Magritte
Search e Contactos
Blogger

Feed Tugir Google Reader
Google


View blog authority

Home Page
Página Principal


Portugal

Mail@Mail:
Geral Tugir
Luis Novaes Tito [LNT]
Carlos Manuel Castro [CMC]


Portugal 2007



Arquivos
Janeiro 2004

Fevereiro 2004

Março 2004

Abril 2004

Maio 2004

Junho 2004

Julho 2004

Agosto 2004

Setembro 2004

Outubro 2004

Novembro 2004

Dezembro 2004

Janeiro 2005

Fevereiro 2005

Março 2005

Abril 2005

Maio 2005

Junho 2005

Julho 2005

Agosto 2005

Setembro 2005

Outubro 2005

Novembro 2005

Dezembro 2005

Janeiro 2006

Fevereiro 2006

Março 2006

Abril 2006

Maio 2006

Junho 2006

Julho 2006

Agosto 2006

Setembro 2006

Outubro 2006

Novembro 2006

Dezembro 2006

Janeiro 2007

Fevereiro 2007

Março 2007

Abril 2007

Maio 2007

Junho 2007

Julho 2007

Agosto 2007

Setembro 2007


Apontadores, Alojamentos e Ferramentas
APDeites
APDSI
Blogo
Blogopédia
Blogs no Sapo
Blogservatório
Dead Links
Directório Paralaxe
Frescos
Gartner
NewsFeeder
Posto de Escuta
Trackback
Weblog.com.pt/


Para saber...
Destakes . Today's Front Pages

Estudos sobre o Comunismo
Opus Dei
Grande Oriente Lusitano
News Feed




Blogs

<- A ->
Abencerragem
Abjurado
Abrangente
Abrigo de Pastora
Abrupto
Absolutamente Ninguém
Absorto
Abstracto Concreto
Actos Irreflectidos
Adufe 4.0
Africanidades
Água Lisa (6)
Aguarelas de Turner
Alberto Velasquez
Aldrabas, Batentes e Fechaduras
Alfragide XXI
Algures Aqui
Aliviar o Pensamento
Almocreve das Petas
Um Amor Atrevido
Amicus Ficaria
O Amigo do Povo
Anarca Constipado
Arcádia
Ardelua
Arrastão
Arroios
A Arte da Fuga
Arte de Opinar
O Artolas
Aspirina B
Atento
Atribulações Locais
Átrium
Avatares de um Desejo
Avenida Central
Axonios Gastos

<- B ->
A Barbearia do Senhor Luís
Bazonga da Kilumba
Bem pelo contrário
Bica e Bagaço
Bichos Carpinteiros
O Bico de Gás
Bisca dos 9
Blasfémias
Blogame Mucho
Blogdozé
Blog Operatório
Blogotinha
Bloguítica
Blue Lounge
Bomba Inteligente
Bonfim
Briteiros
Butterflies & Fairies

<- C ->
O Cachimbo de Magritte
Caetera
Cais da Linha
Câmara Corporativa
Canhoto
Cão com Pulgas
Carlos Alberto
O Carmo e a Trindade
Carreira da Índia
A Causa foi Modificada
Causa Liberal
Causa Nossa
Mas Certamente que sim
Cinco Dias
Claro
Click Portugal
Cogitando
Confraria das Bifanas
Congeminações
O Condomínio Privado
Contra Capa
Corta-Fitas
Crítico
Crónicas Alfacinhas

<- D ->
Dar a Tramela
Descrédito
Despertar da Mente
A Destreza das Dúvidas
Destak
Devaneios Desintéricos
2 + 2 = 5
2 Dedos de Conversa
Defender o Quadrado
Dia da Espiga
O Diplomata
DoteCome Blog
- 273,15º C

<- E ->
Economia & Finanças
Elba EveryWhere
E.N 101
Ensaio Geral
Errante
Escaninho
O Escudo
Espumadamente
Esta Lisboa que eu Amo
Estrada Poeirenta
Estranho Estrangeiro
Expresso Conspiracy
Expresso Direcção

<- F ->
Faccioso
Fayal
Faz-te ao Largo
Filhos Perdidos
Fim de Semana Alucinante
Food-i-do
Foram-se os Anéis
A Forma e o Conteúdo
Forum Campo de Ourique
Forum Cidadania
Forum Comunitário
Freelance
French Kissin'
Fumaças
O Futuro Presente

<- G ->
Galo Verde
Gazeta Lusitana
Geração Rasca
Gestão/Marketing
Glória Fácil
Grande Loja Queijo Limiano

<- H ->
Há Mouro na Costa
Hoje há Conquilhas
O Homem do Leme

<- I ->
Ideias Soltas
Ilhas
A Ilusão da Visão
In Absentia
Inclusão e Cidadania
Incoativo
Incontinentes Verbais
Insinuações
O Insurgente
A Insustentável Leveza
Íntima Fracção

<- J ->
Jardim de Luz
JNPDI
João Soares
Jornalismo e Comunicação
JS Famalicão
JS Tomar
O Jumento

<- K ->
Klepsýdra
Kontrastes 2.0
Kontratempos

<- L ->
Lapas do Almonda
Legalices
A Lei do Funil
Letras com Garfos
LiBlog
Linha de Cabotagem
Linha de Conta
Lisboa Lisboa
LisbonLab
Lisbon Photos
Da Literatura
Lóbi do Chá
Loja de Ideias
Luminiscências
Lusofin
Luz e Dias

<- M ->
Macroscópio
Mader Focar
Mais Actual
Malaposta
Manos Metralhas
Mar Salgado
Margem Esquerda
Margens de Erro
Marquesa
Marretas
Ma-Shamba
Mau Tempo no Canil
Meia Laranja
Meia Livraria
Memória Virtual
Minha Rica Casinha
Miniscente
Miranda e Eu
Miss Pearls
Mitos Rurais e Urbanos
O Mocho II
A Montanha Mágica
Mudar a Máquina do Estado...
Muito cá da Casa
O Mundo Perfeito
Mundo Pessoa
Murcon
Murro no Estômago

<- N ->
Nada mais Claro
Nelsu, uma preta!
Nimbypólis
A Nossa Rádio
Os Nossos Queridos Jornalistas Desportivos
Notas ao Café
Notas Verbais
Nova Floresta

<- O ->
Objectiva 3
Ocasionalidades
Office Lounging
Oito Cinco Oito (858)
Ondas 3
On the Road Again
Opinar para Avançar
A Origem das Espécies

<- P ->
Palavras de Ursa
Pantalassa
A Par e Passo
A Partir de Inglaterra
Passado/Presente
Os Pássaros
Pé de Meia
Pedro Santana Lopes
Penamacor
Penduras
Pensamentos
Pequenos Nadas
O Perdigueiro
O Plagiário
Poeta sem poesia
Poetry Café
Política Maluca
Eu sou o Politicopata
Ponte Europa
Ponto Média
Pornograffiti
Porto das Crônicas
Por Tu Graal
Portugal dos Pequeninos
Do Portugal Profundo
Povo de Bahá
PS Ajuda
PS Belém
PS Lumiar
Publicista
Pura Economia
Puro Arábica

<- Q ->
Quarta República
Quase em Português

<- R ->
RandomBlog02
The Record Keepers
Regi Linda
Relações Internacionais
Respirar o Mesmo Ar
O Restaurador da Independência
Retórica
Retorta
Revisão da Matéria
Rititi
A Rosa
Rua da Judiaria

<- S ->
Santa Terrinha
Saude, SA
Sem Estrada
Setairis
Sinais Tortos
Sobre o Tempo que Passa
Solidariedade e Cidadania
A Sombra da Bananeira
A Sombra do Convento
SOS Acriticismo
Substrato
Suspeitix

<- T ->
Tasquinha
Tempo dos Assassinos
O Tempo das Cerejas
Timshel
Tomar
Tomar Partido 2
Toxana
Tralapraki
31 da Armada

<- U ->
Último Reduto
Ultraperiférico

<- V ->
Vento Sueste
Véu da Ignorância
A Vida Breve
Vida das Coisas
25 centímetros de neve
VoxBlogs Magazine
A Voz do Povo


