Magritte
Search e Contactos
Blogger

Feed Tugir Google Reader
Google


View blog authority

Home Page
Página Principal


Portugal

Mail@Mail:
Geral Tugir
Luis Novaes Tito [LNT]
Carlos Manuel Castro [CMC]


Portugal 2007



Arquivos
Janeiro 2004

Fevereiro 2004

Março 2004

Abril 2004

Maio 2004

Junho 2004

Julho 2004

Agosto 2004

Setembro 2004

Outubro 2004

Novembro 2004

Dezembro 2004

Janeiro 2005

Fevereiro 2005

Março 2005

Abril 2005

Maio 2005

Junho 2005

Julho 2005

Agosto 2005

Setembro 2005

Outubro 2005

Novembro 2005

Dezembro 2005

Janeiro 2006

Fevereiro 2006

Março 2006

Abril 2006

Maio 2006

Junho 2006

Julho 2006

Agosto 2006

Setembro 2006

Outubro 2006

Novembro 2006

Dezembro 2006

Janeiro 2007

Fevereiro 2007

Março 2007

Abril 2007

Maio 2007

Junho 2007

Julho 2007

Agosto 2007

Setembro 2007


Apontadores, Alojamentos e Ferramentas
APDeites
APDSI
Blogo
Blogopédia
Blogs no Sapo
Blogservatório
Dead Links
Directório Paralaxe
Frescos
Gartner
NewsFeeder
Posto de Escuta
Trackback
Weblog.com.pt/


Para saber...
Destakes . Today's Front Pages

Estudos sobre o Comunismo
Opus Dei
Grande Oriente Lusitano
News Feed




Blogs

<- A ->
Abencerragem
Abjurado
Abrangente
Abrigo de Pastora
Abrupto
Absolutamente Ninguém
Absorto
Abstracto Concreto
Actos Irreflectidos
Adufe 4.0
Africanidades
Água Lisa (6)
Aguarelas de Turner
Alberto Velasquez
Aldrabas, Batentes e Fechaduras
Alfragide XXI
Algures Aqui
Aliviar o Pensamento
Almocreve das Petas
Um Amor Atrevido
Amicus Ficaria
O Amigo do Povo
Anarca Constipado
Arcádia
Ardelua
Arrastão
Arroios
A Arte da Fuga
Arte de Opinar
O Artolas
Aspirina B
Atento
Atribulações Locais
Átrium
Avatares de um Desejo
Avenida Central
Axonios Gastos

<- B ->
A Barbearia do Senhor Luís
Bazonga da Kilumba
Bem pelo contrário
Bica e Bagaço
Bichos Carpinteiros
O Bico de Gás
Bisca dos 9
Blasfémias
Blogame Mucho
Blogdozé
Blog Operatório
Blogotinha
Bloguítica
Blue Lounge
Bomba Inteligente
Bonfim
Briteiros
Butterflies & Fairies

<- C ->
O Cachimbo de Magritte
Caetera
Cais da Linha
Câmara Corporativa
Canhoto
Cão com Pulgas
Carlos Alberto
O Carmo e a Trindade
Carreira da Índia
A Causa foi Modificada
Causa Liberal
Causa Nossa
Mas Certamente que sim
Cinco Dias
Claro
Click Portugal
Cogitando
Confraria das Bifanas
Congeminações
O Condomínio Privado
Contra Capa
Corta-Fitas
Crítico
Crónicas Alfacinhas

<- D ->
Dar a Tramela
Descrédito
Despertar da Mente
A Destreza das Dúvidas
Destak
Devaneios Desintéricos
2 + 2 = 5
2 Dedos de Conversa
Defender o Quadrado
Dia da Espiga
O Diplomata
DoteCome Blog
- 273,15º C

<- E ->
Economia & Finanças
Elba EveryWhere
E.N 101
Ensaio Geral
Errante
Escaninho
O Escudo
Espumadamente
Esta Lisboa que eu Amo
Estrada Poeirenta
Estranho Estrangeiro
Expresso Conspiracy
Expresso Direcção

<- F ->
Faccioso
Fayal
Faz-te ao Largo
Filhos Perdidos
Fim de Semana Alucinante
Food-i-do
Foram-se os Anéis
A Forma e o Conteúdo
Forum Campo de Ourique
Forum Cidadania
Forum Comunitário
Freelance
French Kissin'
Fumaças
O Futuro Presente

<- G ->
Galo Verde
Gazeta Lusitana
Geração Rasca
Gestão/Marketing
Glória Fácil
Grande Loja Queijo Limiano

<- H ->
Há Mouro na Costa
Hoje há Conquilhas
O Homem do Leme

<- I ->
Ideias Soltas
Ilhas
A Ilusão da Visão
In Absentia
Inclusão e Cidadania
Incoativo
Incontinentes Verbais
Insinuações
O Insurgente
A Insustentável Leveza
Íntima Fracção

<- J ->
Jardim de Luz
JNPDI
João Soares
Jornalismo e Comunicação
JS Famalicão
JS Tomar
O Jumento

<- K ->
Klepsýdra
Kontrastes 2.0
Kontratempos

<- L ->
Lapas do Almonda
Legalices
A Lei do Funil
Letras com Garfos
LiBlog
Linha de Cabotagem
Linha de Conta
Lisboa Lisboa
LisbonLab
Lisbon Photos
Da Literatura
Lóbi do Chá
Loja de Ideias
Luminiscências
Lusofin
Luz e Dias

<- M ->
Macroscópio
Mader Focar
Mais Actual
Malaposta
Manos Metralhas
Mar Salgado
Margem Esquerda
Margens de Erro
Marquesa
Marretas
Ma-Shamba
Mau Tempo no Canil
Meia Laranja
Meia Livraria
Memória Virtual
Minha Rica Casinha
Miniscente
Miranda e Eu
Miss Pearls
Mitos Rurais e Urbanos
O Mocho II
A Montanha Mágica
Mudar a Máquina do Estado...
Muito cá da Casa
O Mundo Perfeito
Mundo Pessoa
Murcon
Murro no Estômago

<- N ->
Nada mais Claro
Nelsu, uma preta!
Nimbypólis
A Nossa Rádio
Os Nossos Queridos Jornalistas Desportivos
Notas ao Café
Notas Verbais
Nova Floresta

<- O ->
Objectiva 3
Ocasionalidades
Office Lounging
Oito Cinco Oito (858)
Ondas 3
On the Road Again
Opinar para Avançar
A Origem das Espécies

