha o maior sucesso e que consiga avançar com o despertar do desenvolvimento sustentado que tarda a colocar o Brasil entre os países mais evoluídos do Mundo.

Música (Som do Tugir em português)

LNT
8:59:00 da tarde . - . Página inicial . - . Comentários (5)




 
Destreza das Dúvidas[1.321/2006]
Dislates

O académico que há alguns anos, salvo erro há três, proclamava na sua coluna diária do Público a morte dos blogues a curto prazo, na época em que ter um blogue era moda, volta hoje ao ataque, assumindo, novamente, um dislate (a crónica poder ser lida aqui).
Entre várias pessoas criticadas, o académico criticou o Luís Aguiar-Conraria, d'A Destreza das Dúvidas, por o Luís ter constatado uma realidade evidente por qualquer português, excepto o docente de semiologia: hoje lê-se mais em Portugal.
Como o Luís, refere e bem, não há qualquer argumento, apenas insulto na crónica de hoje. Pior: Fala do que não sabe e opina sobre o que nem sequer quer saber.
Infelizmente, há quem se sinta incomodado com a democratização da Educação e da Cultura.
CMC
8:06:00 da tarde . - . Página inicial . - . Comentários (0)




 
seta[1.320/2006]
Prevenir antes que remediemos

As áreas metropolitanas confrontam-se com desafios de segurança e integração social bastante prementes. E não é só em França que estas questões se colocam.
Ignorar esta realidade é meio caminho para mais década menos década termos a realidade semelhante àquela que podemos ver nos filmes apocalípticos Mad Max bem presente.
São necessárias medidas preventivas, antes que não possamos viver sem medidas reactivas.
As bombas-relógio continuam activas.
CMC
3:58:00 da tarde . - . Página inicial . - . Comentários (1)




 
PCP[1.319/2006]
O PCP esquece ou ignora o seu passado?

A atitude de compreensão e defesa do PCP de certas ditaduras, como a cubana e norte-coreana, é estranha. Parece que o PCP apaga da sua história décadas e décadas de resistência ao Estado Novo. Conforme se pode deduzir da carta enviada pelo Gabinete de Imprensa do PCP ao DN e hoje editada na secção Tribuna Livre.
Para o PCP certos regimes autocráticos têm legitimidade, por resistirem contra o imperialismo, leia-se: EUA. Ora não era isto, também, que o ditador de Santa Comba Dão dizia, com amiúde, a propósito do Ultramar.
O PCP que tanto lutou e se sacrificou pela democracia em Portugal, antes de 1974, não defende o mesmo no caso cubano e norte-coreano, onde os povos estão submetidos à vontade de tiranos?
CMC
12:20:00 da tarde . - . Página inicial . - . Comentários (6)




 
Homem joelhos
[1.318/2006]
Mobilização [ II ]

Só um pequeno acrescento ao Post [ 1.316 ] devido ao que tenho lido por aí.
No Partido Socialista deixou de existir, desde que as quotas se podem pagar por Multibanco, militantes eleitores por terem as quotas em dia e não eleitores pela razão contrária.
Todos os militantes são eleitores a partir do momento em que paguem as quotas e isso pode fazer-se no minuto antes de votar. Basta que se apresente o talão do Multibanco.
Quem conhece o PS sabe que isto é uma realidade e fazer entender que só uma percentagem tinha as quotas em dia fazendo com isso crer que o universo eleitoral a ela se cingia, parece-me pouco sério.
Os Estatutos são claros quanto ao dever de quotas e quais as suas consequências, por isso, se não se pretende contabilizar os que não têm as quotas em dia (para além dos limites estatutários) só há que accionar os Estatutos e corrigir o recenseamento.
LNT

Etiquetas:

3:22:00 da manhã . - . Página inicial . - . Comentários (0)




 
blogues[1.317/2006]
Não confundir a árvore com a floresta
Da blogosfera e dos blogues


Considero estranho como o Paulo Gorjão, em menos de 24 horas, defende um ponto de vista e o seu contrário.
Só ontem, domingo, é que li o Expresso e apesar de compreender a indignação de Miguel Sousa Tavares, apresentada no seu artigo deste fim-de-semana, por causa do plágio estapafúrdio, apresentado por um blogue anónimo - pelo que li no DN de sexta não tão anónimo, não concordo minimamente com a leitura do cronista do Expresso sobre a blogosfera.
Neste caso, apesar de ler mais teorias da conspiração no artigo do Público de ontem, concordo com o ponto de vista apresentado pelo autor, quanto ao papel que os blogues têm assumido.
A blogosfera tem muito de mau, com certeza, mas tem bastante de bom.
E, muito provavelmente, a imprensa tem aproveitado muito mais o que de melhor há e se vai fazendo nos blogues do que o lixo que estes produzem e os blogues devem muito ao que se produz na imprensa.
Não reconhecer isto é renegar o que se passa, de facto, na blogosfera.
CMC
2:48:00 da manhã . - . Página inicial . - . Comentários (0)




 
Homem joelhos[1.316/2006]
Mobilização [ I ]

Sabe-se que quando uma eleição só tem um concorrente acontecem duas coisas:
1ª - O candidato tem todas as probabilidades de ganhar; e
2ª - Os eleitores tendem a abster-se por desnecessidade de participar.
Isto sabe-se e seria de todo aconselhável que não se fizessem declarações antecipadas de grande regozijo para que depois, ao ser-se confrontado com uma abstenção superior a 72%, não seja necessário assobiar para o lado.

Os resultados das eleições internas do PS já podem ser consultados, pelo menos:
- No Blog da Secção do Lumiar (informação com dados comparativos a 2004);
- no WebSite do PS; e
- na Comunicação Social, por exemplo aqui, ali e acolá.