RIP
<- A ->
Abnegado
Abrir Lisboa
Adufe
Água Lisa (0) (Bota Acima)
Água Lisa (1)
Água Lisa (2)
Água Lisa (3)
Água Lisa (4)
Água Lisa (5)
<- B ->
Barnabé
Blogolento
Bombyx Mori
<- C ->
O Carimbo
Cidadania Europeia
Cidadão Livre
Cidadãos por Lisboa
<- D ->
O Desenvolvimento Sustentável
<- E ->
O Espectro
Estaleiro
<- F ->
Forum Cidade
<- G ->
Guterres 2006
<- J ->
Janela para o Rio
Jaquinzinhos
O Jumento (Blogdrive)
<- M ->
Manuel Alegre Campanha
Manuel Alegre-Alargar a cidadania
Manuel Alegre - O Quadrado
Manuel Alegre(SG-PS)
<- P ->
O País Relativo
O Pastelinho
Penduras (antigo)
Pulo do Lobo
<- S ->
SIM (Portal)
De Socas nos Pés
Super Mário
<- T ->
Ter Voz
Terras do Nunca
Tratado da Constituição Europeia
<- W ->
Westerpart
<- V ->
Victum Sustinere
Viva Espanha
Votaria SIM
Vozeirão Virtual
<- X ->
Xicuembo


Portal do Governo - Programa XVII Governo (PDF)
- Programa Eleitoral PS (PDF)

Presidência da República

Comissão Nacional Eleições . TuCows

C/Net . TuCows

Apdeites . PTbloggers

You Tube . Metacafe

BlogPulse . BlogIceRocket

SNAP . SNAP

Google Search . Dir M Busca

Blog Search . Technorati

UEFA

More blogs about http://tugir.blogspot.com


Jiminy Cricket

Sitemeter Summary Sitemeter Referrals Sitemeter Gráfico Contador (ext) Imagens Webmail Blogger www2 Dicionario




Comunicação Social (Portuguesa)
Jornais
Açoriano Oriental
Antena 1 (P. Rolo Duarte)
A Bola
Correio da Manhã
Democracia Liberal
Destak
Diário dos Açores
Diário de Aveiro
Diário Digital
Diário Económico
Diário de Notícias
Expresso
Fábrica de Conteúdos
O Jogo
Jornal do Fundão
Jornal de Negócios
Jornal de Notícias
Lusa
O Primeiro de Janeiro
O Público
Rádio Clube Português
Rádio Comercial
Record
RTP
Sábado
Sapo XL (ver SIC directo)
SIC
SOL
TSF
TVI
TVNet
Visão
SICn ao vivo
SICn ao vivo


Comunicação Social (Estrangeira)
Jornais
Al Jazeera English
BBC
CNN
Le Figaro
Google News
Guardian Unlimited
Lisbon Times
Le Monde
El Mundo
MSNBC
NASA TV Public Channel
The New York Times
El Pais
Reuters
Time
The Times
USA Today
Veja


Outros WebSites

Ingrid Betancourt
Ingrid Betancourt

Liberdade Sequestrados FARC
Assinaturas Sequestrados FARC
Referências Sequestrados FARC

Stop Executions
Stop executions now

1º Aniversário TUGIR
1º Aniversário
Post Aniversário
Textos Blogs



2º Aniversário TUGIR
2º Aniversário
1º Post Aniversário
2º Post Aniversário
3º Post Aniversário
Textos Blogs



Jorge Sampaio
Comunicação de 2004-07-09
(Sampaio - Comunicação ao País)


Jorge Sampaio
Comunicação de 2005-03-12
(Sampaio - Posse XVII Governo)


Jorge Sampaio
Comunicação de 2004-12-10
(Sampaio - Dissolução AR)


Jorge Sampaio
Comunicação de 2005-07-17
(Sampaio - Posse XVI Governo)


José Sócrates
XV Congresso PS 2006
(Sócrates - Encerramento)


Aníbal Silva
Intervenção de 2006-03-09
(Silva - Tomada de posse)


Internacional

Tony Blair
Intervenção de 2005-06-23
(Blair - Parlamento Europeu)


Tugir em português
Magritte


online
sexta-feira, março 31, 2006
 
Delacroix[0.405/2006]
A força da realidade

Caro JAM,
Importa não esquecer o porquê desta lei:
J'ai voulu que le Gouvernement se mobilise pour l'égalité des chances en pensant d'abord à tous les jeunes qui sont, en raison d'une formation insuffisante, en réalité privés de la possibilité d'accéder à un premier emploi et qui désespèrent de pouvoir tracer leur chemin.
C'est l'objet de la loi sur l'égalité des chances dont le contrat premier embauche est un des éléments. Avec ce contrat, le Premier ministre, Dominique de VILLEPIN a voulu offrir à tous ces jeunes des opportunités nouvelles pour l'emploi : accéder à l'entreprise ; pouvoir y faire ses preuves ; acquérir une véritable expérience professionnelle, avec un vrai contrat de travail. Pour cela, le Gouvernement s'est attaché à concilier plus de souplesse pour les entreprises mais aussi des garanties nouvelles pour les salariés.

Como referi noutro texto, o CPE não é perfeito e merecia acerto no ponto do despedimento sem causa: É evidente que há uma preocupante e grave lacuna na CPE, o despedimento sem qualquer motivo. E este ponto é, precisamente, um dos que merece correcção, conforme está expresso na intervenção:
En cas de rupture du contrat, le droit du jeune salarié à en connaître les raisons sera inscrit dans la nouvelle loi.
E, perdoe-me caro JAM, ainda mais este apontamento egocêntrico, pois assinalei (numa resposta a uma interpelação sua) a mudança laboral neste mundo globalizado e, agora, a França prepara-se para a mudança que (o)corre, conforme abordado na intervenção presidencial:
Mais nous devons répondre aussi à l'aspiration des salariés à plus de sécurité dans un monde du travail en perpétuelle évolution.
Felizmente, para a França e para a Europa, houve coragem política para mudar e não ceder às ondas de protesto, defensoras do imobilismo.
CMC
10:17:00 da tarde . - . Página inicial . - . Comentários (7)




 
França
[0.404/2006]
Boas notícias

Trés bien, Monsieur le President!
CMC
www.3dflags.com
7:46:00 da tarde . - . Página inicial . - . Comentários (5)




 
PSF[0.403/2006]
O anacronismo do PS francês

O PS francês comporta-se como os comunistas portugueses. Indiferentes ao ritmo da sociedade, defensores de regalias em vez de direitos dos trabalhadores e sem projecto alternativo.
Talvez os camaradas socialistas franceses aprendessem algo com os portugueses, que estão a governar bem o país. Procurando assegurar direitos e evitando os possíveis estrangulamentos, como o ritmo laboral da globalização pode imprimir.
CMC
5:34:00 da tarde . - . Página inicial . - . Comentários (10)




 
PPD[0.402/2006]
Partido kutozoviano

Há dias, numa apresentação de defesa de uma OPA, um quadro dirigente citava Kutozov. A moda, pelos vistos, pegou.
Agora, no PPD, os candidatos à presidência do partido seguem o exemplo do militar russo. Deixam o actual líder candidatar-se sem oposição, para o poderem conquistar quando o calendário eleitoral for favorável.
Já se percebeu no exterior, e sabe-se há muito no interior do PPD, que este Presidente está a prazo, pois nem os militantes depositam nele confiança, nem os portugueses o identificam como alternativa.
CMC
4:52:00 da tarde . - . Página inicial . - . Comentários (2)




 
responsáveis políticos ucranianos[0.401/2006]
A provável podridão laranja

Tudo indica que os principais rostos da Revolução Laranja, depois desavindos, quando encontrados no poder, voltam a juntar-se por força das circunstâncias.
Tendo em conta o passado recente, alguém não sairá muito bem, senão mesmo os dois, Presidente e próxima Primeira-Ministra.
O exercício do poder tende a queimar relações políticas e pessoais. Quando as desavenças já existem e se insiste numa relação, forçada, a mínima faísca é suficiente para provocar um incêndio.
O líder do partido, pró-russo, mais votado nas legislativas, relegado para a oposição pela coligação das forças laranjas, deve sair, a médio prazo, muito mais forte. Por isso, é bem provável que dentro de três anos conquiste a presidência do país.
CMC
4:22:00 da tarde . - . Página inicial . - . Comentários (5)




 
Monsiuer Jacques

[0.400/2006]
Declaração importante

Espera-se que hoje, às 19 horas de Lisboa, o Presidente gaulês, em intervenção televisiva dirigida aos francesas, sacuda um pouco a bafienta leitura e postura política que representa e assuma a promulgação do CPE.
A bem de França e da Europa.
CMC
2:03:00 da tarde . - . Página inicial . - . Comentários (2)




 
[0.399/2006]
Como as cerejas
são as conversas, no tempo delas.