<- P ->
Palavras de Ursa
Pantalassa
A Par e Passo
A Partir de Inglaterra
Passado/Presente
Os Pássaros
Pé de Meia
Pedro Santana Lopes
Penamacor
Penduras
Pensamentos
Pequenos Nadas
O Perdigueiro
O Plagiário
Poeta sem poesia
Poetry Café
Política Maluca
Eu sou o Politicopata
Ponte Europa
Ponto Média
Pornograffiti
Porto das Crônicas
Por Tu Graal
Portugal dos Pequeninos
Do Portugal Profundo
Povo de Bahá
PS Ajuda
PS Belém
PS Lumiar
Publicista
Pura Economia
Puro Arábica

<- Q ->
Quarta República
Quase em Português

<- R ->
RandomBlog02
The Record Keepers
Regi Linda
Relações Internacionais
Respirar o Mesmo Ar
O Restaurador da Independência
Retórica
Retorta
Revisão da Matéria
Rititi
A Rosa
Rua da Judiaria

<- S ->
Santa Terrinha
Saude, SA
Sem Estrada
Setairis
Sinais Tortos
Sobre o Tempo que Passa
Solidariedade e Cidadania
A Sombra da Bananeira
A Sombra do Convento
SOS Acriticismo
Substrato
Suspeitix

<- T ->
Tasquinha
Tempo dos Assassinos
O Tempo das Cerejas
Timshel
Tomar
Tomar Partido 2
Toxana
Tralapraki
31 da Armada

<- U ->
Último Reduto
Ultraperiférico

<- V ->
Vento Sueste
Véu da Ignorância
A Vida Breve
Vida das Coisas
25 centímetros de neve
VoxBlogs Magazine
A Voz do Povo


RIP
<- A ->
Abnegado
Abrir Lisboa
Adufe
Água Lisa (0) (Bota Acima)
Água Lisa (1)
Água Lisa (2)
Água Lisa (3)
Água Lisa (4)
Água Lisa (5)
<- B ->
Barnabé
Blogolento
Bombyx Mori
<- C ->
O Carimbo
Cidadania Europeia
Cidadão Livre
Cidadãos por Lisboa
<- D ->
O Desenvolvimento Sustentável
<- E ->
O Espectro
Estaleiro
<- F ->
Forum Cidade
<- G ->
Guterres 2006
<- J ->
Janela para o Rio
Jaquinzinhos
O Jumento (Blogdrive)
<- M ->
Manuel Alegre Campanha
Manuel Alegre-Alargar a cidadania
Manuel Alegre - O Quadrado
Manuel Alegre(SG-PS)
<- P ->
O País Relativo
O Pastelinho
Penduras (antigo)
Pulo do Lobo
<- S ->
SIM (Portal)
De Socas nos Pés
Super Mário
<- T ->
Ter Voz
Terras do Nunca
Tratado da Constituição Europeia
<- W ->
Westerpart
<- V ->
Victum Sustinere
Viva Espanha
Votaria SIM
Vozeirão Virtual
<- X ->
Xicuembo


Portal do Governo - Programa XVII Governo (PDF)
- Programa Eleitoral PS (PDF)

Presidência da República

Comissão Nacional Eleições . TuCows

C/Net . TuCows

Apdeites . PTbloggers

You Tube . Metacafe

BlogPulse . BlogIceRocket

SNAP . SNAP

Google Search . Dir M Busca

Blog Search . Technorati

UEFA

More blogs about http://tugir.blogspot.com


Jiminy Cricket

Sitemeter Summary Sitemeter Referrals Sitemeter Gráfico Contador (ext) Imagens Webmail Blogger www2 Dicionario




Comunicação Social (Portuguesa)
Jornais
Açoriano Oriental
Antena 1 (P. Rolo Duarte)
A Bola
Correio da Manhã
Democracia Liberal
Destak
Diário dos Açores
Diário de Aveiro
Diário Digital
Diário Económico
Diário de Notícias
Expresso
Fábrica de Conteúdos
O Jogo
Jornal do Fundão
Jornal de Negócios
Jornal de Notícias
Lusa
O Primeiro de Janeiro
O Público
Rádio Clube Português
Rádio Comercial
Record
RTP
Sábado
Sapo XL (ver SIC directo)
SIC
SOL
TSF
TVI
TVNet
Visão
SICn ao vivo
SICn ao vivo


Comunicação Social (Estrangeira)
Jornais
Al Jazeera English
BBC
CNN
Le Figaro
Google News
Guardian Unlimited
Lisbon Times
Le Monde
El Mundo
MSNBC
NASA TV Public Channel
The New York Times
El Pais
Reuters
Time
The Times
USA Today
Veja


Outros WebSites

Ingrid Betancourt
Ingrid Betancourt

Liberdade Sequestrados FARC
Assinaturas Sequestrados FARC
Referências Sequestrados FARC

Stop Executions
Stop executions now

1º Aniversário TUGIR
1º Aniversário
Post Aniversário
Textos Blogs



2º Aniversário TUGIR
2º Aniversário
1º Post Aniversário
2º Post Aniversário
3º Post Aniversário
Textos Blogs



Jorge Sampaio
Comunicação de 2004-07-09
(Sampaio - Comunicação ao País)


Jorge Sampaio
Comunicação de 2005-03-12
(Sampaio - Posse XVII Governo)


Jorge Sampaio
Comunicação de 2004-12-10
(Sampaio - Dissolução AR)


Jorge Sampaio
Comunicação de 2005-07-17
(Sampaio - Posse XVI Governo)


José Sócrates
XV Congresso PS 2006
(Sócrates - Encerramento)


Aníbal Silva
Intervenção de 2006-03-09
(Silva - Tomada de posse)


Internacional

Tony Blair
Intervenção de 2005-06-23
(Blair - Parlamento Europeu)


Tugir em português
Magritte


online
quarta-feira, março 31, 2004
 
Memoria Virtual
[00.256/2004]
Monarquias

Os textos sobre as monarquias que o Leonel Vicente tem colocado no seu Memória Virtual devem ser dignos de incentivo e aplauso.
Ao Leonel, deve agradecer-se o trabalho que está a desenvolver.
Continuarei um assíduo leitor do seu blog, em especial dos seus escritos com, não sangue, mas tinta azul.
CMC
11:10:00 da tarde . - . Página inicial . - . Comentários (0)




 
Sarkozy

[00.255/2004]
Super Ministro, futuro desastre?