Depois de saudar e felicitar os eleitos, importa retirar ilações e tentar perceber o que faz com que tantos militantes políticos não participem destes actos.
Sendo indiscutível que o Partido Socialista (o colectivo dos militantes) apoia o Governo nas Reformas que estão em curso, já é discutível esse apoio em relação a medidas avulsas que vão sendo apresentadas por alguns governantes sem que nunca tenha sido apresentado o plano global de que elas fazem parte. Exemplo de uma e outra coisa é a Reforma da Administração Pública (que tem um enquadramento global) e os anúncios diários de mais cortes no SNS sem que seja explicada a Reforma no seu todo.
O PS tem de decidir de uma vez por todas se entende o Partido como só o Largo do Rato e arredores ou se pretende ser o colectivo dos seus militantes, onde todos (mesmo os que não se fizeram eleger para qualquer cargo) se revejam, participem e sejam respeitados.
O tempo do "fazer número" ou do "levantar o braço" já lá vai. Há que entender a acção dos militantes no relacionamento do dia-a-dia com os colegas de trabalho, na rua e nos círculos onde se movem. Para que isso se faça é preciso que eles saibam, percebam e, principalmente, aceitem os objectivos que se pretendem atingir. Desperdiçar este capital em alturas de aperto, quando as medidas a tomar pelo Governo têm de ser forçosamente impopulares, é caminhar em mau caminho.
LNT

Etiquetas:

1:59:00 da manhã . - . Página inicial . - . Comentários (0)



domingo, outubro 29, 2006
 
tabuleta[1.315/2006]
Prémio Sakharov 2006

A distinção não foi para Ingrid Betancourt, que constava no rol dos possíveis vencedores do Prémio 2006, mas este foi bem e merecidamente atribuído, a quem não se rendeu a um regime autocrático e este ano enfrentou o tirano de Minsk, numa eleição, como já se esperava, fraudulenta.
Milinkevich é um dos rostos que continua a manter viva a chama e determinação de em breve a Bielorrússia alcançar a conquista da Democracia.
CMC
11:49:00 da tarde . - . Página inicial . - . Comentários (0)




 
cartoon soba madeirense

[1.314/2006]

Falta de pudor

Entre o insulto verbal e o insulto escandaloso, eu prefiro que o Presidente do Governo Regional da Madeira recorra ao primeiro. Pelo menos poupa a carteira dos contribuintes portugueses (do continente, Açores e Madeira) e ainda é capaz de provocar algum humor.
Financiar parte da construção do novo estádio do Marítimo, com verbas do Governo Regional, é um insulto escandaloso.
E, ainda diz o soba regional que o Governo da República não tem moral em matéria de Finanças Públicas.
CMC
11:28:00 da tarde . - . Página inicial . - . Comentários (5)




 
Blogger[1.313/2006]
Dificuldades

O Tugir em português está a sentir problemas de publicação desde a passada sexta-feira.
A avaria poderá estar relacionada com o tamanho do nosso Blog e com alguns limites do próprio Blogger. Neste momento temos publicados 4.736 Posts, outras tantas imagens, sons, filmes e pdf que embora alojados em servidor externo ao Blogger podem estar a fazer aproximar-nos dos limites permitidos.
Entretanto, considerando que poderá ser só uma avaria do Blogger, iremos publicando conforme nos for possível e com a frequência possível.
Solicitamos a outros utilizadores do Blogger que nos informem se estão a ter dificuldades com a publicação dos seus Posts (ao publicar aparece, a maior parte das vezes, a mensagem "There were errors") para podermos tirar conclusões.
Esta informação já foi passada ao Blogger e aguarda-se resposta.
LNT
4:26:00 da tarde . - . Página inicial . - . Comentários (9)




 
Brasil[1.312/2006]
Mais ou menos aproximação de Caracas?

Hoje, o candidato do PT à presidência brasileira deve ganhar a disputa eleitoral com vasta vantagem.
Não obstante os escândalos, a corrupção que marcou os quatro anos pretéritos, o senhor Presidente aguentou-se, com mérito e engenho seus.
Resta perspectivar os próximos quatro e últimos anos desta liderança do PT, em particular a política externa, que deve surgir mais próximo de Caracas.
Por outro lado, a atitude dos populismos da América Latina, a partir de 2009, deverão mudar, devido às presidenciais norte-americanas de Novembro de 2008, e de como o próximo (oxalá próxima) Presidente encarar a América Latina. Certamente, o populismo vai ter de adaptar a sua postura demagógica face ao império, pois seja Democrata ou Republicano, o estilo dos últimos seis anos de Washington vai terminar. Felizmente!
Assim, nos próximos dois anos, enquanto se mantiver esta Administração norte-americana de poucas saudades, o Brasil pode estar mais perto de Caracas do que nos últimos anos.
O Presidente brasileiro não está eleitoralmente manietado. Ainda que tenha de assumir vários acordos internos para viabilizar a sua política.
Será que vai mesmo assumir uma tendência ainda mais demagógica ou um equilíbrio entre a demagogia e a diplomacia? Estou tentado a responder a primeira, ainda que com algumas (significativas) reticências, dado o peso e a multiplicidade de relações do Brasil, bem mais vastas e ricas que as venezuelanas, independentemente de quem está no poder.
A seguir nos próximos anos...
CMC
1:48:00 da tarde . - . Página inicial . - . Comentários (0)