Cerejas

Conversa rápida, sem mais:
Ao contrário dos seus três antecessores, que tinham o condão de me criar pele de galinha assim que os via, Teixeira dos Santos inspira-me confiança. Considero-o um dos melhores e mais eficazes Ministros do actual Governo.
Gosto de gente assim.
Gente que se sente ser gente, gente determinada que dispensa arrogância, gente que vale por si.


CerejasConversa da moda:
A conversa das quotas de género que embarcam normalmente pelo género de conversa que não me convence. Esta coisa dos homens determinarem que as mulheres devem ter um determinado número de lugares independentemente das suas capacidades sempre me fez confusão. Em linguagem de rua significam coisas do género: - Vamos lá fazer esta lista e encaixar umas gajas nas quotas.
Prefiro constituir a lista com o critério da qualidade.
É que cada vez se vê mais gajas nos cargos em detrimento de mulheres competentes.

CerejasA conversa do topo:
A última cereja, não para enfeitar o bolo mas em acto de esperança.
Também entendo que a situação na Administração Pública tinha de mudar. Não estou a avaliar ainda, até por não dispor de toda a informação nem conhecer o método que foi aplicado, mas somente a reconhecer o valor e a coragem de se ter iniciado o PRACE (sabendo que o mais custoso ainda está para chegar).
A esperança é para que seja levado até ao fim e que, na construção das orgânicas dos serviços da AP, existam entidades independentes que não permitam a viciação do jogo.
Se forem utilizados os métodos habituais antes aplicados muito pouco vai mudar. Fala-se constantemente dos Jobs e dos Boys (e girls) e esquece-se que a Administração Pública tem sido gerida por um Gang mafioso que nada tem a ver com o poder político, antes só com os interesses pessoais de quem o compõe.
Se não houver coragem suficiente para quebrar esse gang, bem podem fazer a reengenharia mais científica que os resultados práticos serão nulos.
LNT
Ainda em pedúnculo das ditas (gajas): Também há a conversa daquela gaja que quer publicidade gratuita ao livrinho. A mim não me apanhas tu, minha filha, nem com marca registada. Se queres conversa fiada e anúncio vais ter de pagar.
1:25:00 da tarde . - . Página inicial . - . Comentários (7)




 
Pin Up
[0.398/2006]
Todas las mujeres lo bailan

Quem anda em grandes comemorações é o Walter Rodrigues, já vai para uma semana.
Música sexy devidamente orientada, pin ups e olhares lângidos às sevilhanas.
Um verdadeiro Forum Comunitário.
Um abraço de parabéns e o agradecimento pelos dois anos de boa disposição e de excelente companhia.
LNT & CMC
2:36:00 da manhã . - . Página inicial . - . Comentários (1)



quinta-feira, março 30, 2006
 
Jumento
[0.397/2006]
Nascer em Portugal

Caro(a) Jerico,
Quer-me parecer que está a simplificar demais. Senão vejamos:

1. - Compete ao Estado português assegurar um Serviço de Saúde aos seus cidadãos. Além de ser um preceito constitucional é igualmente algo que um Governo do Partido Socialista nunca poderá esquecer. Que me diga que Elvas não tem nascimentos suficientes que justifiquem uma maternidade e que por isso não exista lá um serviço desses, é uma coisa, agora que me diga que um parto é uma acção médica situada entre o arrancar de um dente e uma operação ao coração, é outra e parece-me redutor. Dissociar o acto médico do simbolismo inerente ao nascimento (até patriótico, pois então!) é uma simplificação que pode ter os seus frutos economicistas mas é uma aberração política. Uma vez mais se esquece que um Governo é uma entidade política, e não contabilística.
Em todo o caso, se não houver maternidade em Elvas então que hajam em Portugal, numa localidade acessível e em tempo útil, esses cuidados de saúde (de notar que numa maternidade há muito mais cuidados médicos do que partos).

Miúdo Rir2. - Se a nacionalidade não se adquire com o nascimento, porque depende, entre outras coisas, do registo civil (veremos se o Simplex não poderá também simplificar obrigando ao registo civil automático em todas as maternidades) a naturalidade é de nascimento, ao contrário do que o(a) prezado Jerico afirma. Quem nascer em Badajoz terá para sempre esse facto registado no seu BI. No aspecto legal ou de direitos não é grave? Não, não me parece grave, mesmo que daqui a duas gerações só existam elvenses naturais de Badajoz. Não será por isso que serão menos portugueses, é verdade. Mas, meu caro(a) Jerico, apesar dos pesares, pelo menos para mim que tenho muita honra da minha naturalidade, não gostaria, sendo português, que um americano ou um iraquiano, por exemplo, ao observar o meu passaporte fossem uma vez mais induzidos a pensar que Portugal e Espanha são a mesma coisa quando verificassem a naturalidade e a nacionalidade.
Como já disse não é grave, más hombre, y no me gusta!

3. - Depois, diz o(a) Jerico que quartéis e maternidades podem aumentar o comércio mas não promovem o desenvolvimento económico e ainda que o problema do Alentejo se prende com a falta de trabalho e não com a de nascimento. Aqui não consigo perceber.
Não percebo como é que o comércio não aumenta o desenvolvimento económico e não fomenta o emprego. Sabe-se que à volta de unidades de serviços se desenvolvem unidades auxiliares. Sabe-se que se isso pode ser irrelevante numa grande cidade, pode ser determinante em pequenos agregados.
Um Governo do Partido Socialista não pode fomentar a desertificação do interior, antes pelo contrário, deverá incentivar a descentralização e a fixação das populações. Estas questões que agora podem parecer irrelevantes levarão a mais migração para os grandes centros populacionais e a mais desenraizamento o que se pagará caro em gerações futuras.
Tanto em termos sociais, como de desertificação, como de empobrecimento do interior, etc. e quem Governa tem de se preocupar com o futuro.

Haveria pano para mangas, caro(a) Jerico. Isto daria longo debate, coisa que se não proporciona num Blog.
Para acabar onde começou esta troca de impressões:
Percebe-se pela leitura do o Jumento uma absoluta má vontade em relação a tudo que diga respeito a qualquer posição de Manuel Alegre. É um direito do Jerico. Ainda bem que não pensamos todos pela mesma cabeça. No entanto dizer que a defesa da naturalidade em território português e do direito de um português nascer em Portugal é um acto de populismo, ir-me-á desculpar meu caro(a), mas não me parece correcto
LNT
1:04:00 da tarde . - . Página inicial . - . Comentários (10)




 
mural [0.396/2006]
Militância partidária e identificação com a doutrina

Ainda no seguimento do texto anterior, devido ao ponto socialismo, vem a propósito um almoço com camaradas, há algumas semanas, quando um dos presentes me disse, sem conforto, que eu, sendo militante socialista, devia ter vergonha em dizer que sou social-democrata.
Disse-lhe, já perdi a conta, que em Portugal, com a doutrina social-democrata, só há um partido e essa formação política é o PS. O camarada continuou incomodado. Afinal sempre há um partido em Portugal que se diz e apresenta como social-democrata e é de direita. Já tentei fazer um desenho das famílias políticas europeias mas de pouco me valeu. Ele embicou na nomenclatura partidária nacional. Por distracção ou esquecimento meu não lhe forneci de outro pormenor, pois os comunistas portugueses, por exemplo, assumem-se como defensores da via socialista.
Moral: as pessoas hoje aderem mais aos partidos pelas possibilidades que os cartões partidários podem abrir do que pelas causas que os partidos representam.
Talvez se devesse introduzir, em todos os partidos, antes de qualquer proposta de militante ser aceite, um teste, como aqueles que de vez em quando preenchemos na net, para observar em que área política a pessoa se enquadra melhor, de acordo com os pontos de vista manifestados em diversas áreas. Bem como os filiados podiam ser abrangidos por esse teste.
Provavelmente, nessa altura, haveria muitas fichas a mudar de rumo e/ou os partidos a ficarem desguarnecidos de militantes.
CMC
3:13:00 da manhã . - . Página inicial . - . Comentários (8)




 
mural [0.395/2006]
Dos socialismos

O André faculta, a quem ainda tem dúvidas, reportagens das prejudiciais políticas do pseudo-biblista-bolivarista, desde logo para os venezuelanos.
E quanto a socialismo, caro André, deve distinguir-se o socialismo responsável e democrático do socialismo populista e demagógico.
Sendo eu socialista, da via social-democrata, não me revejo, quanto mais me identifico com esse senhor, também ele se afirma socialista, autêntico promotor de miséria e desgraça, que governa em Caracas e desgoverna a Venezuela e a vida dos venezuelanos.
CMC
2:45:00 da manhã . - . Página inicial . - . Comentários (4)



quarta-feira, março 29, 2006
 
SIMPLEX[0.394/2006]
FAQ Simplex

Na caixa de eMail foram recebidas três mensagens sugestivas sobre o texto que TAA escreveu mais abaixo [0.389]. Duas não são para responder embora se possa referir que crítica é diferente de oposição. Aliás ninguém neste Tugir se opõe ao SIMPLEX, antes pelo contrário. O que se lamenta é que ainda exista quem esteja convencido que o advir se vende publicitariamente. Adiante, já tinha dito que essas mensagens nem merecem resposta. Agora a outra já merece. Aquela onde é solicitada explicação (como se fosse muito burra, diz lá) sobre o que é que no Tugir se entende por burocracia electrónica.