Fiquei atónito perante a comunicação do porta-voz do Eliseu e fui confirmar.
Sempre é verdade: Ministro de Estado, das Finanças, da Economia e da Indústria. São estas as pastas que o político mais promissor da Direita francesa terá no Governo entretanto remodelado.
A economia e as finanças gaulesas têm estado por baixo e segundo a experiência, desastrosa, lusitana, de agrupar estes dois pesos pesados (Finanças e Economia), para além da pasta da Indústria, já que o cargo de Estado é mais cerimonioso, pode conduzir a França a uma derrapagem maior do que a actual.
Fico com a sensação de Monsieur Jacques ter preparado ao antigo responsável do Interior uma cama tipicamente indiana, com bastantes pregos.
Sarkozy tem duas hipóteses: ou se safa ou se estampa. A segunda conjectura é, infelizmente para os franceses e os europeus, mais provável.
CMC
8:52:00 da tarde . - . Página inicial . - . Comentários (0)




 
statlerwaldorf

[00.254/2004]
De camarote

Como sempre, as máquinas pesadas têm dois remédios. Ou conseguem a previsão, porque estão atentas, ou vêm-se obrigadas, em caso de desatenção, a seguir os caminhos trilhados por outros.
Estamos especialmente à vontade pelo facto de termos sido pioneiros (apesar de n vozes críticas) com a introdução Web na vida política e, quando da explosão dos Blog’s, termos aberto uma janela com o símbolo partidário - Ter Voz – (agora abandonado).
Mais soltos da disciplina, mantemo-nos com voz activa Tugindo (porque é preciso falar, ainda que baixinho), prescindindo do emblema, não prescindindo do pensamento.
Paulo Querido diz mais. Aconselho a leitura.
LNT
PS. Não deixe de rever o debate político da apresentação do programa do Governo.
Quem serão os Rosas e os Laranjas?
(Deixar primeiro carregar tudo e depois... Divirta-se!)
8:00:00 da manhã . - . Página inicial . - . Comentários (0)




 
 [00.253/2004]
Protejam-se

Amanhã é dia das mentiras. Deveria proclamar-se o dia mundial da blogolândia!
LNT
1:23:00 da manhã . - . Página inicial . - . Comentários (0)



terça-feira, março 30, 2004
 
SEF



[00.252/2004]
Manipulação

Durante todo o dia os diversos noticiários informavam que os trabalhadores do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras poderiam entrar em greve na altura do Euro 2004.
Causa - O Estado deve-lhes dois milhões e meio de Euros.
Esses noticiários apontaram sempre, só três soluções:
1. Fecho das fronteiras - ninguém pode entrar ou sair;
2. Livre circulação - todos podem entrar ou sair sem qualquer controlo;
3. Requisição Civil - Os trabalhadores têm de trabalhar e assim assegurar a defesa das Fronteiras
Nunca qualquer noticiário indicou a quarta e a mais normal das soluções:
4. O Estado, como Pessoa de Bem, liquida a sua dívida aos trabalhadores.
Dúvida - O que aconteceria se o Tesouro se atrasasse no pagamento dos salários dos membros dos Gabinetes Ministeriais?
LNT
11:43:00 da tarde . - . Página inicial . - . Comentários (0)




 
Saramago
[00.251/2004]
Entrevista [ III ]

Daqui a pouco, às 23 horas, mais uma entrevista de José Saramago, na SIC Notícias.
Os comentários, e outros factos que aconteceram depois das primeiras palavras cedidas à RTP na passada semana, ficam para depois...
CMC
10:03:00 da tarde . - . Página inicial . - . Comentários (0)




 
Raffarin

[00.250/2004]
Ele fica

O empregado de Monsieur Jacques, depois de um resultado amargo que as urnas lhe proporcionaram no passado domingo, decidiu apresentar ao patrão do Eliseu o seu pedido de rescisão.
Deparando-se entre a espada e a parede, Monsieur Jacques declinou o pedido de quem tinha renunciado à sua escrivaninha em Mantignon.
O ajuste de contas, que vigora desde 1995, com o responsável da pasta do Interior mantém-se e mesmo com um delfim afastado da próxima corrida presidencial, devido aos ajustes com a Justiça, o Presidente gaulês renova a aposta no seu subordinado. Falta saber quem será a aposta, quando o mandato cessar.
Amanhã, devido aos resultados das regionais, serão conhecidos os ajustes ministeriais que as urnas reclamaram de forma tácita.
A UDF manifestou a sua posição de desagrado face a uma cosmética pouco sustentável, tendo como base os números da última eleição e a necessidade efectiva de mudar a política, que não mudará, segundo o seu responsável máximo.
Entretanto, o homem fica.
CMC
7:17:00 da tarde . - . Página inicial . - . Comentários (0)




 
Tugir[00.249/2004]
Pontos Cardeais

Quando ouço, ou leio, o que tem sido frequente neste universo bloguítico, que Direita e Esquerda já não fazem sentido, acabo por colocar a dúvida a mim próprio, para não recorrer ao aforismo excessivamente gasto de Alain, se essas pessoas, que consideram Direita e Esquerda algo de um passado distante, se retiram, à Rosa-dos-Ventos, os pontos cardeais Norte e Sul. Pela lógica chego à conclusão que devem ser indiferentes ao local em que se encontram. Estão e pronto. Pouco importa onde se estabelecem.
Como disse Ortega y Gasset em A Rebelião das Massas: “Este homem-massa é o homem previamente esvaziado da sua própria história, sem entranhas de passado e, por isso mesmo, dócil a todas as doutrinas chamadas «internacionais». Mais do que um homem, é apenas carapaça de homem constituído por meros idola fori; carece de um «dentro», de uma intimidade sua, inexorável e inalienável, de um eu que não se possa revogar. Daí que esteja sempre na disponibilidade de fingir ser qualquer coisa. Só tem apetites, crê que só tem direitos e não crê que tem obrigações: é o homem sem a nobreza que obriga – sine nobilitate-, snob*.”
Parece que as pessoas nem chegam a tapar a face, procuram que ela não tenha rosto e sendo o Ser Humano dotado de sentidos, o objectivo que perpassa nestes tempos é não ter qualquer dos cinco, ou seis, sensíveis. Importa o imediato tentando hipotecar-se o pretérito e o porvir.
Um dia encontrarão o seu Rosebud!
CMC
*Nota de rodapé da obra mencionada, para esclarecimento do termo snob: Na Inglaterra as listas dos moradores indicavam junto de cada nome a profissão e a classe da pessoa. Por isso, ao lado do nome dos simples burgueses aparecia a abreviatura s. nob., quer dizer, sem nobreza. É esta a origem da palavra snob.
3:50:00 da tarde . - . Página inicial . - . Comentários (0)