 
Magritte[1.311/2006]
IVG: Segura, Legal e Rara III

... Foram realmente o Estado moderno e o seu complemento, o mercado, que, de maneira convergente e indissociável, contribuíram para uma emergência de uma nova lógica social, de uma nova significação da relação inter-humana, tornando-se inelutável, no tempo longo, o declínio da violência privada.
...
E é precisamente esta transformação da relação imemorial do homem com a comunidade que vai funcionar como o agente por excelência da pacificação dos comportamentos. A partir de então, a prioridade do conjunto oficial apaga-se em benefício do interesse e das vontades das partes individuais...

in, "A Era do Vazio"


Agradeço a Jorge Ferreira a recomendação do escrito do filósofo francês.
Aproveito o momento, desta saudável troca de recomendações, e indico este livro.
Um escrito de 1940 que tem tudo de insuspeito, dado o autor e o avaliador e a nota bastante positiva atribuída pelo último ao primeiro - tendo em conta a lógica de atribuição de notas no universo académico-jurídico.
CMC
2:11:00 da manhã . - . Página inicial . - . Comentários (0)




 
WebSite do PS[1.310/2006]
Os copyright do PS

Fui até ao WebSite oficial do Partido Socialista em busca dos resultados das eleições internas do Partido deste fim-de-semana e, ao contrário do que esperava, nada encontrei sobre o assunto (nem sequer os calendários das eleições). Bem, falando verdade, ficaria muito admirado se já lá estivesse alguma coisa pois percebi há muito que ali não chegou ainda a noção do que é e para que serve a Internet.
Mas não foi isso que me fez escrever este texto.
O que realmente me choca no site oficial do PS é a impossibilidade de se poderem copiar os seus conteúdos. Ao fazer um click com o botão da direita do rato para copiar imagens ou textos recebe-se de retorno a mensagem "© Copyright 2006 PS".
Tirando o facto de duvidar que os conteúdos daquele site estejam registados com copyright, o que ainda assim dou de barato, gostava que alguém me explicasse quem terá sido o estratega desta brilhante ideia.
Então o Site Oficial de um Partido Político em vez de promover a utilização dos seus conteúdos inviabiliza a sua cópia? Não existirá no PS quem possa explicar ao mentor de tal que a primeira vantagem de um Partido manter um Site é a de divulgar as suas ideias e informações através do efeito multiplicativo que a Internet proporciona?
Estarão convencidos que isto levará a promover o Site do PS através de hiperlinks ao próprio Site por cada vez que outros queiram citar algum dos seus conteúdos?
Andem lá Camaradas, está na hora de reformularem as teorias das vantagens da Net.
Libertem os conteúdos dessa funcionalidade ridícula e sem sentido e possivelmente irão observar muitos mais acessos ao www.ps.pt
LNT
Nota: Como exemplo de uma boa utilização e compreensão destas tecnologias proponho uma vista ao Blog do PS do Lumiar onde a informação está sempre actualizada e disponível.
Infelizmente outras estruturas que até foram pioneiras na Net abandonaram a sua utilização, o que é verdadeiramente lamentável.
1:17:00 da manhã . - . Página inicial . - . Comentários (13)



sábado, outubro 28, 2006
 
Aguia Dragão[1.309/2006]
Virtudes

Diz-nos a sabedoria oriental que a paciência é a grande virtude.
A minha maior curiosidade reside em saber se as Antas contemplaram, na sua recente construção, camarotes à prova de bala destinados aos dirigentes dos clubes visitantes.
Depois da verborreia dos dirigentes do SLB e do FCP nesta semana, tudo poderá acontecer dentro do estádio e será de toda a conveniência que as autoridades não deixem de ser exemplares, caso se venha a passar mais do que um simples jogo de futebol.
Para alarvidades já chega o incitamento ao desacato feito pelo Bokassa da Pérola do Atlântico.
Haja paciência para tudo isto e, já agora, que o apito de logo tenha a cor regulamentar.
LNT
5:51:00 da tarde . - . Página inicial . - . Comentários (3)




 
Sócrates [1.308/2006]
Ave Sócrates!

Sem ainda saber os resultados do Sim/Não das eleições internas realizadas ontem (algumas hoje?) no Partido Socialista, presumo que o único candidato a Secretário-Geral tenha conseguido sido eleito com perto de 100% dos votos expressos.
Aguardo com impaciência os resultados finais onde espero poder ser informado da percentagem dos votos Não e principalmente da percentagem da abstenção que imagino pequena tendo em conta as declarações do candidato (partido mobilizado, sereno e tranquilo) no jantar com que obsequiou os seus apoiantes em Lisboa. Diz quem lá esteve que o vigor do Partido era patente, tal o número de caras novas que nunca alguém tinha visto nas Secções.
Igualmente anseio pela publicação dos resultados das percentagens eleitas por cada uma das três moções globais que devem dar uma representação aos apoiantes da Moção Sócrates na ordem dos 100%.
Este não será um dos Congressos mais polémicos da História do maior partido português, mas será, certamente, aquele que ficará para a nossa História contemporânea como o mais inclusivo, o que, na maior unanimidade até hoje realizado, conseguirá colocar nos órgãos directivos o maior número de opositores à actual direcção.
Agora é o tempo do Ave Sócrates.
Os Brutus surgirão de seguida.
LNT
Tiananmen

Na imagem: Antevisão do Camarada José Lello, sozinho (sem ter a seu lado os outros militantes que não estão eleitos para algo), a receber a delegação do PC Chinês à entrada do próximo Congresso Nacional do Partido Socialista.

Segundo fontes normalmente bem informadas Lello estará a saudar a delegação, em chinês, língua que aprendeu localmente na última visita que fez a convite das autoridades de Pequim.
5:07:00 da tarde . - . Página inicial . - . Comentários (0)




 
leão[1.307/2006]

Como o texto anterior fala de águias


Jackpot do Euromilhões foi para...