Minha cara interlocutora,
No Tugir não sei o que se entende, mas no meu entendimento, mesmo para quem fosse muito burra, traduz-se em meia dúzia de palavras e num caso real ainda hoje (há pouco mais de duas horas) ocorrido.
As palavras:
Todos os elementos de identificação que forem pedidos a um cidadão que se apresente num balcão público (do Estado) para além do número do BI são burocracia.
O formulário que pede para além do nº do BI outros elementos, como por exemplo, a data e local de emissão, o nome do pai e da mãe, a data de nascimento, etc., é burocracia pura. Electrónica ou não. O Estado já dispõe de todos esses dados, não é necessário voltar a solicitá-los.
O exemplo:
A ADSE emitiu um cartão de beneficiário que está válido até ao final de 2006. O cartão desapareceu. Passei pelo balcão da ADSE de uma das Lojas do Cidadão de Lisboa e através do nº de beneficiário foi confirmado On-Line que o cartão estava válido.
Para emissão da 2ª via exigiram 2 Euros, o que é aceitável uma vez que haverão custos na nova emissão. No entanto exigiram igualmente o preenchimento do Modelo nº 1.028 que me fará escrever todos os dados já comportados na Base de Dados da ADSE.
Isto é pura burocracia electrónica. Aquele papel é inútil, representa gastos de tempo da Administração e meus, implica gastos de papel e ainda representa parte de uma árvore que não precisava de ser abatida. Bastava que o funcionário do lado de lá da secretária tivesse digitado a solicitação da 2ª via uma vez que já tinha presente no ecrã todos os dados que pretendia obter.
É SIMPLEX, não é?
LNT
10:12:00 da tarde . - . Página inicial . - . Comentários (3)




 
Índia[0.393/2006]
Ainda a Índia

Cara Maloud,
Se fosse saudosista poderia dizer: para a Índia já e em força. Obviamente teria de ser mais concreto, para Goa, Damão e Diu reparar o erro (à luz do saudosismo) do traidor Vassalo e Silva - que mais não fez o que o bom-senso diria.
Não se trata de ser apologista do inglês. Aliás, neste blogue, apologista, só da lusofonia.
Admito que não fui o suficientemente claro no texto anterior, pois referia-me às oportunidades e riscos de crescimento entre os dois grandes colossos asiáticos e mundiais: Índia e China. No caso linguístico, por exemplo, a Índia tem a vida muito mais facilitada do que a China.
Quanto à defesa do suicídio colectivo, não há nenhuma tese nesse sentido em qualquer dos meus escritos. A não ser que a encontre em interpretações subliminares. Nunca se sabe. Trata-se, apenas, de, com virtudes e defeitos, observar e procurar interpretar a realidade do globo. Que, já dizia o poeta, mudam-se os tempos, mudam-se as realidades.
CMC
6:49:00 da tarde . - . Página inicial . - . Comentários (9)




 
Índia[0.392/2006]
Índia: âncora do desenvolvimento ocidental no Oriente

Enquanto uns manifestam, indignados com o CPE, pensando com o mundo não pula e avança, as empresas aproveitam o momento e deslocalizam serviços para a Índia, como tem sido noticiado.
O Deutsche Bank vai ter departamentos a funcionar na Índia. Isto depois de há semanas o actual Secretário-Geral da ONU ter anunciado a intenção de deslocalizar de serviços das Nações Unidas, de Nova Iorque para a Ásia, onde, naturalmente, se inclui a Índia.
Mais do que a China a Índia torna-se o grande potentado da Ásia do século XXI.
O factor linguístico, o inglês, beneficia a Índia. A aliança com os Estados ocidentais, ajuda a Índia. O factor demográfico, com taxas de natalidade superiores à chinesa, dá força à Índia. E, não menos importante, a quantidade de indianos no MIT, desejosos de regressar e/ou ajuda o país natal é determinante.
O mundo laboral está em profunda mudança. Infelizmente, sobretudo os mais novos, em França, não estão a querer perceber esta realidade. Depois admirem-se com o desemprego. Os direitos dos trabalhadores devem prender-se com a formação e qualificação, mais do que as regalias laborais, que, algumas delas, chegam a incentivar a falta de aplicação.
CMC
3:57:00 da tarde . - . Página inicial . - . Comentários (4)




 
Tia Lolita[0.391/2006]
Querido Tio Diogo,

Sei que vai ao Canadá beber um chazinho uma vez que do resto já se sabe aqui na Meia-Praia de nada servirá porque com aqueles marmanjos não se brinca senão veja lá as cachaporradas que andam a dar na tola das focas para não lhes avariarem as peles.
Sobre o pessoal que está a ser devolvido e sobre os muitos outros que o serão espero que obtenha se mais não for as passagens mais baratas porque os tipos da parra estão para ali virados e os Tugas do costume continuam a achar que isto das papeladas é uma chatice e que conseguirão transformar o Mundo num imenso Portugal de desenrascanço e de esperteza saloia.
Sei que ao ler esta carta vai achar que sou uma reacionária infecta desprovida de sentimentos mas aviso-o já que tal não é verdade embora o Carlitos tenha a mania de fazer correr esse boato. O que sou e sempre fui é uma luso-galega que paga todos os seus impostos e que agora estou mesmo a ver que terei ainda que suportar as despesas de mais uma rapaziada que se gabava de o não fazer que sempre andaram a tratar das suas vidinhas marimbando-se para os que aqui estão e que lá na terra para onde foram a salto eram os primeiros a refilar e a dizer que isto precisava é de um Salazar e que o liberalismo canadiano-americano é que era e agora preparam-se para mamar no OE do Estado português (essa sociedade anónima) percebe.
Olhe sabe Tio Diogo trate é de se agasalhar que ainda está muito frio em Toronto sei lá com o seu casaquinho verde ou coisa assim e não se esqueça de esticar o dedinho em cada gole de chá que dê na companhia do seu homólogo.
Não se esqueça do dedinho espetado que aquilo ainda faz parte da Blairiana Commonwealth.
Dê beijinhos à família e fique com um para si meu querido Tio fundador da democracia.
Tia Lolita
12:56:00 da tarde . - . Página inicial . - . Comentários (1)




 
ex-Presidente liberiano
[0.390/2006]
Encontrado na fronteira

Felizmente as autoridades nigerianas detectaram o fugitivo, que não o Dr. Richard Kimble.
Esperemos que este senhor seja julgado.
CMC
12:34:00 da tarde . - . Página inicial . - . Comentários (1)




 
Simplex[0.389/2006] ................................................................................... O
Texto abandalhado
a necessitar de bolinha vermelha no canto superior direito