 
Reflexõesr

[00.248/2004]
Reflexões

Sobre os Post [ 237 ] e [ 240 ] somos desafiados a discutir questões como a organização e renovação dos Partidos, bem como a identificar os meios de que dispõe o PS para os necessários estudos de análise doutrinária ou, como diz Vital Moreira:
(...) "Depois das suas (de Luís Nazaré) desafiadoras afirmações sobre a "velhice" doutrinária e organizativa do PS, é de esperar que o novo presidente do seu Gabinete de Estudos possa desencadear rapidamente os estudos preparatórios para a sua renovação. Mas, sendo óbvio que isso requer organização e meios, onde estão disponíveis os necessários "think tanks"?" (...)
Nada obviará a que o Gabinete de Estudos se possa pronunciar sobre estes assuntos, embora não seja essa a sua função que, como se sabe, tem por objecto promover estudos para a elaboração do Programa do Governo. A competência para apresentar propostas de renovação e organização do Partido é matéria do Secretariado Nacional do PS, órgão de onde Luís Nazaré, que tinha atribuída competência para a Inovação, se acaba de demitir. Sob a sua coordenação estava também o Grupo de Trabalho do Gabinete de Estudos para a Sociedade de Informação.
O meu Camarada Luís Nazaré deixou um comentário no Post [ 237 ] pedindo "legendas". Em primeiro lugar quero deixar bem claro que nada me move contra este dirigente do PS. Antes pelo contrário, reconheço as suas elevadas competências profissionais e intelectuais e é sempre um prazer ouvi-lo nos muitos debates e prelecções em que participa. No entanto, em termos políticos, melhor, em termos de prática política como ex-responsável pela área fulcral da inovação do PS, entendo que o posicionamento de comprometimento anterior está em desacordo com o teor da entrevista que foi publicada na Visão. Legendas para quê? Está tudo bem explícito, basta ler o terceiro parágrafo da resposta à pergunta da Visão:
"VISÃO: E a si, falta-lhe ambição para a liderança?
LN: Sou pouco ambicioso na vida. Nunca me pus em bicos de pés, nem nunca porei. Estou bem com a minha vida, fiz a minha escolha, não quero fazer depender as minhas opções de vida, o meu trajecto profissional, as minhas ideias, o meu espaço académico, na imprensa, não sacrifico isso a coisa nenhuma."
Mas de nada serve esta polémica. O que está, está. A posição agora é mais clara. É preciso avançar.
Terminando a resposta a Vital Moreira: - Estou totalmente de acordo que os Partidos e Organizações políticas têm de repensar e discutir a sua forma de relacionamento com os cidadãos. Os esqueletos não são descartáveis porque transportam em si a memória sem a qual não faz sentido construir o futuro. Mas é necessário olhar os novos desafios com novas propostas.
Sobre os "think tanks": - A organização depende do Presidente do Gabinete de Estudos e os meios são as pessoas. Existem no PS todas as capacidades, saberes e vontades. Assim os queiram estimular e aproveitar.
LNT
Links Relacionados [237] [240]
12:40:00 da tarde . - . Página inicial . - . Comentários (0)




 
Out of time
[00.247/2004]
Out of Time

Para quem aprecia um filme com bom enredo, que prenda a atenção na tela desde o início até ao fim da película, recomendo vivamente o filme Out of Time – Tempo Limite.
Mais um grande desempenho de um dos melhores actores da actualidade: Denzel Washington.
CMC
1:03:00 da manhã . - . Página inicial . - . Comentários (0)



segunda-feira, março 29, 2004
 
Magritte - Personagem meditando sobre a loucura
[00.246/2004]
Reavivar a Democracia

A mudança política que tem ocorrido nos últimos dias, Espanha e França viraram à esquerda, acabará por pouco pesar no futuro próximo da União Europeia, na medida em que o PPE será o grande vencedor das eleições para o Parlamento Europeu, entretanto mais recheado de eurodeputados provenientes dos países que entrarão na UE no próximo dia 1 de Maio.
Recentemente, tem-se focado as mudanças que aconteceram aos heróis e às bestas de ontem, os que apoiaram ou contestaram a intervenção na Mesopotâmia, e, consoante a perspectiva, quando não se é considerado uma coisa classifica-se como outra. A tendência para simplificar o complexo.
José Maria, apoiante incondicional de G.W.B. já saiu do baralho; Monsieur Jacques sofreu ontem um revés eleitoral que augura o regresso a breve prazo dos socialistas franceses, possivelmente em coligação, ao poder; Tony Blair arrisca-se a uma pesada derrota nas eleições de Junho e o que daí poderá, em futura eleições, advir, caso a nova liderança Conservadora consiga rentabilizar o descontentamento britânico em relação à Europa com a qual as ilhas de Sua Majestade mantêm não um, mas dois pés atrás; Herr Gerhard mais cedo ou mais tarde acabará por cair, o escrutínio de 13 de Junho será agoniante para os actuais governantes alemães; e, finalmente, as mais do que esperadas eleições de 2 de Novembro, quando o xeque-mate pertencer aos eleitores norte-americanos. De duas uma, ou a tendência do unilateralismo recrudesce, caso a presente Administração triunfe, ou o diálogo regressará, assim alcance J. Kerry aquilo que muitos cidadãos deste mundo desejam, mais do que a vitória democrata, uma pesada derrota republicana.
Em Israel, a queda do actual Primeiro-Ministro é pedida por muitos, devido às ilegalidades a que está associado e mesmo tendo uma política de consensos, à direita e à esquerda, no domínio da defesa integral do Estado israelita, a democracia continua a alentar no Estado fundado em 1947, o único, da região, verdadeiramente democrático.
2004 pode ser o ano da mudança definitiva. Aqui ao lado, em Espanha, isso sucedeu. Para lá dos Pirinéus a vontade de câmbio apareceu ontem e em Novembro, do lado ocidental do Atlântico norte, a possibilidade de um novo inquilino em Washington significará o encerramento de um dos momentos mais angustiantes da Humanidade ocidental nos últimos tempos, depois de uma embriagante comemoração, devido à queda do Muro vermelho, mas que também conduziu o Ocidente a um estado de letargia e por isso, hoje, vê-se confrontado com a força que detêm e o receio que sente.
Se, e só se, o capítulo desta alteração política acontecer, de facto, esta mudança não significa, imediatamente, a modificação da realidade. Todavia, há um pormenor que por vezes nos esquecemos, por tão habituados estarmos à Democracia: a Esperança.
É tempo de a Cidadania ocidental ter consciência que, por muito inseguro que todo o hemisfério dito civilizacional possa suportar, o voto é uma arma, não só de Guerra, mas também da Paz. Entre os dois binómios, das pombas e dos falcões, reside a Esperança e cada cidadão, em Democracia, tem esse poder de escolher, o único, nos dias de hoje que é comum a todo Ser Humano, independentemente da condições: social, económica e cultural.
Muito para lá da partidocracia instalada nas nossas sociedades políticas, há uma escolha que só cada um de nós pode fazer. Por mais imperfeito que seja o sistema, há perfeições, como o simples acto de optar, que não deve ser retirado a cada um.
A virtude da Democracia é desmantelar as pseudo-entronizações.
A força de cada voto, é a força da Esperança.
CMC
5:57:00 da tarde . - . Página inicial . - . Comentários (0)




 
Informação

[00.245/2004]
Recenseamento Eleitoral

Já confirmou se consta nos cadernos do recenseamento eleitoral?
LNT
3:40:00 da tarde . - . Página inicial . - . Comentários (0)




 
Africanidades

[00.244/2004]
Legislativas na Guiné

Enquanto a CNE de Bissau não está em condições de apresentar resultados das legislativas, Jorge Neto vai fazendo no Africanidades o boneco do acto eleitoral.