... as bandas de Alvalade. De tal forma que o leão apanhou uma Bubadeira.
A buba foi tal que os 113 milhões se calcularam: 1+1=3!
CMC
P.S.- Caro Rui, a esta não resisti!
1:05:00 da manhã . - . Página inicial . - . Comentários (3)



sexta-feira, outubro 27, 2006
 
[1.306/2006]
Sexta-feira à tarde

A caminho do fim-de-semana, depois de ter cumprido a minha condição de militante com quotas pagas, andei por aqui a cheirar um filme sobre águias porque a coisa está de feição. Seleccionei dois:
O da esquerda pois apetece ver uma ave de grande porte a bicar um dragão escamudo. O da direita em revivalismo total, para maiores de mais de trinta anos.
Agora falta o caril de camarão que, pelo cheiro, deve estar de ananases e a pedir, à viola, um Borlido garrafeira particular, que anda a fazer-me olhinhos do fundo da garrafeira, vai para quinze dias.
Bom fim-de-semana que se espera com um mínimo de dois esféricos entre as traves das Antas.
LNT
9:28:00 da tarde . - . Página inicial . - . Comentários (2)




 
CML[1.305/2006]
Nesta Lisboa entristecida III

Caro José Carlos Mendes,
Se no Executivo municipal anterior a dança de vereadores, e Presidentes, foi uma constante, não me lembro de nenhum município neste país que tenha mudado tanto a sua equipa de vereadores como no mandato da CML entre 2001 e 2005; este mandato está a ficar marcado por uma maioria que não sabe o que quer, à semelhança do anterior, e, pior, não se entende.
Primeiro foi o acordo com PPD/CDS. Viabiliza não viabiliza maioria. O partido laranja cedeu à inevitabilidade de contar para a maioria com a vereadora democrata-cristã, que, de longe, reconheça-se, tem mais competências do que certos vereadores laranja.
A vereadora democrata-cristã apresenta uma proposta que considero bastante válida e pertinente, do projecto da Baixa-Chiado. O edil colocou em causa o projecto. Dias depois desmente o que afirmou. E, o Presidente, ainda surge publicamente, expressando a sua à-vontade com o abissal buraco orçamental, criticando quem há cinco anos saiu do poder de Lisboa. Esquecendo-se que a dívida então contraída serviu para acabar com os bairros de barracas na cidade. Promessa assumida com os lisboetas em 2001 e concretizada em 2005.
A dívida nestes cinco ano duplicou e obra feita? Só os milhões gastos com o Parque Mayer, que continua na mesma, e o enorme buraco do Túnel do Marquês, que só causa motivos de apreensão. Basta circular pela Fontes Pereira de Melo à noite e ver como a falta de sinalização pode provocar graves acidentes, caso os automobilistas não circulem com mais-do-que-redobrada-atenção.
Para dar mais uma achega a este (des)entendimento municipal, a vereadora democrata-cristã e a Presidente da Assembleia Municipal desentem-se, por a última se ter disponibilizado para prestar apoio jurídico a alguns moradores lisboetas para actuarem contra a primeira.
Rica e frutífera coligação maioritária em episódios caricatos.
Lisboa continua a perder.
CMC

Etiquetas: , ,

1:03:00 da tarde . - . Página inicial . - . Comentários (0)




 
ditador chileno[1.304/2006]
Ainda o ouro

Pelo que vi na televisão, o antigo ditador chileno não possui ouro num banco de Hong-Kong. Um responsável do banco, que presumivelmente tinha o depósito de nove mil quilos de ouro - pertença do ditador chileno, declarou em público que se trata de uma notícia falsa.
Assim sendo, fica reposta a verdade dos factos. O antigo ditador não tem ouro em Hong-Kong.
Por mais desprezável que seja um político, em democracia a verdade não se serve só quando interessa. Aqui, também se disntingue a Democracia da autocracia.
A verdade não é uma conveniência.
CMC
11:41:00 da manhã . - . Página inicial . - . Comentários (1)




 
seta[1.303/2006]
À procura da recuperação... perdida?

O impacte televisivo, na estação pública, já não é o mesmo do alcançado no canal de Queluz.
A escrita semanal não lança raios de sol, num blogue sem ecrã e sem interesse de ler. Resta procurar estar na crista da onda por outros, ou melhor, noutros meios.
Porém, o companheiro de cor, adversário de ambição, desde o pretérito Verão, tem andando em Bruxelas, em conjunto com alguns apaniguados em Lisboa, a preparar o regresso em 2009, para algo (talvez) nesse ano ou no que se seguirá.
Resta tentar marcar agenda com novas iniciativas, que a médio prazo se diluirão na espuma dos dias.
O futuro não está fácil, para quem ainda não se habituou a sair da crista da onda.
CMC
10:27:00 da manhã . - . Página inicial . - . Comentários (4)




 
Cabaças[1.302/2006]
Caro Pedro

Amanhã também irei votar.
Como sabes, entendo que votar é um direito e um dever.
Considero que quem está inscrito num Partido e se abstém de votar internamente comete dupla falta.
No entanto, caro Pedro, fique bem claro que com o meu voto não fica demonstrado que esteja mobilizado. Só ficará comprovado que não deixei de cumprir o meu dever e que não abdico dos meus direitos, mesmo que a expressão do meu voto seja branca, azul, ou às riscas.
Imagina que desta vez nem sequer me chegou qualquer informação de quantas listas e moções irão a votos na Secção de Benfica e São Domingos de Benfica.
É por essas e outras que me irritam as declarações que citas e que apareça sempre quem se arrogue a interpretar actos alheios como se fosse dono das intenções dos outros.
LNT
Sem esquecer: Um grande abraço,Cegonhix, pelo primeiro aniversário do teu interessante Abjurado, minha leitura diária.
2:41:00 da manhã . - . Página inicial . - . Comentários (5)




 
Partidos[1.301/2006]
Das contas e dos empolamentos [ III ]

Em leitura (se eu conseguir ter pachorra para tanto) o Acórdão nº 563/2006 do Tribunal Constitucional.
Nota 1: A palavra irregularidades, como se comprova, não foi inventada por mim. Mal está o País que desconfia e não acata os Acórdãos dos seus tribunais. Continuo a entender que é a eles que compete justiça. A nós, cidadãos, compete o julgamento político.