Confesso que a minha costela anarca me dá algum gozo. Embora reconhecendo que se trata de uma costela flutuante, uma daquelas costelas dispensáveis que o Senhor usou quando achou que isto de criar homens sem mulheres ia ser uma grande panasquice e resolveu, obrigado meu Deus, transformar aquela coisa flutuante num ser racional, quer dizer, num ser dotado de espírito criativo na cozinha e em outras ciências fundamentais, (onde é que eu ia? ah pois, na costela anarca), dá-me ganas de a exercitar de quando em vez. Isso, ou iço, como diria o anarca com que estou agora de acordo quando chama a atenção para o fundamental deste novo produto da família dos preservativos, o Simplex, que como se sabe foi testado na conformidade do Kamasutra para os lados dos Prazeres e provou ser resistente suficiente a qualquer avanço mais arrojado e na posição mais incrível. No fundo estão-nos é a mandar fornicar, que é como quem diz, forniquem-se mas não se contaminem, nem se engravidem.
É mais ou menos para iço que serve o Simplex, não é constipado?
Se a medida, as 333 medidas, salvo seja, forem de transformação de burocracia celulósica em electrónica, numa Nação onde se aconselha o uso do Simplex para não ter de ir parir a Badajoz (este entre parêntesis é só para dizer que se eu mandasse em Espanha obrigava a que todos os nascidos em Badajoz tivessem nacionalidade espanhola de forma a efectivar o que os Filipes não conseguiram pela espada) (já agora novo parêntesis para dizer ao Jumento que, ao achar que a censura de mandar portuguesas irem parir a Espanha é um acto de populismo, era melhor que percebesse que é necessário e urgente fomentar a fixação das populações e ao mesmo tempo promover o repovoamento do interior, em vez de andar a inventar soluções absurdas), então este novo preservativo passará a ser somente para uso em preliminares. Tem alguma utilidade no gozo mas só satisfaz quem sofra de ejaculação precoce.
O que isto me faz lembrar, dando outra vez uso à minha costela anarca, é um pedido de ajuda que me fizeram há poucos anos atrás na elaboração de uma tese para mestrado sobre eGovernment onde o defensor da tese estava convencido que aquilo (do eGovernment) tratava de Governo (órgão de soberania) electrónico e foi o cabo dos trabalhos para lhe explicar que o conceito se aplicava, não ao órgão, mas à Administração Pública.
Volto ao texto inicial, para terminar. Mais do que os cidadãos, deve o Órgão encapsular-se em Simplex já que parece que de intenções, está o Inferno cheio.
TAA
(Texto Assinado Anonimamente) (para ver se não me simplificam)
12:19:00 da tarde . - . Página inicial . - . Comentários (1)




 
Tony Blair
[0.388/2006]
A resposta de Blair ao convite da imprensa

Uma semana depois da imprensa britânica, em peso, pedir a demissão de Tony Blair, este respondeu, na Austrália, aos inúmeros incentivos.
Primeiro, e abertamente, disse que se enganou, quando declarou que não se recandidatava em 2009.
Segundo, e nas entrelinhas, deixou o recado à comunicação social, ele sai do poder pelo próprio pé, quando quiser e entender.
Entretanto, quem arde sem se ver, é Brown. Até que ponto a manutenção de Blair no número 10 de Downing Street lhe é conveniente.
CMC
12:32:00 da manhã . - . Página inicial . - . Comentários (2)



terça-feira, março 28, 2006
 
Israel[0.387/2006]
Resultados quase previsíveis

Vitória não tão folgada, como se esperava, do Kadima. Os trabalhistas conquistaram mais votos do que os inicialmente perspectivados. O Likud é o grande derrotado. Passa para quarta formação do país, atrás de um partido de extrema-direita (Ysrael Beitenu), dominado por judeus oriundos da antiga União Soviética.
Recorde-se que as eleições de hoje foram convocadas, em certa medida, pela ambição deste senhor alcançar o poder. Hoje ele é o grande derrotado.
O partido do centro e da extrema-direita absorveram os votos de um Likud fraco.
CMC
10:28:00 da tarde . - . Página inicial . - . Comentários (1)




 
SLB[0.386/2006]
Raz parta a PT

Uma vez mais o excelente trabalho da PT, desta vez da TELEPAC/Sitepac que deixa os seus clientes sem serviços. Como se vê, todas as imagens e sons deste Blog estão indisponíveis há mais de 12 horas sem que a TELEPAC apresente sequer qualquer justificação.

E é com empresas destas que se pretende avançar para o eGovernment.

Bom, isto impede que publique a ÁGUIA a afiar as garras, como sempre faço antes de um jogo internacional, o que no entanto não impedirá, decerto, a certa vitória vermelha sobre os Catalães.
Força Benfica.
LNT
7:10:00 da tarde . - . Página inicial . - . Comentários (5)




 
ex-Presidente liberiano[0.385/2006]
Procura-se

Depois do último ditador jugoslavo ter morrido, sem ter sido julgado, a Comunidade Internacional continua impávida e serena para com os criminosos.
Bastou falar em entregar o ex-Presidente liberiano, à solta e em pleno remanso na Nigéria, ao Tribunal das Nações Unidas para os Crimes, pelos crimes cometidos na Libéria e o envolvimento na guerra sangrenta da Serra Leoa, para se agitarem algumas águas e o dito cujo preparar para sair de cena. E de facto saiu. Hoje desapareceu.
CMC
4:32:00 da tarde . - . Página inicial . - . Comentários (3)




 
protestos CPE[0.384/2006]
A complexa realidade global

Caro JAM,
Não se trata de uma cruzada pelo CPE. Trata-se de observar a realidade europeia e a francesa em particular, que, penso ser uma visão consensual, está em crise.
Não sendo a CPE a melhor das leis, como já referi, é uma saída possível para o momento actual. Ou será que a elevada taxa de jovens desempregados, quase um terço, não é preocupante?
Por outro lado, importa recordar o porquê do surgimento desta lei neste momento. O Primeiro-Ministro francês procura dar uma resposta aos graves tumultos sociais que afectaram a França em Novembro passado.
Em França, como na generalidade dos países europeus, há problemas de emprego e, por consequência e inerência, de competitividade.
A realidade do século XXI já não se rege pelas decisões do Estado-nação afectarem o próprio país. Há uma interdependência, cada vez maior, entre todos os países do globo. Mais uns do que outros, obviamente. Afecta muito mais a realidade económica e social da Europa o que se passa em países como o Bangladesh ou o Vietname do que o que acontece em Vanuato ou na Nova Guiné.
Será que os manifestantes que descem hoje às ruas em França têm noção de que a vida de cada um, de todos nós, europeus, já não depende, apenas, do que o Estado nacional fizer, mas de uma competitividade global, bastante interdependente, e que nos afecta directa e indirectamente?
Nunca, como hoje, os Estados europeus actuam, à escala nacional, condicionados por factores externos e exteriores ao seu raio de intervenção e que lhes deixam pouco espaço de manobra.
O chefe do Governo francês, bem ou mal, está a dar uma resposta à realidade.
As forças sindicais e parte dos estudantes não só não dão nenhuma resposta, como enfiam a cabeça na areia, pensando que a crise francesa se resolve atirando os problemas para debaixo do tapete.
Infelizmente só há quem queira entender a realidade quando esta desaba sobre si. Em França, pelos vistos, são muitos.
E quanto a emprego precário ou desemprego, meu caro JAM, espero que não tenha (pois sabe o que isso significa), muito menos venha, a experimentar a segunda.
CMC
1:35:00 da tarde . - . Página inicial . - . Comentários (8)




 
Simplex[0.383/2006]
Simplex, uma tecla a arfar (pub.)

Simplex é um revolucionário produto destinado a altos consumos de simplificação.
Se tiver um rendez-vous com um burocrata proteja-se com Simplex.
O mesmo prazer, o dobro do tempo, faça burocrasex seguro.
Agora em embalagens X, XL e XXL.
Tudo na ponta dos dedos. Com Simplex relacione-se virtualmente.
Relações difíceis com o fisco? Falta de lubrificação? Farto de se sentir apalpado? A burocracia e o contacto pessoal não o excitam? - Simplex, já está!
E porque é preciso ver para acreditar, visite o catálogo de produtos variados.
Uma gama de 333 sensações, uma tecla a arfar.
Simplessssxxxxxxxxxee!
LNT
12:01:00 da manhã . - . Página inicial . - . Comentários (5)



segunda-feira, março 27, 2006
 
Magritte[0.382/2006]
Patriots

As segundas-feiras são dias estranhos. Sempre tive essa sensação mas hoje tenho a certeza. Logo de manhã, enquanto fazia a barba, o rádio da casa-de-banho transmitia a crónica diária de Rogeiro onde se pronunciou sobre a emigração portuguesa dos últimos anos. A páginas tantas referia que esta é diferente da de outros idos e que entendia por bem que Portugal reforçasse as suas representações diplomáticas nos países para onde os fluxos portugueses têm estado a aumentar.
Não percebi a fundamentação para tais comentários. Não percebo a diferença entre o tipo de emigração destes nossos compatriotas que agora estão a ser repatriados do Canadá (o assunto era esse) e a dos outros que demandaram França, Alemanha e USA no século passado. Estará ele a fazer alguma confusão com a emigração de quadros de que se tem falado ultimamente?
Depois, o reforço das Representações Diplomáticas. Fiquei na dúvida se se destinaria a incentivar a emigração ilegal ou a alertar as autoridades desses países para novos fluxos de imigração ilegal portuguesa.
Há dias assim, em que mais vale comentar somente, por exemplo, a importância estratégica das segundas-feiras serem a seguir aos Domingos, numa conjectura semanal em que, caso assim não fosse, teríamos as segundas-feiras a seguir aos sábados.
LNT
5:39:00 da tarde . - . Página inicial . - . Comentários (2)




 
BC[0.381/2006]
Toc, toc, toc!