Diz-nos ele:
"Debaixo de um mangueiro (árvore da manga) há cerca de cem pessoas que esperam. É uma espera tão pacífica e resignada que quase comove. Sentaram-se ali às 7 da manhã. São cinco da tarde e ainda ali estão. Sentadas, claro, que o sol treme por cima delas! Permanecem imóveis. Esperam... Esperam que lhes tragam o papel para fazer a cruz, e a caixa para depositar esse mesmo papel. Naquela cruz pode estar a salvação. Perdão... a solução." (...)
A seguir!
LNT
3:06:00 da tarde . - . Página inicial . - . Comentários (0)




 
Magritte

[00.243/2004]
Construir em altura

No dia 31 de Março, quarta-feira, realiza-se mais uma tertúlia do Fórum Cidade, desta feita subordinada ao tema "Construir em Altura" que contará, entre outros, com a participação dos arquitectos Siza Vieira,Gonçalo Ribeiro Telles e Bruno Soares.
O jantar terá lugar no Martinho da Arcada, pelas 20:00 horas.
Para inscrições consultar o Blog do Fórum Cidade.
LNT
2:53:00 da tarde . - . Página inicial . - . Comentários (0)




 
Antonio Guterres

[00.242/2004]
Condições parlamentares

Pois foi, meu Caro Guterres
Só que faltou saber no local próprio, a Assembleia da República, se as tais condições parlamentares existiam, ou não.
Os mecanismos democráticos da confiança existem para serem usados. A vida de uma Nação nunca poderia ser decidida por uma só cabeça, até porque o voto anteriormente expresso foi colectivo (ao PS) e destinou-se ao poder legislativo.
Ainda há muito por explicar. Mais ainda por, depois de os portugueses terem votado, ter ficado demonstrado que o descontenamento não era tão forte como se fazia pensar.
LNT
8:59:00 da manhã . - . Página inicial . - . Comentários (0)




 
Cartão Amarelo
[00.241/2004]
Cartão Amarelo

Confesso ser uma expressão que me irrita.
Provavelmente por não ser um grande fã de football, possivelmente por entender que o futebol é uma brincadeira (de milhões de Euros) e a política é uma coisa séria (de milhões de Pessoas).
O que este Poder precisa é que os cidadãos lhe expressem claramente o descontentamento que as suas políticas anti-sociais, o desemprego e a fome estão a causar, e isso não se faz com cartões amarelos, mas com muitos, muitos boletins de voto informando-o que isto assim não pode continuar.
Antes que Saramago tenha razão.
LNT
8:15:00 da manhã . - . Página inicial . - . Comentários (0)




 
Blogu?tica


[00.240/2004]
É assim! (ACT.)

A minha filha mais nova, quando quer dizer alguma coisa com desdém, começa a frase com: - "é assim."
Pois então, é assim: - Há coisas que não têm grande importância e que quando é necessário priorizar se deixam para ver depois. Foi o caso, caro PG [727]. Nem sei ainda se valeu a pena perder o tempo da leitura e do Post, mas como ontem era Domingo e este fim de semana não houve pachorra para o Expresso, sempre se encontrou alguma disponibilidade para ter a certeza de que o Ex-Secretário Nacional dizia o que se pensava que diria.
Vivemos um tempo em que o bem individual está acima do bem público.
Acabei de ouvir Ferro Rodrigues na Dois (entrevista hoje no Público) e ficou bem vincada a diferença de cultura política e de conceitos republicanos que separam os "novos" dos "velhos" e que nada tem a ver com a idade.
Só espero que após um bom resultado nas europeias (que ao contrário do que diz o Ex-Secretário Nacional é a vitória, pura e simples) o Partido Socialista comece a preparar o seu Congresso Nacional e que finalmente se assumam os candidatos à disputa do Partido.
Chega de palmadinhas, principalmente quando trazem dissimuladas os pregos que lentamente vão espetando nas costas que acariciam. Como o Ex-Secretário Nacional diz na entrevista: O PS precisa de vitórias claras. O que ele não percebe (e não é só ele, infelizmente) é que isso só se consegue com abnegação, trabalho, sacrifício e espírito de missão.
São dispensáveis os que entendem que primeiro estão as suas prioridades pessoais e o seu bem estar.
Percebe agora o nosso ilustre Spin, porque só ontem resolvi analisar e escrever?
LNT
Links Relacionados [237] [248]
(ACT.) - Actualizado o link para a entrevista da Renascença que ontem passou na DOIS e que hoje é parcialmente reproduzida no Público. Como sempre a foto publicada no Público é demonstrativa de uma forma especial de se fazer jornalismo. Ao menos podiam ter escolhido uma, ainda que tão má como a que seleccionaram, mas que fosse relativa à entrevista que se viu ontem na televisão.
12:48:00 da manhã . - . Página inicial . - . Comentários (0)



domingo, março 28, 2004
 
Eleicoes Francesas

[00.239/2004]
Eleições tricolores consagram a gauche

A esquerda francesa enterrou hoje, penso que de forma definitiva, o fantasma que pairava sob a sua acção política desde que o ex-Primeiro-Ministro, Lionel Jospin, não atingiu a meta da segunda volta presidencial.
Alguns anos passados, a gauche voltou a aprender a lidar com as questões eleitorais. Falta saber se sabe gerir, politicamente, as diversas coligações que foram estabelecidas, as mesmas que foram constituídas e conduziram ao triunfo do dia de hoje.
Parece que o empregado de Monsieur Jacques vai ser substituído, devido ao resultado de la droite.
C’est la vie!
CMC
10:47:00 da tarde . - . Página inicial . - . Comentários (0)




 
Benfica Alverca BenficaBenfica

[00.238/2004]
Benfica - Alverca
9:56:00 da tarde . - . Página inicial . - . Comentários (0)




 
Tacho


[00.237/2004]
Como se faz um Partido sem espírito de missão?