Em leitura (se conseguirem ter pachorra para tanto) a Proposta de Financiamento das Estruturas de Base (Secções) do PS datada de Abril de 2003 e o seu complemento.
Nota 2: A Proposta de Financiamento que mais tarde foi reforçada pelo complemento, explica claramente o meu entendimento quanto à forma como as estruturas de base do PS devem ser financiadas e como devem planear, orçamentar e dar contas da sua actividade. De 2003 (altura em que era Coordenador) até agora, nada mudou. Nem o meu pensamento (que está lá expresso e mantenho, embora presentemente esteja na reserva do PS), nem a atitude dos órgãos centrais (de quem nunca se recebeu resposta).

Ainda não será desta que irei aprofundar o assunto. Aliás começo mesmo a convencer-me que já todos perceberam onde quis chegar com os meus textos 1283 e 1295 e, como tal, pouco mais terei a acrescentar.
Também eu não retirarei uma vírgula ao que disse (embora aceite que algumas poderão ter sido usadas indevidamente) e o que disse foi que, tal como o Rui, entendo que quem faz Leis deve cumpri-las. Aliás entendo mais, caro Rui: Acho que a Lei é para ser cumprida por todos. Sejam seus autores ou não.
Onde existe divergência é somente no empolamento e na gravidade que se quer dar porque:
1º - Está provado pela decisão do Tribunal Constitucional que a teoria dos inimputáveis e dos impunes é falsa uma vez que: "(...) os autos sejam continuados com vista ao Ministério Público".
2º - Está demonstrado que aos Partidos Políticos como a quaisquer outras entidades ou cidadãos, é possível infringir a Lei. A eles, como aos outros, aplicar-se-á o que a Lei determina e considero isso bom, tanto pela necessidade de cumprir a Lei, como pela liberdade de a poder violar.
No tempo da União Nacional é que nem uma coisa nem a outra tinham efeitos.
3º - Ficou claro que, com a divulgação do Acórdão do Tribunal Constitucional, a opinião pública ficou informada e agora dispõe de mais elementos que lhe permitam usar da sua censura política no momento próprio, isto é, em futuras eleições, independentemente das penas que o poder judicial venha a aplicar, coisa nunca possível se não vivêssemos numa democracia consolidada.

Quanto ao RCP do Mais Actual já respondi na respectiva caixa de comentários que não "adopto uma posição que roça a desculpabilização dos partidos políticos". O que fiz nos meus textos foi tentar explicar algumas razões para determinadas coisas.
Nunca, em parte alguma, (faça o favor de os reler), digo que os Partidos políticos devem ser desculpabilizados. Antes pelo contrário, entendo e digo várias vezes que deverão dar cumprimento exemplar às sanções que lhe venham a ser aplicadas.

Reafirmo não me parecer que da auditoria ressaiam conclusões de "gravidade de relevo".
Reafirmo que considero o facto deste assunto ter sido objecto de apreciação no Tribunal competente e principalmente de ter sido dada publicidade às suas conclusões, reforça a democracia e a confiança que nela devemos depositar.
Reafirmo que concordo com o Rui quando ele diz que o choradinho apresentado pelos Partidos não é aceitável, mas distingo isso daquilo que escrevi anteriormente porque nem fiz choradinho, nem muito menos sou um Partido (Aliás neste momento até nem tenho qualquer responsabilidades no PS, como aliás o Camarada Lello já fez questão de informar publicamente). Tentei demonstrar que se está a fazer uma tempestade num copo de água e que, isso sim, pode ser um caminho perigoso para a democracia principalmente se houver pouca objectividade e se se misturarem conceitos de não-democraticidade com os de irregularidade no cumprimento da Lei, ainda mais na sequência da aplicação da própria Lei.
O empolamento de tudo isto serve para muito pouco de positivo.
Repito: A verdade é que não há nem inimputáveis, nem impunes. A verdade é que o processo da verificação das contas foi conduzido na legalidade e por quem tem poder para o fazer. A verdade é que os eleitores têm a sua disposição informação que lhes permitirá agir politicamente, com mais consciência, quando chegar a altura de votar.
LNT
1:25:00 da manhã . - . Página inicial . - . Comentários (0)



quinta-feira, outubro 26, 2006
 
tabuleta[1.300/2006]
Nesta Lisboa entristecida II

No Luar, Rui Pedrigão assinala: apesar da simpatia que tenho por Carmona Rodrigues, o balanço de um ano de mandato deixou-me arrepiado quanto à "gestão" dos assuntos políticos "herdados" dos anteriores executivos, e mais abismado em relação aos assuntos políticos correntes.
Aqui, apresenta-se a barafunda da maioria que (des)governa a capital.
O poço parece não ter fundo!
CMC
8:19:00 da tarde . - . Página inicial . - . Comentários (0)




 
Coreia do Norte[1.299/2006]
Iluminar os poucos conhecimentos do que se passa na RPDC

O governo da República Popular Democrática da Coreia (RPDC) está disposto a regressar à mesa das negociações sobre a questão nuclear na península caso os norte-americanos aceitem levantar as sanções impostas na sequência do ensaio nuclear bem sucedido do passado dia 9 de Outubro.