Se hoje, Dia Mundial do Teatro, fosse emitida uma nota do Alto-Magistrado-da-Nação deveria ter, mais ou menos, este teor:
Sua Excelência manifesta o seu integral apoio ao Dia Mundial do Teatro e congratula-se com o incentivo que esta data acarreta tanto para os actores como para os espectadores.
Para assinalar tão importante data, Sua Excelência irá assistir a uma peça (que não indica o nome para não a beneficiar), num teatro (que não indica o nome para não o beneficiar), de autor conhecido (de que igualmente não indica o nome para não o beneficiar).
Apela ainda ás escolas e associações da terceira idade para que promovam aos seus utentes uma ida ao teatro aproveitando o facto de muitas Companhias franquearam, neste dia, as suas portas.
Por último incita ainda que se promovam visitas de estudo a um Museu para os lados do Lumiar (que não indica o nome para não o beneficiar).
LNT
5:31:00 da tarde . - . Página inicial . - . Comentários (1)




 
Gaston[0.380/2006]
Programa Quando o Blog, Bloga

Ainda na BD para acabar a semana (ou iniciar a nova). Outro mestre da minha infância e juventude na iniciação filosófica foi o belga André Franquin, num tempo em que a francofonia (quase fobia) era importante em Portugal e o seu imperdível Gaston (Gastão nas versões portuguesas da Arcádia), era o cúmulo da parvoíce.
Lembro-me de como teria gostado de ser, na juventude, bronco e barraqueiro como ele (Gaston) nas partidas e humor com que infernizava todos que o rodeavam.
Franquin deixou vasta obra que desenvolveu entre os anos 50 e 80. Destacam-se personagens como Spirou e Fantasio (outros mestres de filosofia), os Tifous e um animal espantoso que mais tarde veio a constituir família e a individualizar-se. Neste Blog foi utilizado diversas vezes para ilustrar textos referentes ao governo de Santana Lopes. Falo de:
1. - Ideafix;
2. - Ran-tan-plam;
3. - Porky Pig;
4. - Marsupilami.
Ainda não foi com a última rubrica desta série que se atingiu a popularidade. Só um concorrente que, por sinal, acertou ao referir Astérix. Será que Maloud tem Blog?
LNT
Modeste e Pompom

Modeste et Pompon - dedicado ao Gabriel Silva do Blasfémias. (Franquin e Goscinny)
2:02:00 da manhã . - . Página inicial . - . Comentários (2)




 
Ucrânia[0.379/2006]
Presidente ucraniano sofre pesada derrota

Moscovo pode ter motivos para sorrir. Os ucranianos optaram, nas urnas, pelos adeptos de uma Ucrânia virada para Rússia. E, surpresa da noite, o partido do Presidente ficou atrás da formação da ex-Primeira-Ministra. Ao contrário do que as sondagens indicavam.
Continua, todavia, a dúvida, quanto ao próximo Governo de Kiev. Com o partido da ex-Chefe de Governo, que deseja novamente o posto, talvez o Presidente ucraniano tenha de engolir um sapo e formar coligação, afastando, deste modo, os vencedores eleitorais da noite. O que duvido. Pois entre os vencedores da noite e adeptos de uma Ucrânia virada para a Rússia e uma política que ambiciona desmesuradamente o poder, qual dos dois o melhor.
De qualquer forma, o Presidente foi o grande derrotado e, mesmo não vencendo a eleição, a antiga chefe do Governo é uma das triunfadoras. O candidato presidencial derrotado em 2004 foi o grande vencedor. Contudo, se os antigos aliados da Revolução Laranja se entenderem e formarem Governo, a vitória eleitoral pode ter um travo bastante amargo.
CMC
12:32:00 da manhã . - . Página inicial . - . Comentários (0)



domingo, março 26, 2006
 
Mimi[0.378/2006]
Cobaias

A relação com a morte é uma das minhas dificuldades maiores. É estranho porque depois de já me relacionado com ela inúmeras vezes, algumas das quais com grande proximidade, dever-me-ia ser mais indiferente.
É verdade que depois de alguns choques brutais com a morte de seres humanos passa a haver alguma frieza, mas a relação mantém-se complexa.
Adiante com esta conversa que o Tugir não é para isto.
De manhã fui dar com a Mimi (na imagem) que vivia cá em casa há mais de dois anos, em rigidez cadavérica. Se fosse no campo uma pá e um pouco de cal tinham feito o despacho físico. Na cidade, tudo se complica, pelo menos para quem não sabe.
E como uma experiência pode servir para elucidação de outros, aqui fica o procedimento que afinal nada tem de muito complicado em Lisboa.
Em Monsanto, perto do Parque infantil do Alvito, existe um Canil/Gatil. Lá chegados (o acesso é um pouco íngreme) há uma porta-de-armas onde alguém mandará preencher uma ficha simples e depositar o animal num recipiente. Só é preciso o BI da pessoa que faz a entrega para cremação.
Meia-volta e silêncio até casa para desligar também dos latidos que por lá se ouvem e não anunciam nada de bom.
Este deve ser o Post mais desagradável que fiz até hoje. Peço desculpa, mas acreditem que pode ser uma boa ajuda a quem se veja na situação de não saber o que fazer a um animal de estimação morto e um Blog também pode servir para informar.
Da relação com a morte, com qualquer morte, é mais complicado. Sobre isso não sei como ajudar.
LNT
11:45:00 da tarde . - . Página inicial . - . Comentários (1)




 
Ucrânia[0.377/2006]
Moscovo deve sorrir logo à noite

Os derrotados nas eleições presidenciais ucranianas de 2004 devem ganhar hoje as legislativas, com uma vantagem razoável sobre os sequazes do Presidente, que provavelmente serão os segundos mais votados. A antiga aliada do Chefe de Estado e ex-Primeira-Ministra da Ucrânia e os seus militantes devem ficar em terceiro.
A confirmar-se estes números, avançados nos últimos dias, resta saber como se vão entender os vários grupos políticos e quem formará o próximo Governo ucraniano.
É bem provável que os adversários presidenciais se juntem, conforme já ocorreu nos últimos tempos, e o partido da ex-Chefe de Governo seja remetido para a oposição.
A Ucrânia balança entre uma orientação ocidental e outra oriental. Se em 2004 a vontade tendia a indicar o Ocidente, hoje o sentido é o oposto.
Logo à noite, Moscovo pode ter motivos para sorrir, depois das agruras de 2004, caso o partido do candidato presidencial derrotado vença a disputa, como se prevê.
CMC
2:16:00 da tarde . - . Página inicial . - . Comentários (2)




 
Tony Blair e Bertie Ahern[0.376/2006]
Já se percebe a posição de Zapatero quanto ao fim da ETA

Agora percebe-se as palavras do Primeiro-Ministro espanhol, quanto há sensivelmente um mês anunciava o fim da luta armada da ETA.
O Governo de Madrid estabeleceu vários contactos com o de Londres, e também com o de Dublin, para encontrar uma ponte de diálogo com a banda terrorista etarra, conforme os homólogos encontraram com o IRA, conforme o El Mundo noticiava ontem, de acordo com fontes do Executivo espanhol.
Vários negociadores do processo da Irlanda do Norte envolveram-se no caso basco.
É verdade que Zapatero estava mais satisfeito há um mês, quando anunciou o fim da luta armada da ETA. Agora está mais prudente, pois recomenda o bom-senso que não se deve lançar os foguetes antes da festa.
O Primeiro-Ministro britânico continua a provar que tem um papel político, como poucos no globo, para além da governação dos interesses públicos dos súbditos de Sua Majestade.
CMC
1:48:00 da tarde . - . Página inicial . - . Comentários (1)