A composição da palavra República cada vez mais submersa no léxico das palavras sem conteúdo.
Nova gente velha que trata por velho o espírito de sacrifício, de missão e de serviço público.
Com VISÃO?
Sem dinheiro não há palhaços, nem tempo, nem disposição, nem missão.
Porquê e para quê entregar-lhe o Gabinete de Estudos?
Afinal todos temos a nossa vidinha...Será isto que se espera do PS internacional jovem do futuro onde a expressão have a ("own") life, cada vez é mais audível?
LNT
Link Relacionado [240] [248]
5:22:00 da tarde . - . Página inicial . - . Comentários (0)




 
Eleicoes Francesas

[00.236/2004]
Esquerda vence em França
Le Figaro

Le Figaro
La majorité UMP-UDF a subi une véritable déroute au second tour des élections régionales où les électeurs, plus nombreux que le 21 mars, ont amplifié la victoire de la gauche qui enlèverait à la droite une dizaine de régions sans perdre l'Ile-de-France, selon les instituts de sondage.

A l'affichage des premiers chiffres d'estimation de vote, les applaudissements ont éclaté. "La France redevient rose", répétait un militant cherchant visiblement à s'en persuader, "on est bons" se félicitait un autre.
LNT
4:14:00 da tarde . - . Página inicial . - . Comentários (0)




 
CNE Guine
[00.235/2004]
Eleições na Guiné-Bissau

As eleições legislativas poderão ser acompanhadas através do site da CNE da Guiné-Bissau.
Entretanto há possibilidade de se ficar a saber como as coisas estão a correr através do Blog Africanidades, assim Jorge Neto as vá escrevendo.
LNT
3:29:00 da manhã . - . Página inicial . - . Comentários (0)



sábado, março 27, 2004
 
Relógio

[00.234/2004]
Dormir menos

Daqui a pouco vamos adiantar o relógio uma hora. A Meia-Noite passa a Uma da Manhã num piscar de olhos. (se fôssemos do eixo do mal diriamos "enquanto o diabo esfrega um olho")
Estranho não ver manifestações e análises profundas ácerca do assunto. Pela parte que me toca, não desgosto.
Quando na Segunda-Feira voltar para casa ainda terei um naco de dia para gozar.
LNT
11:31:00 da tarde . - . Página inicial . - . Comentários (0)




 
Sporting Paços Ferreira Sporting
[00.233/2004]
Sporting - Paços de Ferreira
11:09:00 da tarde . - . Página inicial . - . Comentários (0)




 
Football
[00.232/2004]
Olé

Já todos devem ter visto o espectacular filme produzido pela NIKE sobre um jogo Portugal-Brasil que a SIC tem estado a promover, normalmente acompanhado do comentário de que o Euro 2004 está aí. Se é interessante saber que o Brasil mudou de continente, mais é ainda verificar que os poucos diálogos portugueses sejam feitos em Castelhano (diz o Figo: "Qué pasa?") e o Olé seja a sonoridade de marca da equipa lusitana.
Embora se perceba que meter um faducho como banda sonora na publicidade não resultaria com o impacto que o mambo bem ritmado tem, só falta que a Bandeira mantenha o rubro passando o verde a amarelo.
Cada vez estamos mais perto dos novos Filipes. Como diz a Nova Aliança, Força Portugal! Olé!
LNT
9:39:00 da tarde . - . Página inicial . - . Comentários (0)




 
Einstein[00.231/2004]
Pergunta inocente

Será que Chiado (de Clube do Chiado) se vai passar a escrever com um "X"?
LNT
5:34:00 da tarde . - . Página inicial . - . Comentários (0)




 
Jo?o Soares


[00.230/2004]
Temos candidato

Finalmente alguém com coragem para dizer claramente que está disposto a bater-se pela liderança do PS.
João Soares diz no seu WebSite que no momento certo (o Congresso Nacional do fim do ano) estará disponível para terminar com o ciclo das falsas unanimidades que, nos últimos anos, tem marcado o concurso para Secretário-Geral do Partido Socialista.
Ainda bem que assim é!
Para já, acaba de ganhar a estrutura de base de maior importância de Lisboa, a Secção de Benfica e São Domingos de Benfica, através da eleição de Fernando Saraiva para Secretário Coordenador, com uma "mãozinha" de alguns próximos (muito próximos) de Ferro Rodrigues.
Espera-se que outros que continuam a minar dessimuladamente o PS aproveitem a lição e se apresentem à disputa.
Não receiem. Cá estaremos, como sempre, para vos dizer nas urnas o que pensamos.
LNT
4:08:00 da tarde . - . Página inicial . - . Comentários (0)




 
Terras do Nunca Bloguítica

[00.229/2004]
One way

Como é que os amigos dizem? [710 e 712]
(...) "a tão prometida retoma económica portuguesa já foi ao ar ainda antes de começar. Motivo? A crise política que vai ocorrer em Espanha e as suas consequências na economia local. Ora, uma vez que a economia portuguesa está altamente integrada na espanhola, então dois mais dois são quatro."
Respondem-lhe das Terras do Nunca
(...) "A ideia de que Zapatero vai falhar só pode vir dessas bandas. Seria excelente, entre outras coisas, para justificar qualquer percalço que a economia portuguesa possa ter. Ou possa continuar a ter...
Estamos, é claro, no domínio do puro wishful thinking
."
E já que me parece que os pozinhos de perlimpimpim da Sininho se espalham no ar, Tuge-se por aqui uma pergunta:
Os amigos de PG também explicaram, usando o mesmo raciocínio, porque é que estando Espanha até agora com uma situação económica invejável, Portugal passa pela maior crise económico-social de sempre?
Quando os raciocínios só apontam para um lado...
LNT
3:35:00 da tarde . - . Página inicial . - . Comentários (0)




 
3 Luas

[00.228/2004]
Dia Mundial das Pancadas

Hoje é o Dia Mundial do Teatro e aproveitando um contexto específico, de amargura e algum desconsolo para com este globo, que tem sido focado nos últimos textos do Tugir em português, tema evidenciado devido ao lançamento da obra e às entrevistas de José Saramago, nada como um pequeníssimo trecho de “O Misantropo”, do senhor das pancadas:
(...) Filinto: Zombais de mim.
Alceste: Não zombo não. E não vou poupar ninguém nessa minha acusação. Tenho os olhos magoados, e o que se passa aqui, na corte e em toda a Paris, só me manda fel à boca, a bílis faz rebentar. Entro neste negro humor, nesta tristeza profunda, quando vejo aqui os homens a viver dessa maneira. Por toda a parte o que encontro é lisonja e cobardia, é a injustiça, o interesse, a traição e a falsidade. E já não suporto mais, ando já fora de mim e vem-me toda a vontade de abrir guerra violenta contra toda a humanidade. (...)