A maior parte do mundo desconhece o que se passa na Coreia do Norte, ou melhor, tem uma ideia mínima do que existe a norte do paralelo 38 da península coreana. E por fazer ideia não se identifica com o regime norte-coreano.
Todavia, há alguns que conhecem e outros, mesmo não conhecendo tudo, desde logo a realidade, ambicionam, legitimamente, viver como os norte-coreanos, onde o Sol brilha para todos - dizem.
Estranho, ou nem tanto, tais atitudes e a defesa de tais teses. Até desconfio. Se calhar defendem a democracia-mais-do-que-avançada-da-Coreia-do-Norte só porque o principal interpelante se denomina: USA.
Traumas de um muro (mental) que ainda não ruiu para alguns.
O parágrafo que abre este texto é retirado do órgão semanal do PCP, Avante, que, pelos vistos, tem informações privilegiadas. Nem a CIA possui.
Neste mundo ultra-neoliberal-e-capitalista-selvagem, diga-se, não é fácil saber mais do que a CIA. Mas o Avante sabe.
Segundo a edição desta semana, conforme os escribas do Avante dão a saber, as experiências nucleares foram bem sucedidas. A colocação do adjectivo não é premeditada. Apenas a comprovação do facto.
Já no corpo da notícia, podemos saber qual a posição de Pyongyang. O regime norte-coreano está disponível para se sentar à mesa das negociações. Bom sinal. Mas quem é que decidiu realizar experiências, foi Ms. Rice?
Se fossem crentes, além da crença única no materialismo de Vladimir - não o actual Czar, mas o que fez abalar o gigante eslavo durante 10 dias -, diriam que o grande timoneiro Kim seria um anjinho. (Se calhar quer-nos enviar para... mas isso é outra questão!)
CMC
7:29:00 da tarde . - . Página inicial . - . Comentários (6)




 
seta[1.298/2006]
Duvido muito

No entanto, oxalá que sim!
CMC
7:08:00 da tarde . - . Página inicial . - . Comentários (0)




 
CML[1.297/2006]
Quem anda à chuva molha-se

Caro Pedro,
Pelos vistos, aquilo que disse há poucos dias ao Luís Coelho confirmou-se, mais cedo até do que previa, que o edil alfacinha criticaria o vereador socialista e ex-candidato do PS à CML por este faltar às reuniões do Executivo camarário.
No fundo, sabemos o que falta: um PS que seja a alternativa, e não alternância, com um projecto global para a cidade e que, assumindo responsabilidades, termine com esta gestão de desgoverno, que arremessa a nossa cidade para patamares pouco dignos da estatura de Lisboa e da dignidade dos lisboetas.
Caso não surja este PS, novo e progressista, a actual liderança municipal manter-se-á na gestão, alcançando o resultado que obteve em 2005, sem grande esforço.
Questionas se havia necessidade de ser alvo de críticas por parte do Presidente da Câmara. Digo-te que não. Mas que nos colocámos a jeito para ser alvo fácil de críticas, colocámo-nos... O que poderíamos esperar? Aplausos?
CMC
6:50:00 da tarde . - . Página inicial . - . Comentários (0)




 
tabuleta[1.296/2006]
Um ano depois

Les conditions de la violence urbaine de l'année dernière existent toujours

O clima continua explosivo em França.
Importa salientar que estamos a poucos meses das eleições presidenciais e apurar qual o impacto desta situação, em especial na região de Paris, que constitui "la plus grande source d'inquiétude".
CMC
12:32:00 da tarde . - . Página inicial . - . Comentários (0)




 
PP[1.295/2006]
Das contas e dos empolamentos [ II ]

Caro Rui
Quer-me parecer que estás a dar demasiada importância ao assunto.
Passo a explicar:
O essencial da Lei (que quanto a mim devia ser outra, digo já) é regular o financiamento dos Partidos.
Entendo que esta Lei não é a melhor pois preferiria o esquema americano em que todos ficam a saber, preto no branco, quem financia. Essa informação permite acompanhar a posterior acção do poder.
A de financiamento exclusivo do OE parece-me inviável e redutora.BE
Mas, voltando ao nosso assunto:
O essencial da Lei foi regular e está demonstrado que regula. O Tribunal Constitucional fiscaliza (neste caso julga) e sentencia. Quem comete fraudes terá de ser punido em conformidade. Quem só comete irregularidades também. Mas uma e outra coisa são actos completamente diferentes e é importante distingui-los.
CDUAgora,
Só se pode escandalizar, como o fazes, quem não conhece os Partidos por dentro.
Imagina-te, por exemplo, membro do secretariado de uma Secção de Base.
Precisavas de pagar a conta da electricidade e não tinhas dinheiro. A maior parte das vezes resolvia-se essa situação com um acto de generosidade que consistia em que cada um dos presentes metesse a mão no bolso e entregasse uma parte para pagamento da conta.PPD
Ou então que tinhas uma carta para enviar aos militantes dessa secção solicitando-lhes que pagassem as quotas em atraso (porque não tens já dinheiro para abrir a porta). Uma vez mais, cada um meteria a mão no bolso e contribuiria para comprar os selos do correio.
Vi isto acontecer centenas de vezes mas, uma e outra acção são irregularidades nos termos da presente Lei.
No entanto isto é diferente de receber um cheque chorudo para pagar uma campanha eleitoral e não o declarar. Há que perceber as diferenças.
Dizes-me que são inimputáveis e respondo-te que não é verdade. Lê o que o Tribunal Constitucional decidiu e verifica, como já aconteceu em anos anteriores, o cumprimento das penas.PSTratando-se de coimas até serão fáceis de cobrar uma vez que os Partidos vivem essencialmente das subvenções estatais. Basta penhorar nessas subvenções o montante em causa.
Dito isto, esclareço perceber que é complicado que quem fez uma Lei a viole assim como percebo o descrédito que isso possa provocar na opinião pública.
Tal como tu entendo que os Partidos já se deveriam ter organizado de forma a ser-lhes possível cumprir a Lei, ou até, em último caso, caso entendessem não ser a Lei viável, que a modificassem. Afinal são eles que têm a faca e o queijo na mão.
Mas também entendo que, daquilo que é público, não foram cometidas fraudes e que mesmo com as irregularidades apontadas, tudo é agora (depois da Lei) muito mais transparente, e isso agrada-me.
LNT
1:30:00 da manhã . - . Página inicial . - . Comentários (2)