 

[0.375/2006]
Ainda a liberdade de expressão

Especialmente para si, caro leitor crente, defensor de todas as liberdades e manifestante convicto junto de embaixadas, aqui fica um dos momentos maiores da suprema afirmação da liberdade de expressão.
É giro, não é?
Blasfemo, mas muito engraçado.
Muito libertário.
Mas, se calhar, evitável.
Não por a nossa liberdade de expressão estar em causa, mas por causa da nossa liberdade de expressão.
LNT
2:30:00 da manhã . - . Página inicial . - . Comentários (1)




 
Lucky Luke e Jolly Jumper[0.374/2006]
Programa Quando o Blog, bloga

No tempo em que me dedicava a leituras interessantes, a maior parte delas essencial à minha formação filosófica, havia um autor que me fascinava pelos textos de grande densidade de humor e pela intelectualidade que neles demonstrava.
Se a sua pujança fosse nos tempos de hoje deveria ser editorialista de um matutino português e teria um Blog, possivelmente com um heterónimo qualquer.
Felizmente assim não foi e como tal deixou-nos obra histórica. Falo de Goscinny, obviamente.
Aqui fica (ainda na expectativa que esta secção possa um dia vir a ter adesão com elevado débito na caixa de comentários) a questão para hoje:
1. - Goscinny é de nacionalidade bielorussa?
2. - Goscinny é um dos correspondentes do Abrupto?
3. - Goscinny fez parte do Governo de Santana Lopes?
4. - Goscinny, para além dos diálogos de Lucky Luke, fazia também os de que outras personagens famosas?
Já que estou com um monte de obras dele em cima da mesa, vou aproveitar para o reler. Deixa-me adormecer bem disposto. Deixa-me rir.

Música (Som do Tugir em português)

LNT
Ainda: Como estamos com vontade de rir é imprescindível ouvir os diálogos alternativos no anúncio da BMW com o Cocas. Aqui, no sítio do costume.
12:21:00 da manhã . - . Página inicial . - . Comentários (1)



sábado, março 25, 2006
 
Delacroix[0.373/2006]
Entre 1788 e 1789

Governo francês e sindicatos não chegaram a acordo quanto ao CPE.
O primeiro defende 1789, os segundos querem segurar 1788, ainda que disfarcem com o frígio na cabeça sempre que descem à rua.
Antigamente, o poder defendia a manutenção do status e as forças sociais procuravam a mudança. Os tempos mudaram e muito. Os papéis inverteram-se. Contudo, a gulhotina, do desemprego, continua activa.
CMC
12:50:00 da tarde . - . Página inicial . - . Comentários (1)




 
cartoons[0.372/2006]
Em quem votam os eleitores do Kadima?

A poucos dias do escrutínio, já se sabe quem vai ganhar a eleição israelita, e não obterá maioria absoluta.
Resta saber, por interesse, mas não só, se as pessoas quando se deslocarem à urna e votarem no Kadima estão a entregar o seu voto ao actual chefe do Governo e figura cimeira do partido ou se estão a votar no ex-Primeiro-Ministro que se encontra em coma.
CMC
11:31:00 da manhã . - . Página inicial . - . Comentários (1)



sexta-feira, março 24, 2006
 
Tractor
[0.371/2006]
Programa Quando o Blog, bloga (restolhos)

Infelizmente este fim-de-semana não vai dar.
Não poderei juntar-me a vomecês para protestar contra o cortadeira de subsídios à "não produção". Hei-de quedar-me pela metrópole armando em urbanóide, como haveria de falar o Walter que está iniciando os festejos de dois anitos de excelente bloganço.
Também com o temporal que se montou não me seria permitido usar o Loden predilecto, aquele onde tenho espetadas as duas penas do faisão que filei no ano passado. E sem o meu Loden não apetece fazer tratorices.
Bem, já que não se pode alantejanar, fiquem-se com a garota e mantenham-se tranquilos e sossegados.
Vá lá Mafaldinha, canta-lhes ao coração.

Música (Som do Tugir em português)

Dá música ao Forum que aquilo é festejo cigano!
LNT
10:32:00 da tarde . - . Página inicial . - . Comentários (0)




 
Tejo[0.370/2006]
Almoço sem o Tejo como pano de fundo

Caro Luís,
Fui almoçar com uns camaradas. Bons camaradas e grandes amigos destas aventuras militantes de e com causas, algures nas redondezas da capital, sem vista para o Tejo.
Nada de lobby, muito menos conspirações. Apenas uma boa conversa, à volta de um bom petisco não muito bem regado, sobre o país e o mundo.
Cada camarada, proveniente de um local diferente do país. Perspectivas diferentes, sobre diversas questões. Eles com leituras mais próximas entre si, eu mais distante das posições deles. Eles com Soares no punho, eu com Tony na argumentação. Às tantas houve necessidade de uma pessoa dizer: "sou de esquerda, não sou esquerdalho".
Foi animado. Convergimos todos no mesmo ámen ao Santo e incompreendido político florentino.
Às tantas, com a animação da conversa, alguém fez questão de dizer que o diálogo estava a ultrapassar as fronteiras do senso-comum para um almoço, tais eram as citações de Weber, alusões a Napoleão, entre análises pormenorizadas sobre a influência ou ausência de força dos caciques em partidos de quadros e partidos de massas, ditadores de Portugal e de Espanha, evolução ou regressão dos povos peninsulares, referência à manutenção do império luso durante tantos séculos e o modo como os britânicos colonizaram o globo. Só nos faltou referir Armstrong na Lua.
Quanto à fotografia da mesa, foi exposta aquela por ser a que estava mais à mão para ilustrar o texto.
Outro almoço está por agendar e mais haverá para falar, pois ficaram números por apresentar e justificar entre nós.
CMC
9:27:00 da tarde . - . Página inicial . - . Comentários (0)




 
mes almoço[0.369/2006]
Socialistas, capitalistas e (mais difícil ainda) franquistas

Rico almoço. Entre medalhões, piano e coentros.
Mais um pouco e alguém apanhava uma indigestão. Tanta referência a este e a este. Para mim, não disse o meu ponto de vista, nem um nem outro. Mas que há diferenças entre um e outro, lá isso há.
Moral da conversa: o vinho era um pouco rançoso.
CMC
4:47:00 da tarde . - . Página inicial . - . Comentários (0)




 
Mocho[0.368/2006]
preparar para Regionalizar (actualizado)

Quem costuma ler os programas eleitorais nunca se surpreende, depois de votar, com o cumprimento do que lá vem escrito.
O que o PS prometeu sobre o assunto pode-se ler no Capítulo III das Bases Programáticas, nomeadamente nos pontos 3 e 4.
Não se pode estar constantemente a atacar o poder por cumprir e também por não cumprir as promessas com que se apresentou a sufrágio.

Aliás, nesta matéria, gostaria que me explicassem como seria possível avançar para uma Reforma da Administração Pública e da Administração Territorial sem equacionar o assunto?
Tal está explicitamente referido em VI do Capítulo III (VI. Modernizar a Administração territorial autárquica), senão leiam:

(...) Nestes termos, e tendo em conta a experiência do anterior referendo e os respectivos resultados, impõe-se na próxima legislatura a adopção de iniciativas tendo em vista a criação de condições políticas para um futuro referendo à regionalização. Antes de avançar para um novo referendo, absolutamente decisivo para o futuro da ideia de regionalização em Portugal, importa procurar e construir um consenso mais alargado quanto à instituição em concreto das regiões e quanto ao modelo a adoptar, tomando como base a proposta das cinco regiões-plano. (...)