Nós, como actores sociais, por vezes esquecemo-nos de nos mirar ao espelho, o tal reflexo que se pode ver num palco.
Por uma simples questão de cortesia, não desejo boa sorte em linguagem teatral!
CMC
1:22:00 da manhã . - . Página inicial . - . Comentários (0)



sexta-feira, março 26, 2004
 
Saramago
[00.227/2004]
Entrevista [ II ]

Foi a amargura em pessoa que se expressou ontem na RTP. Somente o tratamento mais característico da intimidade, para com a qualificada jornalista Judite de Sousa, considerando-a "sua querida", conseguiu despontar algum raio de alegria do laureado Saramago.
Se inicialmente fez questão de desancar no PP e tacitamente em Aznar a torto e a direito, como bem quis e entendeu, defendendo depois, a onírica visão de que se as forças militares estrangeiras abandonarem o Iraque, ficando este Estado completamente livre, não só da ocupação bélica forasteira, ficará também livre dos terroristas que entretanto entraram pela porta que as forças da coligação escancararam, temos neste Saramago do presente um autêntico discípulo de Rousseau.
Ontem, Saramago acabou por estar a fazer a defesa de um novo "Contrato Social", fazendo da Democracia, não o mito que o escritor entende que existe na actualidade, mas sim a força do povo, evocando, por entrelinhas, Lincoln.
Saramago está descontente com praticamente tudo e com todos. Os plutocratas, essa nova burguesia, classe reinventada sob os escombros do marxismo, continua a dominar o mundo. O que falta a Saramago, e o próprio não sabe encontrar, é a classe dos oprimidos, a classe que substitua nos cânones o proletariado, que possa, primeiro resistir e depois combater e derrubar esta classe opressora. Adoptando uma leitura marxista.
Não é a militância doutrinária que Saramago coloca em causa, mas é a militância cívica democrática, e esta mais do que a doutrinária, é de facto a mais relevante do ponto de vista social. Saramago já percebeu isso.
O que dói a Saramago é o retrocesso na caminhada democrática. O seu livro, e ontem na entrevista quis fazer passar a mensagem, apela ao voto, mas em branco. Mais não pretende do que penalizar os partidos, conjunto de pessoas que só se preocupam com os seus conjuntos de cozinha, assim Saramago os define, e pretende incentivar o regime democrático, um novo regime democrático, onde os partidos não sejam os únicos detentores do Poder.
O Contrato de Rousseau transpira no pensamento de Saramago. Todavia, o que Saramago nega a Rousseau é a cidadania colectiva, que o próprio Nobel ainda deve conservar do pensamento leninista.
Entre o futuro e a resignação, Saramago opta pela crítica. Na realidade, tem a sua pertinência, mas não tem o dom de catapultar as massas como certamente o escritor desejaria.
CMC
4:54:00 da tarde . - . Página inicial . - . Comentários (0)




 
Causa Nossa
[00.226/2004]
Ostras e caviar

Abram-se as ostras a frio com o cuidado suficiente para não perder a água. Separe-se a concha vazia. Coloquem-se as conchas com a ostra sobre o gelo moido. Polvilhe-se com coentros finamente picados. Em cada ostra uma colher de café de caviar e um fio fino de salmão fumado. Regue-se com limão e acompanhe-se com um cálice de vodka bem gelado, aromatizado com uma gota de lima.
Água na boca, a mesma com que se leu hoje Correia de Campos e Vital Moreira (Confissão).
LNT
1:14:00 da tarde . - . Página inicial . - . Comentários (0)




 
Churchill



[00.225/2004]
1º aniversário do FUMAÇAS

O prezadíssimo João, um dos bloguistas de referência nacional, conclui hoje, dia 26, um ano de existência como blogueiro ao serviço do Fumaças.
Ao João resta desejar-lhe um aniversário ditoso e continuação de um futuro brilhante, como até aqui, para um espaço que é passagem saborosamente obrigatória da nossa blogosfera.
LNT & CMC
2:55:00 da manhã . - . Página inicial . - . Comentários (0)



quinta-feira, março 25, 2004
 
Saramago
[00.224/2004]
Entrevista [ I ]

A não perder, dentro de alguns minutos, na RTP1, a entrevista de José Saramago.
CMC
PS: - Já comecei a ler o livro e confesso que tem o condão de prender o leitor à obra. A descrição dos membros que compõem a assembleia de voto, as condições atmosféricas, os palpites da provável abstenção devido ao clima, as relações estabelecidas entre os diversos membros e o fim do primeiro capítulo são primorosas, nomeadamente para quem já vestiu por diversas vezes essa pele de membro de uma assembleia de voto.
11:06:00 da tarde . - . Página inicial . - . Comentários (0)




 
Tabuleta[00.223/2004]
Bolo de Anos

Descrédito e Teia dois Blog´s de parabéns.
Com um abraço ao Pedro e outro ao Filipe e muitos anos de vida.
LNT & CMC
10:45:00 da tarde . - . Página inicial . - . Comentários (0)




 
Blair Gadhafi

[00.222/2004]
A vida é feita de pequenos nadas...
mas há certos nadas que...


Se na terça fiz um elogio rasgado a Tony Blair, hoje, e com coerência, devo escrever que considero lamentável o encontro entre o Primeiro-Ministro britânico e o Presidente líbio.
Os aterrorizadores do passado, só por terem preferido (será?) ao fim de algumas décadas estender a carpete vermelha ao mundo dito civilizado, não podem virar senhores de virtudes infindáveis.
Da noite para o dia o Coronel passou de besta a companheiro. Nesta historieta eu não vou em lengalengas.
É por estas e por outras que as pessoas olham para os políticos como senhores do faz e desfaz... a falta de coerência...
Assim não Tony!
CMC
7:25:00 da tarde . - . Página inicial . - . Comentários (0)




 
[00.221/2004]
Voando sobre um ninho de cucos

InterInterInterInterSLBSLBSLB
5:33:00 da tarde . - . Página inicial . - . Comentários (0)