quarta-feira, outubro 25, 2006
 
lusofonia[1.294/2006]
Um impulso para a lusofonia

Caro Fernando Gonçalves,
Agradeço-lhe a atenção que nos dispensou em relação ao que se está a passar, ou melhor, o que se pretende para o espaço onde está o Museu de Arte Popular.
Todavia, não partilho da visão legítima de um grupo de pessoas, de preservar, recuperando naturalmente, o Museu que se encontra encerrado há mais de cinco anos.
Penso que o Ministério da Cultura faz bem ao pretender instalar, naquele local, um dos mais belos e emblemáticos da cidade de Lisboa, um Museu da Língua Portuguesa. Esperando que represente um fomento para a língua. Bem necessitada está.
Talvez surja um impulso para a lusofonia, por parte de Portugal. Já é tempo!
CMC
8:31:00 da tarde . - . Página inicial . - . Comentários (3)




 
ditador chileno[1.293/2006]
Brilha e é ouro!

O antigo ditador chileno, pessoa que sofre de amnésia sempre que é convocada perante a Justiça, possui, em Hong-Kong, alguns quilitos de ouro. Pouca coisa. Não vá a memória atraiçoar mais, quando convocado para responder pelos crimes que cometeu.
Assim se governam os ditadores deste mundo.
Por falar em posses no exterior. Há dias li uma notícia, salvo erro na nota de rodapé de um telejornal, que a presidência angolana desmentia notícias que indicavam que o Presidente de Angola, o senhor que não se submete à vontade das urnas há mais de 10 e ainda não sabe quando quer que os angolanos votem, isto depois de já ter dito que não se manteria no posto mas sempre vai aguentar por mais algum tempo o cargo, mas, expressava eu, um comunicado da presidência angolana desmentia notícias que assinalavam a posse de contas do Chefe de Estado angolano na Suíça.
Por sinal, sempre ouvi dizer que o senhor tinha contas na Suíça. Presentemente desmentem. E ninguém, que saiba, refutou o comunicado da presidência até ao momento.
Dúvida: será que o senhor tem poucas posses? Num país tão rico e humanamente tão pobre, será que o Presidente está solidário, em termos económicos, com a população?
Noutro dia, Pedro Correia dava conta, no Corta Fitas, do tratamento do senhor num dos melhores hospitais do mundo. Benevolência médica para com um líder político? Também, mas não só... muito provavelmente.
CMC
5:19:00 da tarde . - . Página inicial . - . Comentários (3)




 
terra[1.292/2006]
Ainda a tanga II

Caro Camisa,
A tanga surgiu de todos os Governos deste do 25 de Abril? Importa lembrar o trabalho hercúleo do Executivo do Bloco Central, liderado por Mário Soares, que assegurou as condições da nossa adesão às então Comunidades Europeias. Medidas tomadas, entre 1983 e 85, que permitiram a governação estável de uma década, com um certo desafogo, não tendo, todavia, sido assumidas as políticas necessárias para Portugal dar o salto qualitativo que precisava, e ainda precisa. Ou, por exemplo, bem mais recente, o trabalho do I Governo Guterres, que conseguiu o cumprimento dos critérios de convergência para aderirmos à moeda única.
Quando referia o protagonismo deste Ministro das Finanças com o protagonismo da Ministra do Governo do actual Presidente da Comissão Europeia, procurei sublinhar a atitude de um e de outro, enquadrados num contexto global. Neste Governo as Finanças têm peso, como em qualquer Governo, mas a Fazenda não é o pilar único da política governativa. Há mais Governo e país além do Ministério sedeado no sudeste do Terreiro do Paço.
Ter ou não ter obsessão? A patologia não é desejável. Preocupação sim. Importa olhar o recheio da carteira, mas não de forma obsessiva, pois esta obsessão faz esquecer uma parte determinante, como procurar ter uma carteira mais equilibrada que garanta estabilidade nacional e não esforce a carteira dos portugueses.
A referência ao emagrecimento da Administração Pública merece, no meu entender, uma leitura diferente da exposta por si. Não se trata de perder músculo, gordura sim. Daí que, a receita milagrosa que alguns apresentam: uma dieta obsessiva, em nada um emagrecimento compulsivo contribuirá para a melhoria do Estado e do país.
O nosso Estado precisa de eficiência e eficácia.
Se quer que lhe diga, estranho a incongruência do líder do PPD. Há poucos meses sugeria, no congresso partidário, a redução de funcionários públicos. Ontem, na visita a um Cartório, em Lisboa, queria alertar o país para a falta de funcionários naquele serviço público. Tanta incoerência!
CMC
4:40:00 da tarde . - . Página inicial . - . Comentários (0)