A Constituição determina o Referendo para a Regionalização. Nada impede que ele não se efectue já sobre um plano completamente montado e testado. Pelo contrário, parece-me útil que assim se faça, para total esclarecimento dos cidadãos.
Por último recorda-se que o anterior Referendo não teve valor vinculativo. (1ª questão, 2ª questão)
LNT

Actualização em resposta ao Texto 446 do Bloguítica

Caro Paulo Gorjão,
também por partes:
1. - Se não ficou surpreendido, parece. Basta ler o seu texto 444;
2. - Não estamos a tratar de uma parte irrelevante, ou de um pormenor do Programa Eleitoral. Estamos a falar de grande parte de um Capítulo e de uma bandeira fundamental defendida pelo Partido Socialista há quase uma década. Não me parece curial tratá-la como se fosse um ponto menor das intenções do PS para esta legislatura;
3. - A minha opinião sobre o não cumprimento das promessas eleitorais é por demais conhecida. Basta folhear o Tugir em português para constatar isso. Aliás o Paulo sabe-o bem. Pondo de parte a minha censura, porque pouco interessa, o PS terá tempo de ser julgado por isso daqui a três anos. São as regras da democracia;
4. - "a bondade das medidas em causa e os meios que são utilizados para as implementar" que cita, são exactamente as que estão mencionadas no VI do Capítulo III, que transcrevo em cima.
Como lhe disse, nada existe de surpreendente. Estava lá tudo escrito, preto no branco. Nada em entrelinhas, nada dissimulado.
Sejamos claros, Paulo. Repito, esta é uma matéria de maior relevo e uma bandeira do PS, não é uma parte menor do seu Programa Eleitoral.
5. - (Nota ao texto 447, ponto 2) Nem parece seu, caro Paulo. O que é que eu tenho de achar em relação à sua decisão de votar neste ou naquele candidato? Essa decisão compete a cada um.
1:40:00 da tarde . - . Página inicial . - . Comentários (1)




 
Frangos[0.367/2006]
Programa Quando o Blog, bloga

Onde é que eu ia quando fui interrompido pelo CMC armado em holligan daquela equipa verde que falha um data de grandes penalidades?
Ah pois, no Altino. E é como ele diz, aquilo não é para floreados, é mesmo para contribuir. Massa, carcanhóis, pilim, el contado, percebem? É que sem isso o miúdo está lixado. E tu, caro Altino, podes retirar o link e não tens que agradecer porque quem te fica agradecido somos nós.

Agora, voltando a esta rubrica do Quando o Blog, Bloga, para uma adivinha:
Você, amigo(a) leitor(a), por acaso já abriu o envelope com a última conta da EDP?
Não? Então adivinhe:
1 - Vai pagar menos que no mês passado?
2 - Vai pagar o mesmo que no mês passado?
3 - Vai pagar um pouco mais do que no mês passado?
4 - Vai ficar parvo(a) com a conta que aqueles gajos lhe mandaram?
Como sempre pode habilitar-se a ganhar um prémio se responder nas nossas caixas de comentários. O CMC já ganhou no programa anterior o seu prémio de sonho. Somos uns mãos-largas.
LNT
12:34:00 da tarde . - . Página inicial . - . Comentários (0)




 
cuco[0.366/2006]
Para as cliques

Alguns amigos e camaradas surpreendem-se, fazem-me chegar essa leitura, com os elogios que por vezes faço no TUGIR a governantes de direita.
Ainda não percebi qual o mal de elogiar pessoas de direita quando actuam bem. Do mesmo modo não entendo qual a dificuldade de pessoas de direita elogiarem políticos de esquerda quando estes procedem correctamente.
Só os facciosos não admitem que haja pessoas de outros quadrantes que têm boas medidas políticas. Mas estes sofrem de uma patologia digna de tratamento psiquiátrico. E não são poucos, nos diversos partidos políticos.
Regressando aos amigos e camaradas, alguns deles que são os primeiros a saltar da cadeira e aplaudem entusiasticamente o actual Secretário-Geral socialista, espero que agora, face à posição acertada do Primeiro-Ministro português, não o insultem, pois ele também cita alguns (bons) exemplos de países governados actualmente pela direita.
CMC
1:29:00 da manhã . - . Página inicial . - . Comentários (1)




 
Vitória Taça de Portugal

[0.365/2006]
Outra vez no Jamor

Custou, mas a ida ao Jamor ninguém tira ao Vitória.
Jogo sofrido, sobretudo nos últimos dez minutos do prolongamento.
O kompensan estava quase à mão. Um último e desesperado ataque salvou a equipa de um jogo deplorável, que, reconheço, esteve melhor o bitória minhoto.
Excelente exibição de Robinho, que acabou por fazer esquecer dois jogadores sadinos, pelos vistos mais habilitados a ensaios de três pontos, nos derradeiros e decisivos momentos.
Venham os dragões.
A malta do Bonfim não se acanha!
E já podemos comemorar a ida à UEFA.
CMC
12:43:00 da manhã . - . Página inicial . - . Comentários (1)



quinta-feira, março 23, 2006
 
Vitória de Setúbal - Taça de Portugal

[0.364/2006]
Está quase

Faltam poucas horas para o Jamor ser uma boa e apetecível repetição.
Deseja-se!
CMC
5:40:00 da tarde . - . Página inicial . - . Comentários (8)




 
Help[0.363/2006]
Urgente e importante

Lembram-se certamente do A Ferreira Torres do Blog Food-i-do que aqui há uns tempos arrancou com a iniciativa conseguida para que o site da FIFA falasse também em português, pelo menos durante o Campeonato do Mundo de Futebol.
Pois bem.
O Altino apela agora para um assunto realmente urgente e importante que a sua filha Catarina lhe levou para casa.
E como ele diz, se a Catarina o fez, é porque é realmente importante e urgente.
Por favor vão lá ver e, se puderem, não deixem de ajudar.
LNT
5:30:00 da tarde . - . Página inicial . - . Comentários (1)




 
Espanha[0.362/2006]
A Espanha destes tempos

Caro Nuno Pinto,
Penso que o Governo espanhol tem actuado bem. Contudo, coloco alguns senãos, como alguma política externa - relação com alguns líderes da América do Sul (apesar de perceber o negócio bastante lucrativo para Espanha, nomeadamente em termos de armamento) - e a forma como tem lidado com as autonomias.
Penso que o Presidente do Governo abriu uma caixa de Pandora ao mexer nas autonomias. Vamos ver como descalça a bota. Não obstante esta leitura, pelo menos tem controlado os estragos, nos últimos tempos nomeadamente na Catalunha. Agora, pelo que é avançado, até a ERC prefere abster-se do que votar contra o novo Estatuto catalão, do que votar "não" ao lado do PP.
No caso basco, o anúncio feito por Zapatero há umas semanas, do fim da ETA, parece ter surtido efeito. Contudo, como o Nuno salienta, e bem, é de desconfiar a posição dos etarras.
Penso que a organização está a reestruturar-se e por isso procura, neste hiato, dar uma imagem de querer dialogar e apresenta-se numa situação ambígua (para o exterior da organização). Pois não renuncia à luta armada, como o IRA assumiu na Irlanda do Norte.
As outras autonomias, menos faladas no nosso país, já mudaram ou estão à beira de mudar ou exigir poderes junto de Madrid. A Comunidade Valenciana tem novo Estatuto e as alterações efectuadas não são muito distantes das alterações que se prevêem na Catalunha. E, como sempre, de esperar mais reivindicações, se não satisfeitas as pretensões, do Presidente da Andaluzia, o todo-o-poderoso militante socialista, que tem tanto ou mais poder em Sevilha como alguns senhores poderosos de Madrid. Dentro de algum tempo é de prever exigências do novo Governo galego, formado por nacionalistas galegos e socialistas.
Não sei se Zapatero consegue manter a Espanha constitucional que herdou. Talvez caminhe para uma federação.
Quanto ao PP, e ao seu líder, o problema do político galego que presidente os populares espanhóis é o já conhecido e entendido, a pessoa e a sombra do ex-líder e antigo Primeiro-Ministro espanhol. Sem nenhum cargo internacional, não lhe resta outro palco que não o interno, para manter viva a sua presença política.
De qualquer forma, do que se observa de Portugal, o PP não é alternativa ao PSOE.
CMC
5:19:00 da tarde . - . Página inicial . - . Comentários (1)




 
Piri-piri
[0.361/2006]
Falta de atenção

Tenho de começar a tomar mais atenção às coisas importantes.
Ontem não dei por nada mas hoje, aproveitando a hora do almoço para dar uma volta pelos Blogs que costumo ler, verifico que à hora da janta deve ter havido um acontecimento importante.
E pelo palavreado deve ter sido emocionante e horripilante.
Qualquer coisa ligada a lagartos.
Uns mais pequenos e outros maiores que bufam fogo pela boca.
E gripe das aves, frangos, pintos, apitos dourados, três equipas em campo, uma confusão!
Para a próxima tenho de ter mais atenção.
LNT
1:31:00 da tarde . - . Página inicial . - . Comentários (1)



This page is powered by Blogger. eXTReMe Tracker