 
Leitura

[00.220/2004]
Entrevista sobre a Lucidez

Vale a pena perder, ou melhor, ganhar algum tempo e ler a entrevista que José Saramago deu ao DN.
Não sendo eu apreciador da escrita deste laureado, até hoje todos os livros, foram poucos, que já tive oportunidade de ler do militante comunista, não os consegui ler até ao fim.
Talvez a primeira impressão que tive, “Todos os Nomes”, me tenha enfastiado e afastado das escritas de Saramago. Anos mais tarde comecei a ler “Ensaio sobre a Cegueira” e estava a gostar de ler, até que, já não me recordo qual o motivo, deixei o livro na estante. Ainda hoje ele está por lá, na prateleira, a consumir o pó das redondezas.
O livro que hoje saiu, “Ensaio sobre a Lucidez”, já tive oportunidade de o adquirir, criou-me, pelo que tenho tido oportunidade ler nos últimos tempos, muitas expectativas e espero desta vez assumir o compromisso que fiz comigo mesmo e lê-lo até ao fim.
Mas, como afirmava inicialmente, vale a pena ler a entrevista que o DN hoje publica.
Concordo com quase tudo o que o escritor afirma, mas não tudo; e, começo a ter a sensação, acabando por fazer a tradicional analogia entre a pessoa e o vinho do Porto, isto é, quanto mais velho, melhor.
Saramago assume-se indiscutivelmente como vermelho, mas lúcido e despretensioso se confessa. A sua discórdia, há uns meses, com a actuação do seu camarada e Presidente de Cuba, vem marcar um novo período na sua militância civilizacional.
Os longos e experientes anos de vida deste exilado em Lanzarote podem ter-lhe dado, de certeza que deram, amarguras e angústias, desde o falhanço do projecto soviético ao sentimento de não agradecimento da sua pátria (pela parte dos seus responsáveis políticos de então) para com o seu vasto trabalho literário.
Pode ser um escritor de pena triste e cansada deste tipo de mundo em que estamos inseridos. Globo que nos é servido a nível literário como sombrio e pouco promissor, mas esta “lucidez” é tão importante para nos fazer rever a sociedade em que estamos inseridos, mas também o nosso papel na sociedade.
Talvez comece a ser a altura de “os cães uivarem”...
CMC
4:23:00 da tarde . - . Página inicial . - . Comentários (0)




 
Piada[00.219/2004]
Piada do mês

DB visita a Inglaterra e vai jantar com a rainha a quem pergunta: - Vossa majestade, a senhora impressiona-me. Como pode estar sempre cercada de gente inteligente? Como é que a senhora faz?
Ela responde: - É muito simples. Eu deixo-os sempre em alerta. Faço um teste de QI regularmente, só para ver se a inteligência deles ainda está bem viva.
DB, surpreendido: - E como é que a senhora faz isso?
A rainha concorda em mostrar um exemplo. Pega no telefone e liga ao Tony Blair:
- Bom dia, Tony. Tenho um pequeno teste para ti...
Tony, todo educado: - Bom dia, Majestade. Tudo bem. Estou pronto para o teste. Pode perguntar.
- Muito bem, Tony. O teste é o seguinte: "é filho do teu pai e da tua mãe, mas não é seu irmão nem sua irmã. Quem é?"
- Muito simples, Majestade. Sou eu mesmo...
- Bravo, Tony. Como sempre, inteligente. Até à próxima.
DB fica impressionadíssimo. De volta a Portugal, decide pôr em prática a técnica que aprendeu com a rainha. Telefona a PP e pergunta: - PP, é o DB, companheiro. Tenho aqui um pequeno teste de inteligência para ti.
- Tudo bem, chuta.
- É o seguinte: é filho da tua mãe e do teu pai, mas não é teu irmão nem tua irmã. Quem é?
- Ah, DB, não esperava um teste assim, de repente. Tenho que pensar alguns minutos. Telefono-te depois, ok?
- Sem problemas. Até logo.
E PP liga para o Cavaco Silva, pois ele tem fama de inteligente. Faz a mesma pergunta que lhe foi feita, ao que Cavaco responde: - Ora bolas, sou eu mesmo, PP!...
- Muito bem, perfeito! Obrigado, Cavaco.
PP liga a DB: - DB, podes repetir a tua pergunta, por favor? Creio que tenho a resposta.
- Muito bem: é filho da tua mãe e do teu pai, mas não é teu irmão nem irmã. Quem é?
E o PP, vitorioso: - Simples! Ora bolas, é o Cavaco Silva!
- Não! Responde o outro. Tens que treinar mais! É o Tony Blair, homem de Deus!
LNT
2:46:00 da tarde . - . Página inicial . - . Comentários (0)




 
Blasfémias

[00.218/2004]
Bombas blasfemantes

Caro Blasfemo PMF
É, tem de ser sempre possível enquadrar a discussão no plano dos quadros axiológicos e éticos que fundamentam a democracia. Temos de o fazer embora partindo do princípio que esta normalidade não é a "nossa normalidade". É a normalidade dos terroristas numa lógica que nada tem a ver com a moralidade, seja ela judaico-cristã, muçulmana, budista, ou qualquer outra. É a mesma (a)normalidade que nos choca quando alguém friamente toma os comandos de um avião comercial e transforma os passageiros meninos, jovens, adultos e idosos em peças de um petardo que se atira contra um edifício pejado de gente.
Sempre me fez confusão que quando se referem as vítimas de NY se excluam (mentalmente) os passageiros dos aviões, quase os considerando parte do objecto de arremesso. Como se as vítimas nestes casos de uma (a)normalidade que nos transcende não fossem todos os que involuntariamente morrem. Ou haverá alguma normalidade na lógica de cada morte? Somos levados a quantificar e a considerar que o assassinato é tanto mais grave quantos mais morrerem. Se é verdade que o choque do terror está para o medo na razão directa do número dos atingidos, nunca, por nunca ser, podemos deixar de considerar cada morte per si como um lamentável e repugnante acto. Os meninos, bem como os passageiros de NY são sempre mais uma das vítimas do mesmo assassínio em lógicas insanas de terror. É impossível pedir normalidade (a nossa normalidade) a quem está disposto a morrer para matar. A lógica do terrorismo é o medo absoluto, aleatório, indiscriminado e sem alvo específico. É o que a diferencia da do atentado.
Mas tem sempre de ser possível enquadrar a discussão em todos os planos da ética da democracia. É a única forma de combater o terror e conter o medo.
LNT
1:50:00 da tarde . - . Página inicial . - . Comentários (0)




 
Abstrato Concreto

[00.217/2004]
Riscos copulares

Há coisas que de lineares nos agradam. São RISCOS sem mais pretensão do que traços.
Coisas abstractas do concreto em CÓPULAS que sem o serem se perdem nos vocábulos da poesia.
Deixem-se as elites ficar tranquilas na salvação do mundo que da alma, riscos e vocábulos, tratarão.
LNT
1:22:00 da manhã . - . Página inicial . - . Comentários (0)



This page is powered by Blogger. eXTReMe Tracker