 
Amolador Lisboa[1.291/2006]
Amolador

Reza a História que, faz hoje oitocentos e cinquenta e nove anos, um alegado matricida, na forma tentada, invadiu a colina do Castelo e, aos urros por San Jorge, espadeirou mouros e sarracenos.
Conta a lenda que um seu cúmplice ter-se-á atravessado nas grandes portas castelares, feito barrote, para que se franqueassem as entradas aos cruzados do norte, ansiosos por espalharem a boa nova cristã e converter os infiéis.
Confesso não saber muito bem o que se passou pois, desde os relatos de então aos que ainda agora são feitos por José Hermano Saraiva, têm passado muitas estórias nesta História.
Certo, certo é que é que volvidos todos estes anos o acesso às muralhas ao altaneiro castelo continuam a ser de difícil acessibilidade e nem o último alcaide decente de Lisboa conseguiu levar adelante a ascensão aos contrafortes.
Neste ano da graça de 2006 as comemorações iniciaram-se mais cedo com um simulacro da batalha, embora com montadas ensarilhadas, preterindo os mastins que acompanhavam os antigos cruzados a favor de fiéis láparos armados de catapultas e petardos.
No passaron, lê-se no Edital.
LNT
Foto: Gentilmente cedida por O Jumento
1:37:00 da tarde . - . Página inicial . - . Comentários (0)




 
czar Vladimir[1.290/2006]
Poder pescado

President Vladimir Putin reaffirmed Wednesday that he would not try to run again for the presidency, but said he would retain influence over Russia even after leaving office in 2008 as required by the constitution.

A palavra dada mantém-se. O czar Vladimir não vai forçar uma revisão da Constituição, como por exemplo o seu homólogo da Bielorrússia fez, para poder candidatar-se a um terceiro mandato, impossível de acordo com a Constituição russa.
Quem pensa que o senhor sai de cena pode tirar o cavalinho da chuva, pois o Czar não vai deixar de influenciar a Rússia como hoje afirmou, depois de oito anos a (re)estruturar o Estado decrépito em que a grande Eslávia se encontrava, com a queda da URSS.
Em 2008 colocam-se duas questões, que só o Czar Vladimir (já) sabe. Quem é o delfim de São Petersburgo que lhe sucede e se irá, ou não, assumir um alto cargo na Gazprom.
Lá, como já acontece no nosso burgo lusitano, melhor do que ser governante é ser ex-governante. Ganha-se mais, há menos preocupações, desde logo prestação de contas aos cidadãos não se dão, logo, vive-se nas sete quintas.
A propósito deste assunto, convém salientar que a Democracia, em particular o poder político, está a gerar um campo que merece fiscalização e responsabilização públicas, até agora inexistentes, como é o caso da nomeação para altos cargos de empresas de sectores chave do país.
CMC
1:28:00 da tarde . - . Página inicial . - . Comentários (0)




 
foguetão[1.289/2006]
Por uma pechincha já se chega ao extremo-Oriente

Uma notícia ao cuidado do Max, dado o custo da viagem entre Londres e Hong-Kong.
Mais uma low-cost, a primeira intercontinental, a merecer destaque no Devaneios.
CMC
1:13:00 da tarde . - . Página inicial . - . Comentários (2)




 
Quino Filipinho[1.288/2006]
Das ricas regiões

E aquela SCUT que passa mesmo pelo meio do latifúndio não deveria ter portagem? (pelo menos do princípio até ao fim do latifúndio)

Afinal o latifúndio, desde que se dedicou à criação de veados, passou a ser uma rica região, não foi?
LNT
3:10:00 da manhã . - . Página inicial . - . Comentários (1)




 
Magritte[1.287/2006]
IVG: Segura, Legal e Rara II

Caro Zero,
A dúvida que suscita, sobretudo pela ilustração engraçada, deve prender-se com a pouca precisão do escrito.
Quando referi o slogan da campanha norte-americana fi-lo por identificar o que defendo no voto pelo sim.
Antes de focar os três termos, devemos, a priori, reconhecer o existente, todos os anos há mulheres que praticam em Portugal a interrupção voluntária da gravidez sem condições.
Por isso, em primeiro, a referência à dimensão Humana. Que a IVG, a acontecer, seja Segura para a Mulher. Quanto ao Legal, pelos motivos jurídicos óbvios. E Rara, porque é o profundo sentimento, de que existam menos interrupções.
Eu não sou adepto do aborto, muito menos o defendo.
Quero e defendo a dignidade Humana.
O bom-senso facilmente nos indica que qualquer Mulher não faz uma IVG por agrado ou pratica uma interrupção como quem bebe um copo com água. Estamos a falar de uma matéria de Vida. Delicada. Íntima. Intransmissível.
Uma IVG deixa marcas inapagáveis para o resto da vida. Quantas não são as mulheres neste país que transportam este fardo? Doloroso para o corpo, que passa com o tempo, e sofrido para a psique, que jamais se apagará; e, nalguns casos, refira-se, há mulheres que carregam as duas marcas penosas até ao fim dos seus dias.
A dignidade Humana merece respeito.
Como nenhuma mulher interrompe uma gravidez por puro gosto pessoal, o Estado deve garantir as condições dignas para a mulher ultrapassar um dos momentos mais peculiares, e certamente mais pungentes, da sua vida.
Quanto aos dados norte-americanos, esses, são conhecidos. Os portugueses não. Estimam-se. Em questões de Vida, não deve haver estimativas, mas certezas.
CMC
2:02:00 da manhã . - . Página inicial . - . Comentários (3)



This page is powered by Blogger. eXTReMe Tracker